A notícia da terra a um clique de você.
 
05/03/2014 10:08

Ensino de tempo integral em MS está acima da média nacional

Mário Sérgio Lorenzetto
Ensino de tempo integral em MS está acima da média nacional

As escolas em tempo integral avançam

Veja Mais
As favelas são propriedade privada dos traficantes
O Brasil voltou aos mesmos ideais de 1920

Em um ano, o Brasil criou cerca de 1 milhão de vagas em escolas de tampo integral no ensino fundamental. De acordo com o novo censo escolar, as matrículas nesse ciclo atingiram 3,1 milhões em todo o país no ano passado. O número representa avanço de 45% sobre o registro verificado em 2012.

Se o ensino em tempo integral está avançando, em termos gerais o censo escolar mostra que as matrículas na educação básica brasileira, pública e privada, continuam em ritmo de queda. Na passagem de 2012 para 2013, as escolas perderam 500 mil alunos. Eram 50,5 milhões matriculados e em 2013 passaram a 50,0 milhões.

No Mato Grosso do Sul, o crescimento tem sido superior à média brasileira. Em 2008 contávamos com 12,2% das matrículas no ensino integral e passamos a contar com 23,7% segundo o Observatório do Plano Nacional da Educação.

Ensino de tempo integral em MS está acima da média nacional

Temos um dos maiores índices do território nacional

E superamos em dobro a meta nacional que era de 11%. Quando a comparação entre os Estados da Federação é feita pelo número de escolas que contam com o ensino em tempo integral a posição do Mato Grosso do Sul é diferenciada. O Observatório do PNE afirma que dispomos de 60,7 das escolas com essa organização, enquanto a média nacional era de 28,4%.

Além do esforço do governo do Estado e das prefeituras, o Ministério da Educação também vem investindo para acelerar o ensino em tempo integral. Por meio do programa Mais Educação destinou, anualmente, R$ 2 bilhões para ampliação e abertura de escolas de período integral, estaduais e municipais.

Pela Prefeitura de Campo Grande, o ensino em tempo integral é oferecido na Escola Municipal Ana Lucia de Oliveira Batista, localizada no Jardim Paulo Coelho Machado com 80 vagas e na Escola Municipal Iracema Maria Vicente, no Bairro Rita Vieira com a destinação de 52 vagas.

Ensino de tempo integral em MS está acima da média nacional
Ensino de tempo integral em MS está acima da média nacional

Após quatro anos, Bill Gates retoma liderança de lista de bilionários

O patrimônio de Gates somou US$ 76 bilhões, segundo a "Forbes". São US$ 9 bilhões mais que no ranking de 2013, fazendo o norte-americano ultrapassar o mexicano Carlos Slim. Este, com US$ 72 bilhões, caiu para o segundo lugar, depois de quatro anos no topo.

O grande ganhador do ano também foi americano e do setor de tecnologia: Mark Zuckeberg, do Facebook que teve, em um ano, aumento de patrimônio de US$ 15,2 bilhões-para US$ 28,5 bilhões, a 21ª maior fortuna do mundo. Jan Koum e Brian Acton, criadores do WhatsApp (vendido para o Facebook por US$ 16 bilhões), também entraram na lista. Neste ano, foram necessários ao menos US$ 31 bilhões para ingressar nos "20 mais" da "Forbes", US$ 8 bilhões mais que em 2013.

Ensino de tempo integral em MS está acima da média nacional

Lista de bilionários brasileiros é turbinada pela herança

Segundo a Forbes, o Brasil ganhou 27 novos bilionários em 2013. O número foi turbinado por movimentos de sucessão e herança. Dos 65 bilionários que aparecem na lista, 40 são empreendedores ou geraram valor para negócios herdados. São 27 novatos, dos quais 15 herdaram as fortunas e 12 empreenderam ou acrescentaram valor a um negócio herdado. Hoje, país tem 65 bilionários. São 19 a mais do que na lista do ano passado. Oito, contudo, deixaram, entre eles, Eike Batista. Saíram dois por morte e foram sucedidos por herdeiros. São os casos de Roberto Civita, do Grupo Abril, e Dirce Camargo, do grupo Camargo Correa. Além dos herdeiros de Dirce Camargo e de Civita, entraram na lista cinco integrantes do clã Ermírio de Moraes.

Também ficaram fora da lista os empresários Silvio Santos (SBT), Marcos Molina (Marfrig), Guilherme Paulus (fundador da CVC) e Antônio José Carneiro (Energisa), além de Rosa Evangelina Penido (que herdou ações do grupo CCR). O empresário Jorge Paulo Lemann, da AB Inbev, ficou R$ 1,9 bilhão mais rico e segue liderando a lista dos brasileiros. Sua fortuna chegou a US$ 19,7 bilhões. Joseph Safra está em segundo lugar, com US$ 16 bilhões (US$ 100 milhões a mais do que no ranking do ano anterior). Marcel Telles, sócio de Lemann, ocupa o terceiro lugar e no ano passado estava em sexto.

Ensino de tempo integral em MS está acima da média nacional
Ensino de tempo integral em MS está acima da média nacional

Vem aí o "Galaxy Glass"

A Samsung está desenvolvendo óculos conectados semelhantes ao Google Glass e há expectativa de lançar o equipamento ainda neste ano. O lançamento é aguardado na feira IFA de Berlim, que acontece em setembro. As informações estão no jornal "Korea Times". O equipamento integra o conceito de computador “vestível”, que no mercado específico são traduzidos em lucros imediatos.

O trabalho de desenvolvimento, segundo o jornal, é em conjunto com a subsidiária de telas da Samsung, a Samsung Display, que durante um tempo foi a principal responsável pelas telas dos iPhones e iPads, além dos dispositivos da própria marca. "Galaxy Glass" vai exibir as informações em uma lente translúcida que funcionaria como visor, e não num prisma superior avulso, o que acontece com os óculos do Google. O preço? US$ 1.500, aproximadamente.

Ensino de tempo integral em MS está acima da média nacional



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.