A notícia da terra a um clique de você.
 
23/08/2015 09:08

Quem tem boa memória é aquele que consegue ser seletivo com elas

Mário Sérgio Lorenzetto
Quem tem boa memória é aquele que consegue ser seletivo com elas

Cérebro estranhos. Você consegue desenhar a logomarca da Apple?

Veja Mais
Descascar mais, desembalar menos
Diga sim à vida. O aborto é inaceitável

A Universidade da Califórnia solicitou a 100 alunos para desenhar a logomarca da Apple. Embora muitos fossem usuários de Macs e iPhones e estivessem confiantes de que poderiam completar a tarefa, somente um deles conseguiu. Em outro teste similar, os participantes tiveram de escolher a logomarca da Apple correta no meio de uma sequência que incluía versões modificadas - o resultado foi que menos da metade escolheu a marca correta. ´No entanto, a experiência mais famosa sobre o assunto mostrou que poucas pessoas são capazes de dizer de que lado está virado o rosto do Barão do Rio Branco, ou onde está escrito "Brasil" na moeda de R$0,50. A moeda é um objeto familiar e, no entanto, não focamos nos detalhes. Outras pesquisas mostram que o mesmo acontece com teclados de calculadoras e de computador, também com botões de elevadores e a quase totalidade das sinalizações em rodovias. A pesquisa considerada mais preocupante é a que trata da localização dos extintores de incêndio - ninguém sabe onde eles estão em um prédio ou escritório.

Se você tentou realizar alguma das pesquisas sugeridas, provavelmente não se lembrou de nenhum detalhe questionado. Então, sua memória visual é assim tão terrível? Em verdade, inúmeras pesquisas comprovam que temos boa memória para a informação visual. Estudos mostram que somos surpreendentemente hábeis em reconhecer objetos ou imagens complexas. Mas, há um grande problema - saturação da atenção. Nosso cérebro está saturado de informações. Essa foi a primeira descoberta. Em seguida, descobriram que nós não sobrecarregamos nosso cérebro com informações que acreditamos que não vamos usar. Logomarca da Apple, cara do Barão, local das letras ou dos números nos teclado, localização do extintor de incêndio e milhares de outras informações são "deletadas" pois as consideramos inúteis. Em uma pesquisa paralela, 96% dos participantes recordavam a localização dos bebedouros do escritório.

O entendimento hoje em dia é o de que quem tem boa memória é aquele que consegue ser seletivo com elas. Isto é, pessoas com boa memória seletiva podem ser muito eficientes. Mudaram os conceitos de boa memória, aqueles considerados de possuírem memórias excelentes são capazes de lembrar de uma conversa trivial, mas não lembram onde colocaram a chave do carro. Há ainda uma terceira chave para a compreensão da memória - ela é contaminada por todo o conhecimento que acumulamos. Retornemos ao exemplo da logomarca da Apple. Muitos erraram ao tentar desenhá-la porque suas memórias sinalizavam que a mordida deveria ter marcas de dentes porque nenhuma dentada é lisa. Isso, é o que denominam de "contaminação da memória". Para auxiliar a memória do leitor, as três chaves para o entendimento são: não sobrecarregamos o cérebro com informações que entendemos ser inúteis, a melhor memória é a de quem consegue ser seletivo na hora de acumulá-las e estarmos atentos com as contaminações. Memorizaram?

Quem tem boa memória é aquele que consegue ser seletivo com elas
Quem tem boa memória é aquele que consegue ser seletivo com elas

Cadeira de rodas para subir escadas.

Existem aproximadamente 750 mil brasileiros que não conseguem andar e nem subir escadas, segundo o IBGE. Pior, menos de 5% das ruas do Brasil têm rampas que possibilitem o acesso dos cadeirantes às calçadas. Foi pensando em facilitar a vida desse contingente que a Universidade de Zurique (Suíça) criou uma cadeira de rodas capaz de subir escadas. Batizada de Scalevo, a cadeira possui uma esteira que serve de ponte e permite o ocupante vencer os degraus. O protótipo será apresentado em 2016 e estará em linha de produção no ano seguinte.

Quem tem boa memória é aquele que consegue ser seletivo com elas
Quem tem boa memória é aquele que consegue ser seletivo com elas

"Escolhas difíceis". O mito criado pelos executivos no momento das demissões.

A frase que está se tornando costumeira no momento que um executivo ou empresário demite funcionários é: "Escolhas difíceis terão de ser feitas". É o mais novo eufemismo dos executivos e um dos mais dissimulados. "Escolhas difíceis" implica em "isso vai doer mais em mim do que em você", sugerindo ao mesmo tempo que o executivo automaticamente fez a escolha certa e a opção da não demissão seria ainda pior. Ledo engano. A escolha que ele fez foi entre o próprio lucro e a manutenção do emprego de muitas pessoas.

Quem tem boa memória é aquele que consegue ser seletivo com elas
Quem tem boa memória é aquele que consegue ser seletivo com elas

Os transgênicos contra atacam. Há um lado ambientalmente correto no uso dessas sementes?

Os ambientalistas frequentemente atacam as sementes de soja, milho e algodão geneticamente modificadas. O argumento usual é de que elas seriam uma ameaça ao equilíbrio ecológico. Pode ser. Mas, passadas décadas, nada ficou comprovado. Mas, um estudo desenvolvido pela consultoria de agronegócios Céleres tenta demonstrar o inverso - as sementes transgênicas teriam um lado ambientalmente eficaz.

Com o plantio dessas sementes teria ocorrido economia de água, óleo diesel e de produtos químicos. Entre os anos de 1996 e 2014, elas teriam economizado 42 bilhões de litros de água, também teriam deixado de ser consumidos 351 milhões de litros de óleo diesel e 47 mil toneladas de agrotóxicos. E mais, o plantio dessas sementes diminuiria a necessidade de aumentar a área ocupada pela agricultura na próxima década. De acordo com a Céleres, a semente transgênica não só deixaria o banco dos réus como passaria ao patamar de heroína do mundo.

Quem tem boa memória é aquele que consegue ser seletivo com elas



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.