A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


04/09/2015 09:23

7 Dicas para aprender (ou atualizar) o seu inglês de graça!

Por Emanuel Gutierrez Steffen (*)

Em tempos de incerteza na economia brasileira e aumento no custo de vida por conta da alta dos juros, alguns ajustes nas finanças são necessários, não é mesmo?E os custos adicionais, como aquele tão sonhado (e indispensável!) Curso de inglês, precisam ser repensados.Porém, adquirir conhecimento justamente em tempos difíceis pode ser aquele diferencial que faltava para você se destacar na carreira ou até mesmo conquistar a independência financeira.

Veja Mais
Analfabetismo financeiro segue alto na era da informação
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?

Para espantar as dificuldades, com criatividade e dedicação é possível sim turbinar o seu inglês, e o melhor, com algumas dicas que funcionaram para mim. Veja:

1. Faça um curso online de inglês: A plataforma Duolingo oferece diversos cursos de idiomas totalmente gratuitos. O curso tem formato de game em que você acumula pontos a cada “fase” e que podem ser trocados por atividades mais desafiadoras.Um estudo conduzido pela City University de Nova York e pela Universidade da Carolina do Sul mostrou que 34 horas de aula no Duolingo equivalem a 1 semestre de curso de idioma em uma universidade! Saiba mais em www.duolingo.com.

2. Leia artigos de um jeito diferente: Pouca gente sabe, mas a BBC Brasil possui uma seção supercompleta cujos artigos combinam textos em inglês com vídeos explicativos e narrados por um apresentador, exercícios e lista de vocabulários. Tudo dedicado ao ensino do idioma de maneira informativa.

3. Faça um curso online em uma universidade americana: O Coursera é um portal que oferece centenas de cursos online das melhores universidades do mundo. Não são cursos de idiomas, mas cursos incríveis que além de ajudar a dar um gás no seu inglês, também darão destaque no seu currículo.Para ter uma ideia, você pode fazer cursos gratuitos como “Princípios de Economia” em Stanford, “Introdução à Negociação” em Yale e até mesmo Introdução à Guitarra em BerkleeCollegeof Music! Você só paga se quiser adquirir o certificado. Site do Coursera: www.coursera.org.

4. Ouça podcasts: Os podcasts são excelentes alternativas de aprendizado, devido a sua mobilidade, já que você pode ouvir onde estiver, e também para “treinar os ouvidos”. Isso porque você não tem como fazer leitura labial, ler um texto ou acompanhar a legenda.O podcast Englishas SecondLanguage, por exemplo, sãoproduzidas por professores com mais de 30 anos de experiência. As aulas abordam tanto temas atuais, quanto assuntos históricos sobre a cultura dos Estados Unidos. As aulas possuem diálogos em um ritmo adequado para quem está aprendendo. Você pode ouvir do computador ou baixar para ouvir no celular, iPod etc.

5. Assista a filmes com legenda em inglês: Se quer mesmo aprender, esqueça a dublagem! E se você assina Netflix ou qualquer outro serviço por streaming, a dica é: coloque a legenda do filme em inglês e não em português.No começo pode parecer estranho, mas depois de 2 ou 3 filmes você vai tirar de letra e o seu vocabulário vai melhorar muito! Isso porque com o contexto do filme você vai aprender palavras novas, expressões que você não aprenderia em um curso tradicional e a construir frases em diferentes tempos verbais.

6. Faça aulas com vídeos: O Youtube possui muitos canais dedicados ao ensino de idiomas. Um deles é o engVid que possui meio milhão de inscritos e conta com 10 professores e mais de 700 vídeos. Você pode também acessar o site para selecionar conteúdo de acordo com o seu nível de inglês. Lembre-se de se inscrever nos canais para receber atualizações. Veja alguns exemplos:
English Teacher Emma; Site engVid.

7. Monte um grupo de estudos: Você deve ter amigos ou colegas de trabalho interessados em aprender inglês ou mantê-lo atualizado. Que tal montar um grupo? Vocês podem pegar artigos na internet e debater, falar sobre viagem, filmes.Será divertido e já que estará entre amigos será mais fácil quebrar aquela barreira de se sentir envergonhando em falar. Para manter a prática, você pode criar um grupo só com seus amigos no Facebook para compartilhar conteúdo, tarefas, dicas de filmes.

O que você precisa saber para estudar inglês sozinho: Tenha o hábito de estudar em horário pré-definido, como se estivesse matriculado em um curso. É a frequência do estudo que te ajudará a aumentar seu nível de inglês;Não se prenda a entender tudo. É normal querer entender todas as palavras no começo pode ser difícil. Comece por filmes não muito complexos como animações ou um seriado que você gosta muito;

Não desista! É a prática que vai elevar o seu nível. Quantas pessoas você conhece que já estudaram meses fora do Brasil e depois de um tempo perderam a fluência do idioma?Veja quais dicas se adequam melhor ao seu dia a dia e comece a praticá-las! O importante é começar e se comprometer com você mesmo a seguir em frente nos estudos. Depois, quando a maré da crise baixar e você puder bancar um bom curso de inglês, verá que a sua dedicação te ajudou a pular alguns semestres de curso e a economizar um bom dinheiro!

Fonte: dinheirama.com.br
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen, criador do portal www.mayel.com.br

Analfabetismo financeiro segue alto na era da informação
Vamos fazer uma viagem ao passado? Anos 70, que tal? Neil Armstrong chegará à Lua.“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”....
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?
Semana começando! E essa, em especial, após a “black friday”! E aí? Rolando uma “black ressaca” financeira, ou você conseguiu controlar esses instint...
Não supervalorize coisas
Um experimento social muito famoso, executado em diversos países e no Brasil, relaciona dois grupos de indivíduos: o primeiro grupo ganha um objeto e...
O brasileiro nasce, cresce, põe o nome no Serasa e morre?
A pergunta do título é, na verdade, uma piada (de mau gosto) antiga que circula no Brasil. Com as taxas de juros que praticamos aqui, é muito fácil s...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions