A notícia da terra a um clique de você.
 
02/09/2016 07:05

Idosos são mais felizes

Mário Sérgio Lorenzetto
Idosos são mais felizes

Parece um paradoxo. Os cientistas ainda não sabem explica, mas é fato e ciência, envelhecer te fará mais feliz. Acaba de ser publicado na "Journal of Clinical Psychiaty", um estudo baseado na resposta de 1.546 pessoas que mostra uma tendência com o passar dos anos dos idosos sentirem-se melhor com eles mesmos e com a vida. O paradoxo está na constatação de que apesar da deterioração física e cognitiva, a saúde mental dos idosos é melhor que a dos jovens.

Veja Mais
As favelas são propriedade privada dos traficantes
O Brasil voltou aos mesmos ideais de 1920

Entre os vinte e trinta anos, os jovens apresentam elevados níveis de estresse e mais sintomas de depressão e ansiedade.

Os cientistas seguem acumulando provas que indicam que os anos, apesar de nos tornar mais feios e menos ágeis, nos fazem mais felizes, mas ainda não deram uma explicação completamente satisfatória. Uma das possibilidades, apontam os autores, é que possa existir uma reserva emocional que ajude a contrariar a deterioração física. Recentemente, publicaram um estudo eu mostrou como se reorganiza o cérebro para compensar a perda da capacidade auditiva.

Outro mecanismo apontado pelos cientistas é que com os anos ganhamos habilidade nas gestões das emoções e nas decisões sociais complexas. Com o passar do tempo, já não existem dúvidas, as pessoas experimentam menos emoções negativas e mostram inclinação cada vez maior para as memórias positivas.

Idosos são mais felizes

O dólar pode começar a subir nesta sexta-feira

Há muito tempo a notícia vem sendo aguardada, a FED (Banco Central dos Estados Unidos) poderá começar a subir o valor dos juros. Subir juros significa dólar mais caro. No último encontro dos membros da FED, Janet Yellen deu o sinal que os mercados temiam: "À luz da contínua performance sólida no mercado laboral e ao nosso outlook para a atividade econômica e inflação, acredito que as possibilidades de subida das taxas de juro se fortaleceu nos últimos meses", afirmou a presidente da Reserva Federal dos EUA.

O vice-presidente da FED Stanley Fisher, reforçou a ideia de que a maior economia do mundo está "muito próxima do pleno emprego", que nos parâmetros norte-americanos acontece quando o desemprego está abaixo dos 5%. Em julho, a taxa de desemprego nos EUA foi de 4,9%. O pleno emprego é condição essencial para a subida da taxa de juros, assim, os mercados aguardam o anúncio dos dados do emprego, que deverá decidir a sorte dos juros e, consequentemente, do dólar.

Idosos são mais felizes

Governo adia a entrada em vigor do eSocial

As grande empresas que deveriam aderir agora ao eSocial ganharam, mais uma vez, novo prazo para adotar o sistema. Empregadores e contribuintes com faturamento acima de R$ 78 milhões devem aderir ao programa a partir do primeiro dia de janeiro de 2018. Para as demais empresas, a norma valerá a partir do primeiro dia de julho de 2018.

Idosos são mais felizes

Futebol. As dez contratações mais rentáveis economicamente da história

Contrataram por um preço razoável e depois foram vendidos por uma quantidade de dinheiro astronômica: Bale, Cristiano, Figo, Stones...




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.