A notícia da terra a um clique de você.
 
09/12/2013 08:03

Murilo Zauith firma parceria com o programa UOL Universidades

Mário Sérgio Lorenzetto
Murilo Zauith firma parceria com o programa UOL Universidades

Murilo Zauith, prefeito de Dourados, e UOL Universidades

Veja Mais
Povo nas ruas novamente. Como fica a Previdência?
Descascar mais, desembalar menos

O primeiro sócio da UOL Universidades é Murilo Zauith, que além de prefeito de Dourados, é dono da Unigran – Universidade da Grande Dourados. UOL Universidades é a denominação da área de educação a distância do UOL. Outras instituições de ensino que serão responsáveis pelo conteúdo educacional, devem integrar a sociedade. A próxima a se associar deverá ser uma universidade de Brasília.

Murilo Zauith firma parceria com o programa UOL Universidades
Murilo Zauith firma parceria com o programa UOL Universidades

A realidade crua de nossas crianças: sem creches, expostas ao trabalho e exploração

O mundo infantil apresenta dificuldades que os adultos nem sempre percebem. As crianças não circulam sozinhas pela cidade, vivem como prisioneiras, sempre em locais fechados, até os parques infantis são, em sua maioria, fechados por muros. As crianças não são porta-vozes políticas, não se representam, têm poucos lugares para encontros. Elas não têm creches e espaços públicos para frequentarem. A avaliação é de que 10 mil crianças estão sem acesso às creches em Campo Grande.

A escola se tornou obrigatória a partir dos 4 anos. Todas devem ir, mesmo que não saibamos o que fazer com crianças tão pequenas. Estão as colocando nas escolas de qualquer maneira. Muitas prefeituras compram livros ou apostilas que começam com as crianças de 4 anos e ultrapassam os 10 anos. Um desastre. Pouco tem a ver com educação, mas, sim, é uma estratégia de transformar a educação em mera mercadoria, bem valiosa, pois há muita gente enriquecendo com isso. O que conseguem é antecipar o fracasso, além de atrapalhar a ação de ensinar a ler, o letramento, ao querer alfabetizá-las por metodologias completamente ultrapassadas.

Outro obstáculo é o quase abandono das crianças de zero a 3 anos pelo poder público, pois as creches privadas são caras e as públicas insuficientes. A solução pobre para crianças pobres são os cuidados domésticos com a ausência da mãe. Além da falta das vagas nas creches, outro problema bastante combatido, é o trabalho infantil.

Murilo Zauith firma parceria com o programa UOL Universidades

Cultura perversa da ocupação alimenta o trabalho infantil

O comum para as crianças que trabalham são os esforços físicos não condizentes com a capacidade do corpo, as posturas viciosas, exposição a fungos e agrotóxicos no campo, acidentes com animais peçonhentos; e exposição, sem proteção adequada, à radiação solar, calor, umidade, chuva, frio e acidentes com instrumentos cortantes.

Em 2008, um decreto assinado pelo então presidente, Luis Inácio Lula da Silva, permitiu que o combate ao trabalho infantil se tornasse mais abrangente. A ideia era de proteger melhor as crianças e adolescentes que são submetidos a atividades degradantes no campo e na cidade. Em 2011, havia 704 mil menores entre 5 e 13 anos no mercado de trabalho, esse número caiu 21%, chegando a 554 mil. Mas falta fiscalização, especialmente no campo onde as distâncias são enormes e os recursos não são suficientes. A questão cultural é outro entrave – diz que a criança deve trabalhar para não virar marginal ou entrar no mundo das drogas. Trabalho ou droga é o que resta para milhares de crianças.

Murilo Zauith firma parceria com o programa UOL Universidades
Murilo Zauith firma parceria com o programa UOL Universidades

Triste Natal para empresários que tem negócios com cinco estados

Empresários que têm negócios com os governos de Goiás, Rio Grande do Sul, Paraná, Maranhão e Amapá precisam traçar um plano de contingência para o fim do ano. Por conta do pagamento do décimo terceiro salário do funcionalismo, os fornecedores desses Estados só devem ver a cor do dinheiro no ano que vem.

Murilo Zauith firma parceria com o programa UOL Universidades
Murilo Zauith firma parceria com o programa UOL Universidades

Onze de dezembro – Dia Nacional do Controle de Peso

As pessoas mentem sobre o peso? Sim! Estudos de 2012 e 2013 mostram que ao preencher formulários, as pessoas diminuem seu peso e aumentam a altura. Mulheres e brancos escondem mais os quilinhos. A possibilidade de não mentir sobre o peso, para quem tem excesso, é quase a mesma de se tornar santo – uma em 20 milhões. A maior vítima da mentira é a mãe. Uma pesquisa descobriu que 25% dos homens e 20% das mulheres admitem mentir para a matriarca.

Murilo Zauith firma parceria com o programa UOL Universidades
Murilo Zauith firma parceria com o programa UOL Universidades

Las Vegas made in Paraguay

O governo paraguaio quer transformar Ciudad del Este em uma espécie de Las Vegas sul-americana. O projeto piloto está pronto e foi concebido por Cassio Taniguchi, ex-prefeito de Curitiba.

Murilo Zauith firma parceria com o programa UOL Universidades
Murilo Zauith firma parceria com o programa UOL Universidades

Fitness até para dormir

A tendência do “lifetracking”- o rastreamento dos dados produzidos no dia a dia da cidade para criar padrões de comportamento – vem com tudo. O Fitbit Flex captura dados como: quantos passos você deu, qual distância percorreu e quantas horas dormiu. Tudo com uma tira de borracha atada ao pulso. Custa entre R$ 500 e R$ 600.

Murilo Zauith firma parceria com o programa UOL Universidades
Murilo Zauith firma parceria com o programa UOL Universidades

Copa Mundial High-Tech

Toda Copa é a mesma coisa: novas tecnologias aparecem e instala-se uma discussão entre quem acredita que a graça do futebol é discutir os lances e quem acha que o esporte tem de se beneficiar das novidades propiciadas pela informatização.

1. TLG – Tecnologia de linha de gol. Testada no Mundial Interclubes no final do ano passado quando o Corinthians sagrou-se campeão, é a maior mudança tecnológica que a FIFA implementará na Copa 2014. O sistema usa sete câmeras de alta definição e velocidade em cada gol que ficam na cobertura dos estádios. Transmitem um sinal se a bola ultrapassou ou não a linha do gol.

2. Spidercam – Foi usado em quatro estádios da Copa de 2010. Todos os estádios brasileiros usarão. A câmera parece estar dentro do campo. Fica afixada nas extremidades do estádio e seu diferencial é filmar os lances de dentro do campo ou de cima.

3. Painéis e telões de LED – Usados na iluminação externa de vários estádios europeus, esses painéis deixarão os estádios brasileiros com visual colorido por fora e no interior servem como espaço para publicidade. O maior estará no estádio do Corinthians com 170 metros de largura por 20 metros de altura.

4. Ultradefinição – As transmissões dos jogos serão feitas por câmeras de ultradefinição Sony. Elas trazem uma imagem com mais de 8 milhões de pixels o que equivale a quatro vezes o Full HD.

5. Catracas – Estádios terão catracas inteligentes e com câmeras – não será preciso empurrá-las para entrar nos jogos. Com um software de controle envia-se um comando para que abaixem suas hastes automaticamente em caso de emergência.

Murilo Zauith firma parceria com o programa UOL Universidades



E o Bernal só sabe falar no rádio e nadinha de ser prefeito. Entregou tudo para o cara da faculdade e vai falar e falar. Nota zero.
 
Marcos Medina em 09/12/2013 16:36:51
E o Bernal? Ele não faz coisíssima nenhuma. Só enrola. O prefeito mais enrolador do século.
 
Alirio dos Santos em 09/12/2013 15:06:48
Não imaginava que ta faltando tanta vagas nas creches. Até quando?
 
Donald Fantinati em 09/12/2013 11:30:38
Cade o Bernal e sua administração voltada para a gente. Voltada para nada.
 
Lucimar Hermes em 09/12/2013 11:17:18
Ta faltando dez mil vagas nas creches E o Bernal?
 
Paulo Afonso Medeiros em 09/12/2013 10:45:56
Parabéns ao Murilo pela nova investida educacional.
 
Alberto Magno Simões em 09/12/2013 08:40:15
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.