A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


15/01/2014 09:33

Colunas sociais eletrônicas

Reinaldo Rosa

TEMPOS DO RÁDIO - Filão editorial criado por Ibraim Sued, o colunismo social conquistou importante espaço nas editorias de jornais impressos há algum tempo. Originalmente dirigido a dondocas cariocas através da revista O Cruzeiro, as informações ali contidas surpreenderam pelo recall obtido.

ATRÁS DE CORTINAS - Carlos Suam era pseudônimo que o jornalista Roberto Marinho usava para assinar coluna social do jornal O Globo. Mesmo bafejado pelos ‘préstimos’ da ditadura iniciada nos anos de chumbo nacional, ele utilizava-se do espaço para queixar-se ou mandar recadinhos ao militares governantes de plantão à época.

NEM SÓ BABADOS E BARRACOS - Zózimo Barroso do Amaral inovou a introduzir notas econômicas e comportamento pessoal dos que gravitavam na política nacional. Aos poucos, criou estilo copiado em todo o país por quem se aventura em especializar-se em fofocas de bom nível. Cópia nem sempre alcançada por seguidores sem o mesmo talento. Claro.

NA SERRA – Nos anos 80, Nilson Pereira reinou solito nas páginas do Diário da Serra. Era respeitado pela sociedade – da capital, principalmente - e mantinha bom trânsito junto à classe guindada aos três Poderes de então. Também serviu de escola para muitos discípulos locais.

PRECURSORA – Com senso e visão de jornalista que sabe aonde quer chegar, Marilu Guimarães, através do Recado, na TV Morena, criou um programa de informação em forma de revista que, claro, era o preferido, também, de dondocas de Mato Grosso do Sul. Não sem razão, aliando carisma e inteligência, galgou cargos na política que, até hoje, muitos tentaram e poucos conseguiram. Nunca fez do Recado trincheira para coagir possíveis anunciantes. E os tinha em bom número.

AMAURY – Em nível nacional Amaury Jr. criou estilo desse tipo de atração e, também, serviu de exemplo para seguidores de retransmissoras regionais. Como centro catalizador da economia e política nacional, São Paulo oferece rica editoria tornado o apresentador influente e respeitado formador de opinião. Desnecessário citar a rica gastronomia da cidade que torna o programa capaz de segurar o telespectador até altas horas à frente da TV.

PARA POUCOS –Atualmente, em Mato Grosso do Sul, colunas sociais eletrônica são criadas e dirigidas, invariavelmente, para o público classe AA. Frustram possíveis anunciantes já que seus telespectadores têm costume de consumir produtos e artigos originários de outras paragens. Do exterior, preferivelmente. O crescimento de consumo das classes B e C – e que assistem ao programa - são contraditoriamente esnobados por produtores desse tipo de atração.

DO JC PARA O MUNDO – Das páginas do Jornal da Cidade, em Campo Grande, onde editava a coluna Acontecendo, J. Abussaf conquistou a América graças à sua certeza de chegar ao tão sonhado sucesso. De volta ao Estado leva ao ar sua coluna eletrônica no SBT/MS e, claro, não consegue escapar de comparações com outras atrações do gênero; rica editoria e sofisticada produção dirigida ao chamado público Top. Mesmo assim, é grande o acompanhamento do programa por parte de espectadoras que não se enquadram nesta classificação.

BLOCO DE COMERCIAIS - O Festas e Eventos criado originalmente para reforçar ações empresariais do apresentador, mantem-se no ar à base de eventos eivados de merchandising de seus promotores. Poucas são as coberturas que não têm tal finalidade comercial.

PEROLAS DA TV- Numa das edições desta semanano Bom Dia MS, TV Morena, o repórter Osvaldo Nóbrega caprichou na informação. “...O crime aconteceu próximo a este haras, onde se cria cavalos de corrida”. Pedro Bó vive.

RETORNO, A MISSÃO – Autorizada fonte passou esta informação à coluna. Escritório que representa diversos artistas locais – em nível nacional - ofereceu o cantor Vinícius e companheiro e Michel Teló à TV Morena para participarem do Show da Virada dos anos 2012 e 2013. O mais importante: gratuitamente. Seria o anúncio do ocaso da fase sertaneja nas emissoras do país?

CES’T LA VIE - “Pobre gosta é de Luxo”. Joãozinho Trinta.

Público dando um show no futebol de MS
QUEM NÃO AJUDA – Domingo de ‘Comerário’ no Morenão. Se dependesse apenas dos torcedores, o futebol de Mato Grosso do Sul teria vida longa no cenário ...
Caso da primeira-dama hackeada passou batido
EMPODERADO II – Talmir Nolasco, outro personagem histórico do rádio de MS, ‘deu um tempo’ aos microfones. Depois de atuar na campanha eleitoral do PS...
Rádio local disputa espaço com futebol na TV fechada
EMPODERADO – Personagem da história do rádio sul-mato-grossense, Nivaldo Mota atualmente dedica o talento em outras ondas. Em tempo real, entrevista ...
TV e federação também bagunçam o futebol local
ISTO É PLANEJAMENTO – Cronista esportivo informa a próxima rodada do campeonato sul-mato-grossense de futebol: “...caso não haja alterações durante a...



Como leitor assíduo da coluna, uma vez mais gostei... e olha.. que AULA, hein? Parabéns! Aviso aos metidos a espertos e aos que sacanearam... A JUSTIÇA DO TRABALHO JÁ VOLTOU ÀS ATIVIDADES.. me aguarde! E tem gente que quer ser candidato......
 
Gilson Giordano em 15/01/2014 10:04:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions