A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 24 de Janeiro de 2017


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


06/04/2016 07:55

Brasil é o país da renda fixa e isso é bom para você

Por Emanuel Gutierrez Steffen (*)

Não é de hoje que o Brasil é conhecido como o país da renda fixa! Com a taxa de juros em 14,25% ao ano, o Brasil só fica atrás de países como Venezuela, Irã, Moldávia, Cazaquistão, Uganda e alguns outros.Como você deve ter percebido, nenhum país minimamente desenvolvido ou sério tem taxa de juros maior que a nossa. Ou seja, temos um potencial econômico de primeiro mundo, mas com uma taxa de juros de terceiro mundo.Essa anomalia faz com que muitos investidores estrangeiros escolham nosso país para aportar seus recursos. Mesmo com elevada inflação, desemprego em alta, economia em recessão, crise política interminável e com a velha insegurança jurídica que insiste em atormentar os estrangeiros que por aqui aportam seus recursos, em se tratando de investimento “livre de risco” continuamos sendo um oásis.

Apesar do prejuízo que uma SELIC elevada traz à economia do país e às contas públicas, para a população que tem dinheiro guardado e não sabe onde investir essa pode ser uma excelente oportunidade de obter boa rentabilidade sem correr muitos riscos.Com a taxa de juros elevada, os ativos de renda fixa tendem a ter sua rentabilidade aumentada por acompanharem esse movimento de mercado. Resultado? Títulos do Tesouro, LCIs, LCAs, CDBs e outros produtos estão remunerando muito bem os investidores.Se o seu dinheiro está parado na poupança ou se você pretende iniciar em breve no mundo dos investimentos, considere alocar uma fatia do seu capital em ativos de renda fixa. Assim, você conseguirá obter uma rentabilidade superior estando submetido ao mesmo nível de risco.

No entanto, é preciso ter atenção para alguns detalhes importantes. Nas aplicações em que incidem Imposto de Renda, como Títulos do Tesouro e CDBs, o ideal é que seu capital fique investido por mais de dois anos, pois assim você pagará a menor alíquota de imposto – 15% sobre o ganho de capital.Em se tratando de renda fixa, bancos e financeiras de menor porte tendem a remunerar melhor o capital investido do que as grandes instituições. Dependendo do produto e da instituição, essa diferença pode representar um ganho substancial ao longo de alguns anos. Portanto, antes de investir no primeiro produto que seu gerente te indicar, compare com produtos de outras instituições de menor porte para ver qual a melhor opção para seu bolso.

Nunca é demais lembrar que há proteção através de uma instituição denominada FGC – Fundo Garantidor de Crédito. Esse instrumento assegura que, caso a instituição financeira tenha problemas que a impeça de honrar seus compromissos, haverá ressarcimento de cada CPF até o limite de R$ 250 mil.Fique atento aos detalhes citados e você estará muito próximo de investir seu dinheiro de maneira correta, segura e, ainda por cima, obtendo um belo retorno financeiro. Antes que você diga que não tem dinheiro para investir, lembro que, atualmente, com menos de R$ 50,00 é possível investir em alguns produtos de renda fixa. E agora, qual a sua desculpa? Comece agora mesmo!

Fonte: Samuel Magalhães|dinheirama.com.br
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen é criador do portal www.mayel.com.br

Educação em foco VII - Como bancar uma pós no exterior
  Fazer uma pós graduação no exterior é o sonho de muitos profissionais e estudantes brasileiros. O curso em outro país é uma experiência que proporc...
Educação em foco VI - Como escolher a pós-graduação ideal
Mestrado, doutorado, MBA, especializações. Opções não faltam para quem está pensando em fazer uma pós-graduação. Mas como saber qual opção é a mais i...
Educação em foco V - Como escolher a pré-escola
Que critérios usar para escolher a melhor Educação Infantil? Para ajudá-lo na tomada da decisão levantamos 15 questões que precisam ser observadas an...
Educação em foco IV - Como escolher uma autoescola
A autoescola exerce papel fundamental na formação de um condutor que seja capaz de realizar os testes do Detran, ser aprovado e ter condições para sa...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions