A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2017

17/09/2014 12:45

Vereadores aprovam mudança na lei para permitir reeleição de presidente

Helio de Freitas, de Dourados
Sessão da Câmara de Dourados que aprovou mudança na lei para permitir reeleição do presidente do Legislativo (Foto: Thiago Morais/Câmara de Vereadores)Sessão da Câmara de Dourados que aprovou mudança na lei para permitir reeleição do presidente do Legislativo (Foto: Thiago Morais/Câmara de Vereadores)

Por 14 votos a 4, a Câmara de Vereadores de Dourados aprovou nesta quarta-feira a mudança na Lei Orgânica do Município para permitir a reeleição da mesa diretora do Legislativo. Mesmo sob protesto do vereador Maurício Lemes Soares (PSB), que tentou retirar o projeto da pauta, a maioria dos vereadores votou a favor da alteração na lei.

O projeto ainda terá de passar por uma segunda votação, mas a aprovação em definitivo é dada como certa. Após a mudança na lei ser publicada no Diário Oficial do município, o atual presidente Idenor Machado e os demais integrantes da mesa diretora poderão se candidatar à reeleição. O mandato da mesa diretora é de dois anos e a eleição deve ocorrer nos próximos dias, para o biênio 2015/2016.

Antes da votação, Maurício Lemes Soares tentou retirar o projeto da pauta por entender que não havia necessidade de tramitação em regime de urgência e votação em sessão extraordinária. “Não tivemos tempo para discutir essa mudança. Não podemos votar um projeto permitindo a reeleição do presidente do Legislativo sem discutir com a sociedade. Não tivemos acesso nem mesmo ao parecer da assessoria jurídica da Casa”, afirmou Maurício antes da sessão.

Idenor Machado rebateu as alegações do vereador socialista e disse que a votação do projeto não representava nenhuma ilegalidade. O pedido de retirada da pauta foi rejeitado também por 14 votos.

O primeiro-secretário da Câmara, Dirceu Longhi (PT), defendeu a mudança e lembrou que não se tratava de uma recondução do presidente ou dos demais membros da mesa diretora, mas apenas a possibilidade de reeleição. Idenor Machado já admitiu que “se for a vontade da maioria dos vereadores” ele deve se candidatar para presidir a Câmara por mais dois anos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions