A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


28/03/2016 08:36

Paixão e morte da ética na comunicação nacional

Reinaldo Rosa

DO FUNDO DO ‘CAXOTE’ DO RÁDIO - Ouvintes das jornadas esportivas de emissora da Grande Dourados estranharam os insistentes latidos de uma cachorrada que interferiam na narração do empolgado narrador. Só então descobriram que as transmissões anunciadas como “diretas dos estádios” eram acompanhadas, na verdade, por uma ‘TV cabine’ nos fundos do quintal de um dos locutores.

Veja Mais
Radialistas e suas relações perigosas
Profissionais de rádio se aventuram na internet

TORRE DE PAPEL – Existe lei nacional que proíbe batizar ruas, logradouros públicos, etc, com nome de pessoas vivas. A Avenida Marcelo Miranda Soares, em Paranaíba, é endereço disputado –e badalado- pelo comércio local. Abordagem sem importância para emissoras da comunicação estadual. Simples assim.

DE NOVO – Sexta-feira da Paixão e morte de Jesus Cristo. Sem carne e sem noticiosos de rádio, em Mato Grosso do Sul. O mundo e os fatos pararam para noticiaristas radiofônicos que, afinal, não são de ferro.

BUEMBA BUEMBA – Ex-editor Responsável pelo jornalismo da TV Morena, nos anos noventa, anuncia que prepara livro sobre sua atividade no Estado. Língua ferina sobre fatos envolvendo pessoas e bastidores do cotidiano guaicuru coloca a plebe rude em expectativa.

NENHUM DE NÓS – Cantores e autores da chamada turma ‘Prata da Casa’ (oficial) continuam sem espaço em programações de rádios de Mato Grosso do Sul. Apenas a Educativa, FM 104, em Campo Grande, dedica solenes sessenta minutos aos integrantes do setor.

CHALANA DE PRATA – Almir Sater não tem do que reclamar sobre ausência no dial regional. É o primeiro da lista a ser lembrado em apresentações patrocinadas por órgãos oficiais e Mato Grosso do Sul. Por módico cachê de setenta e cinco mil reais. Lá se vai a chalana.

DECIFRA-ME – Pasta base do governo garante que não vai ter golpe. Estado democrático de direita afirma que vai. Rede Globo oferece coxinhas a uma incensada plateia.

A QUEM INTERESSA O CRIME – Toda e qualquer nota que denigra o governo Dilma, Lula e PT, recebem tratamento especial por parte da Globo. O listão da Odebrecht, com tucanos famosos –entre os quais Serra, Aécio e companhia-, tem a ressalva de Willian Bonner, no ‘JN’ de que “a ética recomendava esperar por comprovações”. E não citou ninguém. Plim plim.

AO BONNER COM CARINHO - ‘Lindinho’, ‘Viagra’, ‘Passivo’, ‘333’, ‘Drácula’, agradecem o responsável e ético anonimato do informativo global.

NO GOGÓ – ‘No gogó do Paulinho’, no Palácio Popular da Cultura, em Campo Grande, é a grande pedida para fãs do humorista da ‘Praça é nossa’, do SBT. A promoção de Jamelão e Pedro Silva tem apresentações em dois e três de abril, a partir de 21 e 19 horas, respectivamente.

SEXTA SANTA - Semente é o milagre silencioso da árvore.

Radialistas e suas relações perigosas
RELAÇÕES PERIGOSAS – O apresentador e agora vereador eleito Lucas de Lima emposta a voz na sua porção de conselheiro matrimonial. No programa noturno...
Profissionais de rádio se aventuram na internet
RÁDIO PRA QUEM QUISER – Amor ao rádio provoca mudança de tratamento no segmento; profissionais fora do escasso mercado radiofônico local ‘fundam’ as ...
Horário engessado limita noticiário de emissora
PLANO DE VOO – Segunda-feira, às 4h10, o ‘Plantão da Globo’ anuncia a queda do avião com a delegação do Chapecoense. Um minuto após, volta a exibição...
Crise afeta dízimo e vida de TVs de evangélicos
MILAGRE ECONÔMICO – Com a crise econômica nos últimos anos, os fiéis de igrejas evangélicas sumiram dos templos e murchou a principal fonte de pagame...



NENHUM DE NÓS – Cantores e autores da chamada turma ‘Prata da Casa’ (oficial) continuam sem espaço em programações de rádios de Mato Grosso do Sul. Apenas a Educativa, FM 104, em Campo Grande, dedica solenes sessenta minutos aos integrantes do setor.

Acredito que está errado na informação. A educativa que tem um programa dedicado aos artistas sul-mato-grossenses é a FM Educativa UCDB. O programa é O Som do MS, que vai ao ar de segunda a sexta, das 17 às 18h.
 
Pedro Borges em 29/03/2016 11:48:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions