A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


23/10/2015 08:37

7 Dicas para sair do vermelho de forma definitiva

Por Emanuel Gutierrez Steffen (*)

Você já teve a sensação de que o mês de repente ficou “mais comprido” que o seu salário? Será que isso é consequência da crise econômica que o país enfrenta? Não necessariamente! Saber que o país está em crise e que a situação tende a piorar não é o suficiente para acabar com a nossa vontade de gastar e comprar aquela roupa que está em liquidação no shopping, fazendo mais um parcelamento no cartão de crédito.

Veja Mais
Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?

Para resolver esse problema é preciso mudar hábitos e comportamento relacionados ao seu dinheiro. Comprar proporciona prazer, mas o descontrole pode acabar com a sua saúde e gerar grandes conflitos dentro de casa. Um dos atalhos e pensamentos do senso comum mais antigos e absurdos diz que, na dúvida, é melhor comprar para não se arrepender depois. Grande ilusão! Quem foi que disse isso? Será que você precisa mesmo comprar? Pode pagar?

Outra fantasia é achar que quando estamos tristes e desanimados precisamos gastar para nos sentirmos melhor. Na verdade, isso até acontece e a química do nosso cérebro associa compras e prazer, mas a sensação é muito breve (o contrário de suas consequências).

Eu costumo dizer: não desconte no seu cartão de crédito os seus problemas emocionais. Ele não tem culpa! A verdade é que jamais seremos felizes com dívidas. Aquela compra que gerou uma alegria momentânea (comprovada pela ciência) pode virar um caos no seu orçamento doméstico; infelizmente, isso é o que mais acontece por aqui.

Mas, o que eu posso fazer para sair desse sufoco?

1 - Anote todos os seus gastos, classificando-os por 30 dias. Só assim você descobrirá o seu verdadeiro padrão de vida;

2 - Estabeleça prioridades e metas como família. O que vocês pretendem conquistar nesse ano? E no médio prazo? E em 10 anos?;

3 - Poupe antes de gastar. Só assim você conseguirá adequar o seu padrão de vida à sua realidade;

4 - Livre-se dos juros elevados. Caso tenha dívidas, faça um mapa das dívidas que cobram juros mais altos e ataque-as primeiro;

5 - Não faça novas dívidas. O maior erro que cometemos é fazer empréstimos mais baratos para quitar o cartão de crédito (isso é legal), mas continuar abusando do cartão, fazendo de novo outra dívida com ele. Dessa forma, você terá duas dívidas em vez uma;

6 - Troque alguns hábitos. Supermercado, alimentação fora de casa, roupas, eletrônicos e estética são os maiores vilões do seu bolso. Reveja-os de forma diligente e com atenção;

7 - Agradeça por tudo que você já tem. Você não precisa impressionar as pessoas e nem fazer o que elas fazem. Você precisa saber o que quer e ser feliz com isso, vivendo a sua vida.

Quer sair do vermelho de forma definitiva e inteligente? Primeiro, pare de procurar culpados ou simplesmente colocar a culpa apenas na crise. Assuma o controle da sua vida financeira e, a partir daí, obedeça suas prioridades, respeite sua família e mude. Um passo de cada vez, mas começando hoje, agora! Boa sorte e sucesso! Conte comigo.

Fonte: Márcio Martins/ dinheirama.com.br
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen, criador do portal www.mayel.com.br

Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Vamos fazer uma viagem ao passado? Anos 70, que tal? Neil Armstrong chegará à Lua.“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”....
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?
Semana começando! E essa, em especial, após a “black friday”! E aí? Rolando uma “black ressaca” financeira, ou você conseguiu controlar esses instint...
Não supervalorize coisas
Um experimento social muito famoso, executado em diversos países e no Brasil, relaciona dois grupos de indivíduos: o primeiro grupo ganha um objeto e...
O brasileiro nasce, cresce, põe o nome no Serasa e morre?
A pergunta do título é, na verdade, uma piada (de mau gosto) antiga que circula no Brasil. Com as taxas de juros que praticamos aqui, é muito fácil s...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions