A notícia da terra a um clique de você.
 
07/02/2015 09:35

Homens grisalhos acompanhados de amantes jovens em velozes carros esportivos

Mário Sérgio Lorenzetto
Homens grisalhos acompanhados de amantes jovens em velozes carros esportivos

A crise da meia-idade pode virar colapso financeiro

Veja Mais
As favelas são propriedade privada dos traficantes
O Brasil voltou aos mesmos ideais de 1920

Crise da meia idade virou sinônimo de cenas extravagantes envolvendo homens grisalhos acompanhados de amantes jovens em velozes carros esportivos. Nada é mais clichê e blasê. Mas é uma crise muito conhecida daqueles que fazem parte da faixa dos 40 anos aos 50 e poucos anos e se sentem cada vez mais alarmados com a passagem do tempo. Ao invés de sacar novos interesses e compromissos com a vida, sacam a carteira.

Férias caríssimas, hobbys custosos, reluzentes veículos novos, belas mocinhas de olho na carteira - os muitos desafios da meia-idade muitas vezes levam a mandar às favas habituais restrições financeiras. É perfeitamente explicável. Passam muitos anos investindo em casamento, carreira e família e passados 20 anos ou mais desejam renovar seu entusiasmo pela vida. Uma vida em que negou qualquer exagero. Fazem parte da "geração sanduíche", estão às voltas com os últimos anos de imensas despesas para a criação dos filhos, também necessitam ajudar os pais já idosos e ainda por cima precisam economizar para sua própria aposentadoria (a quase totalidade dos brasileiros não economiza para a aposentadoria).

Tudo isso resulta em uma delicada dança financeira, que não pode dar margem a um passo em falso. É por isso que é aconselhável aos que passam pela meia-idade a ficarem super vigilantes para que os gastos, especialmente os impulsivos, não subvertam uma vida de zelosos cuidados financeiros.

Crie alguns obstáculos para si mesmo, para que essas emoções não se traduzam em contas absurdas. Escolha alguém da família para discutir compras acima de um dado patamar. Pode ser uma linha de defesa contra decisões exageradamente impetuosas. Introduza, além disso, algumas liberalidades menores em seus gastos. Tire férias maiores ao invés de caríssimas. Dessa maneira, fazendo um paralelo com as pessoas em dieta alimentar, "se permita uma sobremesa de vez em quando". Você não enlouquecerá por excesso de privação e nem vai cometer loucuras extrapolando em grandes gastos. A novidade dos últimos anos é que as mulheres, na mesma faixa etária, liberaram as mesmas emoções e despesas abusivas, o mesmo comportamento que era restrito aos homens.

Homens grisalhos acompanhados de amantes jovens em velozes carros esportivos
Homens grisalhos acompanhados de amantes jovens em velozes carros esportivos

A Arca do Gosto e o Baru afrodisíaco

Inspirados em Noé, o personagem da Bíblia, chefs de cozinha de todo o mundo criaram o Projeto Arca do Gosto. A proposta é conservar e resgatar alimentos e tradições gastronômicas que estão em risco de extinção, que podem desaparecer dos cardápios e receitas familiares. O Brasil faz parte da Arca do Gosto com 40 itens, como o pirarucu, o vôngole, o pinhão e a bijajica e o baru. O projeto é uma espécie de catálogo mundial que descreve e divulga mais de mil ingredientes que podem desaparecer. Para evitar uma padronização imposta pela indústria alimentícia, os adeptos do projeto vão às roças e conversam com pescadores e cozinheiras. Eles estabeleceram critérios para um alimento ou tradição fazer parte do Arca do Gosto - se o produto é característico de uma região específica, se sua produção respeita critérios de sustentabilidade, se é ligado a tradições culturais regionais e se corre risco real de desaparecimento. Assim, o baru entrou na Arca do Gosto.

A castanha do baru é o fruto de uma árvore denominada baruzeiro. É encontrada nas matas, cerrados e cerradões de todo o Centro Oeste. A ameaça de extinção é decorrente da moto serra que corta tudo e mais especificamente da reconhecida resistência de sua madeira. É uma árvore imponente, com grande copa e em torno de 20 metros de altura. O seu fruto é protegido por uma casca dura e em seu interior encontra-se uma amêndoa de sabor "sui generis", mas que guarda alguma similaridade com o amendoim. Está sendo utilizado pelos adeptos da Arca do Gosto e por muitos chefs de cozinha na produção de óleo, farinha, manteiga e tortas e adicionada a pratos finos especiais. Tradicionalmente, sua fama está associada a propriedades afrodisíacas e foi a partir dessa divulgação que conquistou os pratos mais refinados.

Homens grisalhos acompanhados de amantes jovens em velozes carros esportivos
Homens grisalhos acompanhados de amantes jovens em velozes carros esportivos

Esse mundo não foi feito para pais e mães solteiros

Ainda que os governantes construam creches para abrigar as crianças mais humildes, ainda que a iniciativa privada organize escolas para as crianças de classe média ou ricas as dificuldades de um pais e mães solteiros é imensa. Quando vão ao supermercado necessitam empurrar o carrinho do nenê e o das compras. Porque não inventam um carrinho nos supermercados para atender as duas necessidades? Eles só existem para crianças grandes? Talvez acreditem que as crianças já nascem com 4 ou 5 anos.

Lazer de pais e mães solteiros é algo que desaparece no horizonte muito distante. Cinema? Nem por sonho. Não há como levar uma criancinha na geladeira que converteram as salas de cinema. Aniversário de amigos está proibido pelo barulho excessivo. Resta passeios nos parques e rápidas refeições em restaurantes.

Se a criança adoece a situação fica ainda mais complicada. A quase totalidade dos chefes não entende a necessidade dos pais e mães solteiros. Os médicos que atendem a criança partem do pressuposto que todos os trabalhos que serão adicionados serão divididos por dois adultos. Não há como comprar remédio na farmácia com uma criança com febre em casa. As sociedades aceitaram a existência de pais e mães solteiros nas palavras, mas não criou condições minimamente eficazes para a criação dessas crianças.

Homens grisalhos acompanhados de amantes jovens em velozes carros esportivos



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.