A notícia da terra a um clique de você.
 
09/08/2014 11:00

Casamento em crise? Preocupação com a crise do matrimônio tem longa duração

Mário Sérgio Lorenzetto
Casamento em crise? Preocupação com a crise do matrimônio tem longa duração

Casamento em crise? Preocupação com a crise do matrimônio tem longa duração

Veja Mais
EUA: a homeopatia terá de informar que não funciona
Novo aparelho promete deixar a nicotina e eliminar as toxinas

Muitos aspectos da vida familiar atual que as pessoas creem que não tem precedentes, em realidade não são novos. Quase todos os arranjos matrimoniais e sexuais que estamos vendo, por surpreendente que pareça, já foram provados anteriormente por algum casal.

Existiram sociedades e épocas nas quais as relações sexuais extramatrimoniais e os nascimentos fora do casamento eram mais comuns e eram mais aceitáveis que hoje. As famílias com padrastos, madrastas e meio-irmãos eram muito mais numerosas no passado. Até a porcentagem de divórcios foram mais altas em algumas regiões e períodos do que são hoje na Europa e nas Américas. E os casamentos entre pessoas do mesmo sexo foram permitidos em algumas culturas e em certas circunstâncias.

Mas a forma que foram adquirindo atualmente tanto a vida de casado, como a de solteiro não tem precedentes históricos. Na realidade as formas, os valores, e os acordos do matrimônio mudaram radicalmente em todo o mundo.

Quase em todos os lugares as pessoas se preocupam com os motivos dessa instituição estar em crise. E os motivos diferem de um lugar para o outro. Nos Estados Unidos, as autoridades se preocupam com o nascimento cada vez maior de crianças fora do casamento. Na Alemanha e Japão, muitos planejadores estão mais interessados em aumentar o número de crianças, independentemente se os pais são ou não casados. A mesma preocupação, existente na Alemanha e Estados Unidos, começa a ser debatida no Brasil.

Nos Estados Unidos, a educação sexual dos jovens promove a abstinência e um compromisso com a virgindade. No Japão, os empresários dos "hotéis por hora", como denominam os nossos motéis, se lamentam do esvaziamento que lhes trouxe graves problemas financeiros.

Casamento em crise? Preocupação com a crise do matrimônio tem longa duração

Recentemente, uma revista japonesa proclamava: "Jovens, não odeiem o sexo"

A ONU (Organização das Nações Unidas), por outro lado, abriu uma campanha destinada a elevar a idade dos casamentos no Afeganistão, Índia e África, onde as jovens contraem o casamento entre os 12 e 13 anos, muitas vezes com efeitos desastrosos para sua saúde. Por outro lado, em Singapura o governo lançou uma campanha destinada a convencer a população para que se case em idades mais jovens. Na Espanha, mais de 50% das mulheres entre 25 e 29 anos são solteiras, um forte presságio para a diminuição ainda maior no número de nascimentos. O imbatível é a República Tcheca, onde a maioria dos jovens só aceita viver só e mais de 50% dos casamentos terminam, rapidamente, em divórcio.

Cada região atribui a culpa da crise matrimonial a uma causa diferente. Na Arábia Saudita e nos Emirados Árabes Unidos os governos criticam as famílias das mulheres por exigirem dotes tão elevados que proíbem os casamentos. Mas na Itália os estudiosos do tema estão preocupados com o crescente número dos "mammoni", os chamados filhos da mamãe, que preferem não se casar e viver na casa dos pais. Mais de 30% dos italianos entre 30 e 35 anos vivem com os pais.

Os canadenses estão agora atribuindo a crise do matrimônio à igualdade entre homens e mulheres e ainda estão predizendo uma queda drástica no número de crianças a nascerem. Na China, muitos homens não encontram esposas e o motivo é simples - não existem mulheres para eles. Brevemente a China terá entre 30 e 40 milhões de homens que não encontrão esposas.

Em todos os lugares do mundo, o casamento se tornou mais optativo e frágil. Em todas as partes o vínculo entre matrimônio e a criação de filhos, que antes era fácil de planejar, está desintegrando. E em todas as partes, as relações entre homens e mulheres estão sofrendo uma transformação rápida e, às vezes, traumática. Na realidade, as relações entre homens e mulheres foi mais transformada nos últimos 30 anos do que nos últimos 3.000 anteriores.

Casamento em crise? Preocupação com a crise do matrimônio tem longa duração
Casamento em crise? Preocupação com a crise do matrimônio tem longa duração

Julho foi mais um mês de queda na venda de veículos

O mercado de carros mostra queda de 14% ante o mesmo período de 2013, somando 261 mil unidades licenciadas, entre carros, caminhões e ônibus. As vendas estão praticamente estáveis na comparação com o mês de junho com uma ligeira diferença a menor de 0,7%. O saldo negativo acumulado pela indústria no ano chegou a 8,5%. Pouco mais de 1,9 milhão de veículos foram emplacados desde janeiro. Com o retorno dos consumidores que acompanhavam a Copa do Mundo, as montadoras e concessionárias esperam que a demanda comece a melhorar neste mês.

Casamento em crise? Preocupação com a crise do matrimônio tem longa duração
Casamento em crise? Preocupação com a crise do matrimônio tem longa duração

JBS é condenada em R$ 300 mil por servir comida estragada a funcionários

O valor corresponde a indenização por danos morais. O JBS foi acusado pelo Ministério Público do Trabalho de Mato Grosso de servir comida contaminada com larvas de moscas a funcionários. O caso foi registrado em 2012, em um frigorífico Juína.

Além de servir comida estragada, a empresa também foi acusada de colocar a saúde dos trabalhadores em risco ao não controlar vazamentos de gás de amônia, que é tóxico, nas câmaras de refrigeração da unidade. O valor ainda está bem abaixo do que queria a procuradoria, R$ 2,3 milhões, já acatado na primeira instância. A decisão cabe recurso para as duas partes.

Casamento em crise? Preocupação com a crise do matrimônio tem longa duração
Casamento em crise? Preocupação com a crise do matrimônio tem longa duração

Segurança impressiona turistas que visitaram o país durante a Copa

92% aprovaram o esquema de segurança montado para o torneio, conforme levantamento da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) e o Ministério do Turismo. Também receberam aprovação elevada os serviços de hospedagem (97,4%), de táxi, com 90,4%. Foram entrevistados 10.513 visitantes em 12 aeroportos e dez postos de fronteira terrestre. Os estrangeiros consideram positiva a infraestrutura aeroportuária (89,5%) e as instalações dos aeroportos (79,8%), a limpeza pública (83,8%), a sinalização turística (81,2%) e as rodovias (75,6%). Os demais itens (câmbio, lojas e serviços dos aeroportos e telecomunicações) ficaram entre 69,6% e 61,6%. Estrangeiros de 203 nacionalidades visitaram 491 municípios no período de realização da Copa do Mundo, o que significa que cada turista visitou uma média de 2,8 municípios.

Casamento em crise? Preocupação com a crise do matrimônio tem longa duração
Casamento em crise? Preocupação com a crise do matrimônio tem longa duração

Estamos em décimo na quantidade de multimilionários

E São Paulo é a décima sétima cidade com a maior concentração de pessoas com riqueza superior a US$ 10 milhões. Os dados são da New World Wealth, da África do Sul. A consultoria define como multimilionários indivíduos que têm ativos de pelo menos US$ 10 milhões (R$ 22,8 milhões).

Hoje, o Brasil, tem 10.300 multimilionários e ficam São Paulo 4.400 deles. O Rio de Janeiro tem 2.200 multimilionários e figura na vigésima sétima posição mundial. O primeiro lugar é ocupado por Hong Kong (15.400 multimilionários), seguida por Nova York (14.300) e Londres (9.700).

Casamento em crise? Preocupação com a crise do matrimônio tem longa duração



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.