A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017

09/11/2012 06:49

Traficante leva crianças em carro para despistar Polícia

Paula Maciulevicius
A droga estava em fundos falsos pelo assoalho, teto, na tampa do porta-malas, nos bancos, ao lado do radiador, da bateria, no painel e até nos pneus. (Foto: Divulgação/Polícia Militar Rodoviária)A droga estava em fundos falsos pelo assoalho, teto, na tampa do porta-malas, nos bancos, ao lado do radiador, da bateria, no painel e até nos pneus. (Foto: Divulgação/Polícia Militar Rodoviária)

Uma família toda acabou presa nesta quinta-feira, por policiais militares rodoviários em Amandina. No carro, um Gol com placas de Dourados levava 101 quilos de maconha e o motorista, um eletricista de 27 anos, na tentativa de despistar a Polícia, viajava com a esposa e duas filhas de 7 e 1 ano de idade.

Eles foram parados na Base Operacional da Polícia. Enquanto o motorista entregava os documentos, o policial percebeu forte cheiro de maconha e pediu para o condutor abrir o porta-malas. O eletricista foi demonstrando cada vez mais nervosismo até que a Polícia resolveu vistoriar todo veículo.

A droga estava em fundos falsos pelo assoalho, teto, na tampa do porta-malas, nos bancos, ao lado do radiador, da bateria, no painel e até nos pneus. No total, foram 132 tabletes de maconha.

A família toda foi detida e encaminhada à Delegacia de Polícia Civil de Ivinhema. Aos policiais, o eletricista disse que foi contratado por um desconhecido, para levar o veículo de Dourados até Três Lagoas. Pelo serviço ele receberia R$ 4 mil. Ele informou também já ter pego o veículo pronto com o entorpecente próximo ao terminal rodoviária de Dourados e entregaria a uma pessoa em Três Lagoas.

A esposa, de 30 anos, disse que não sabia da droga o que foi confirmado pelo eletricista. Mãe e filhas foram liberadas e o motorista, preso em flagrante por tráfico de drogas.

Prefeitura perde na Justiça e terá que pagar retroativos a professores
Em decisão tomada por unanimidade pelos desembargadores da 1ª Câmara Cível do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), a prefeitura de Ivin...
Após relato sobre caça e extração ilegal de madeira, PMA apreende arma
Após receber denúncias de extração ilegal de madeira e caça ilegal sendo praticadas em Ivinhema - município localizado a 282 km de Campo Grande -, um...
Falso médico é acusado de matar paciente em hospital do interior
O MPE (Ministério Público Estadual) denunciou à Justiça e pediu a prisão do falso médico Marx Honorato Ortiz. Ele teria atuado no Hospital Municipal ...



Se o usuário pudesse plantar, o eletricista não iria pra cadeia e vc contribuinte não pagaria R$ 915,05 por cada filho do eletricista/"traficante" a partir de jah.
 
Gabriel Silva em 10/11/2012 09:04:09
Impressionante como as pessoas arriscam até a vida de indefesos por conta de drogas, é fato que seria pego, meu voto é que este rapaz se arrependa e não cometa mais este crime.
 
Flaviana Silva em 09/11/2012 07:45:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions