A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


18/05/2015 10:03

Cheque em branco passado ao ‘Fantástico’

Reinaldo Rosa

BAIXO IMPACTO – Na matéria levada ao ar no ‘Fantástico’ deste domingo faltaram informações (apuradas e comprovadas) que poderiam justificar o estardalhaço anunciado pela rede Globo. Parte de escutas telefônicas (as quais a coluna teve acesso) poderia ter melhor proveito na edição da tão aguardada reportagem.

PROFISSIONALISMO – Equipe de jornalismo da TV Morena apoiou durante todo o tempo a matéria de Maurício Ferraz editada para a rede Globo. Nada vazou antes de a atração apesentada pela rede mãe ir ao ar.

VOO DE GALINHA – Imprensa escrita, falada e televisada tem seus encantos. No rastro de revelações de informações sigilosas ao grande público pela TV, refinados e escrupulosos legisladores descerão do muro solenemente. Luzes da ribalta.

PRATO CHEIO – Rádio jornalismo vespertino mostra o acerto de sua realização. Com tempo de ouvir autoridades diretamente ligadas ao assunto, repercussão da matéria da rede Globo enriquecerá a pauta dos informativos radiofônicos nesta segunda-feira. Ou não.

CRÉDITO – Destacada a participação da jornalista Ligia Sabka na edição, e o apoio da TV Morena junto ao trabalho de Maurício Ferraz. Tudo feito como manda o figurino da boa parceria.

VC NA COLUNA – “Com tanta matéria-prima para justificar o estardalhaço das prévias, a reportagem do "Fantástico" frustrou quem esperava abordagens mais incisivas sobre a construção da investidura do atual prefeito de Campo Grande. Para basear-se nas peças recolhidas nas investigações do Gaeco, bastava à reportagem ao menos considerar o pano de fundo mais eloquente da novela, que é o questionamento sobre como Alcides Bernal foi derubado e Gilmar Olarte entronizado”. (Edson Moraes no FB)

VC NA COLUNA II – “Acho de uma sacanice sem tamanho o Gaeco liberar informações só para UM veículo de imprensa (acho antiético, é instituição pública, não é instituição privada, não há de ter privilégio de informações e não vou perder minha capacidade de me indignar)”. (Liziane Berrocal)

Programa resgata causos do futebol regional
CONTA OUTRA – O futebol sul-mato-grossense – graças a alguns – vive na história do torcedor local. Jogadores, dirigentes e técnicos estão no ‘Conto d...
Público dando um show no futebol de MS
QUEM NÃO AJUDA – Domingo de ‘Comerário’ no Morenão. Se dependesse apenas dos torcedores, o futebol de Mato Grosso do Sul teria vida longa no cenário ...
Caso da primeira-dama hackeada passou batido
EMPODERADO II – Talmir Nolasco, outro personagem histórico do rádio de MS, ‘deu um tempo’ aos microfones. Depois de atuar na campanha eleitoral do PS...
Rádio local disputa espaço com futebol na TV fechada
EMPODERADO – Personagem da história do rádio sul-mato-grossense, Nivaldo Mota atualmente dedica o talento em outras ondas. Em tempo real, entrevista ...



Ficou mais que provado que esse dinheiro que o Olarte, Pegou para pagar os Vereadores e Juízes, na casação do EX Prefeito. O ditado e certo que fere com ferro com ferro sera ferido. O mal que ele fez ao seu irmão virou contra ele. Agora quero ver os vereadores cupincha do seu grupo que votaram para derrubar o ex prefeito se vai ter coragem de pedir a casação do Olarte. Pois todos foram comprados.......... Ele não foi eleito pelo povo. Ele comprou o cargo agora é só tirar ele. E fazer nova eleição............
Estava demorando para Estourar essa falcatrua.
 
Guii em 18/05/2015 15:16:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions