A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Janeiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


21/05/2013 10:34

O rádio como uso privado e pessoal

Reinaldo Rosa

MAGIA BRANCA – Se você tem doença incurável, aquela que os médicos já perderam a esperança, participe da pregação do pastor na Igreja Mundial. Frase pinçada do horário alugado pelo vereador Alceu Bueno, na rádio Difusora, sábado passado. Acorda CONFEM.

GOSTARIA DE ENTENDER – Ouvintes de rádio de "programa político particular" de vereador da capital pedem informações sobre determinado assunto (de cunho pessoal) a um advogado "da equipe do programa". Ao final da "orientação preliminar", são convidados a passar no gabinete do vereador ou no escritório do causídico. Simples assim. Alô OAB/MS. Alô Sindicato dos Jornalistas.

COXILO NA ESTAÇÃO – Colegas de imprensa –de rádio e televisão, não alertaram para a entrada em campo de jogador do Navirai, fora de condições legais, na primeira partida contra o Paysandu. Alguns repercutem o fato e, ainda, dão veredito catastrófico. Quanta autoridade.

LÁ E CÁ - Noticiosos radiofônicos da capital têm editoria variada e servem para todos os gostos. Ouvintes cativos manuseiam o dial como a um controle remoto de TV. Dentre programas ortodoxos e descontraídos, ouvintes navegam nas ondas do rádio. E a audiência oscila.

PRÊMIO MORENA – A Agência de Publicidade Art e Traço ganhou dois prêmios – sendo um o Grand Prix- do Prêmio Morena de Criação Publicitária. Buon Voyage, Chico.

LOCAÇÃO EM ALTA – Em tempos de troca-troca de programação de rádio promovida pela Transamérica Hits, quem ficou sem emprego (jornalistas e apresentadores) procuram outros ninhos radiofônicos. Na falta de uma FM, Miltinho Viana ocupa espaço na Difusora, no horário da tarde. Eterno começar de novo.

MAIS DO MESMO – Mudou a faixa de difusão, mas o programa continua o mesmo; invocação de N. S. de Aparecida; músicas “o melhor do brega” (conforme o próprio apresentador) e amenas notícias políticas.

MAIS DO MESMO II – Dança dos Famosos aumenta –em muito- a audiência do Domingão do Faustão. Tratado como ‘causa pétrea do programa’ espectadores e espectadoras terão de conviver com tal apelação durante algum tempo.

TORTURA NUNCA MAIS – Entidades que cuidam de direitos de presidiários ficou ruborizada com a surra que Russo levou das traficadas, em Salve Jorge. Presos não podem sofrer sevícias e/ou tortura de autoridades de segurança.

OPERANTE – A única operadora de celulares que não tem reclamação junto ao PROCON é a que serviu o elenco da novela de Glória Peres. Nos morros de Capadóccia, no centro das cidades da Turquia ou Morro do Alemão, os aparelhinhos funcionaram muito bem.

RETROVISOR – Realmente foi Giovanna Antonelli quem viu pelo retrovisor os componentes dos demais núcleos da novela Salve Jorge.

O espaço do futebol de MS nas emissoras locais
TABELINHA – Consagrado cronista esportivo de Campo Grande ‘veste uniforme’ para entrar em campo. Durante (longuíssimos) dois meses, radialistas do mu...
Pautas importantes passam batidas em noticiários locais
FILHOS DA PAUTA – Muitos pauteiros de plantão não dedicaram uma linha para assunto digno de discussão. No país que tem a Educação cantada em prosa e ...
Férias de notícias nas rádios é mudança certa de estação
RETROSPECTIVA E PERSPECTIVA – Melhor spot de rádio em 2016, mensagem do 'paraguaio' para marca de tereré continua líder neste início de ano. QUE M – ...
Crise nos presídios e a crônica policial fora de contexto
BANDIDO BOM, BANDIDO MORTO – Redes de TV exibiram farto material sobre mortes em presídios de Manaus e Roraima. Ministro da Justiça convoca reunião d...



Não seria radio cultura que abrigou os locutores da trasamerica , miltinho , brejinho e cia .
 
marcos martins em 22/05/2013 08:36:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions