A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


20/07/2016 08:27

Conhecimento: o melhor investimento de todos os tempos

Por Emanuel Gutierrez Steffen (*)

Poupar. Investir. Escolher o melhor investimento. Como começar? Eu certamente falei bastante sobre tudo isso aqui no Dinheirama, mas como eu sempre defendo, nunca é demais reforçar (e relembrar). Investir, afinal de contas, é a essência da multiplicação financeira.Mas, será que existe mesmo o tal “melhor investimento”? Pretendo tratar daquele que é o investimento mais importante, não apenas nos dias de hoje, mas em qualquer tempo. Este investimento tem o objetivo de pavimentar uma estrada que dará a você o acesso a várias fontes de renda.Com uma renda maior, aí sim você poderá usar o excedente poupado (que será cada vez maior) para realizar os outros tipos de investimentos que indicamos por aqui, como a renda fixa, renda variável, investimentos em startups ou na sua própria empresa.

Veja Mais
Os investimentos e seus custos
Como os atletas perdem milhões

O melhor investimento de todos os tempos é o conhecimento. Investir em você mesmo, melhorando a sua capacitação, é a forma mais eficaz de garantir uma vida financeira melhor. Este conhecimento é também chamado de capital intelectual.Você deve realizar este investimento antes de qualquer outro e para sempre, pois nossas vidas financeiras são normalmente iniciadas quando geramos renda através de nosso trabalho (a chamada renda ativa), e isso depende das nossas atividades (que dependem de nosso conhecimento).

Quanto mais conhecimentos específicos você tiver, e quanto mais eles estiverem alinhados com as formas que você escolheu para gerar renda, mais valor você irá gerar para as pessoas jurídicas (empresas) e pessoas físicas (sociedade); você certamente será bem pago por isso. Assim, quando você trabalha e ganha, por exemplo, R$ 1.000,00, você deve separar imediatamente uns R$ 200,00 para investir em um curso de inglês (ou espanhol) ou em algum curso específico de capacitação profissional para melhorar suas habilidades, que farão você ganhar mais, gerando um ciclo positivo. Atenção para algo muito importante e que muitas pessoas deixam de fazer. Fique atento: você precisa fazer investimentos na sua capacitação dentro de um plano de recuperação do que foi investido e ainda lucrar a partir dos novos conhecimentos adquiridos.Um exemplo clássico de uma pessoa que não investe na sua capacitação com planejamento é aquela que faz uma faculdade e, depois de concluir o curso e começar a trabalhar, descobre que não gosta do trabalho e vai fazer outra coisa.

Anos de tempo e milhares de reais perdidos em uma situação ocasianada, na maioria dos casos, por falta de planejamento. Ainda vejo muitos jovens fazendo uma faculdade apenas “por fazer”, para ter um diploma, como se isso fosse garantia de algum bom emprego depois da formatura.
Se você não sabe o que quer fazer da vida, antes de sair gastando dinheiro (seu ou de seus pais) de forma desordenada, o melhor é experimentar alguns tipos de trabalho que você julga interessantes, bem como avaliar o potencial de renda da atividade. Então, com uma visão melhor, você poderá partir para um curso mais longo e com maior investimento de tempo e dinheiro.

Neste período de experimentação profissional, aceite inclusive fazer estágios não remunerados ou atividades voluntárias, pois neste momento o objetivo não é ganhar dinheiro, mas sim tomar uma decisão acertada quanto ao seu futuro profissional.Lembre-se: você está pagando para obter um conhecimento que precisa oferecer, de alguma forma, uma melhoria na sua qualidade de vida, seja gerando mais renda ou resolvendo algum problema que não envolve dinheiro, mas que facilitará sua rotina de alguma forma. Pensar em investimento e retorno quando falamos de cursos e treinamentos é algo que poucos fazem de forma certeira, então fique esperto para isso também.

Como conhecimento nunca é demais, minha recomendação é que você crie uma rotina para estar sempre aprendendo algo novo e que seja útil para sua vida pessoal e profissional.Uma das maneiras de fazer isso de forma econômica é através da leitura de livros nas suas áreas de interesse. Costumo dizer que livros não geram efeitos colaterais, pois o máximo que vai acontecer é você não gostar do conteúdo, mas, ainda assim, terá tido a oportunidade de melhorar suas capacidades cognitivas e de interpretação.

A outra maneira é através das plataformas de MOOC, do inglês Massive Open Online Course (Curso Online Aberto e Massivo). Elas proporcionam aos alunos a possibilidade de realizar vários cursos online e gratuitos; em alguns deles, você poderá realizar uma prova e ter um certificado de conclusão e aprovação. Gosto disso, pois você pode experimentar um curso antes de pagar para realizar as provas que darão acesso ao certificado, e só fará isso se fizer sentido dentro do seu planejamento de investimento e retorno. Deixo aqui a dica para você conhecer o Veduca, um exemplo disso que acabei de falar. Quando você começar a trabalhar e ganhar dinheiro, em vez de ir logo fazendo o financiamento do seu primeiro carro (mesmo sem necessidade), tornando-se “escravo” das prestações, pense antes em investir em você mesmo. Dessa forma, um pouco mais adiante você terá mais recursos financeiros para comprar seu carro à vista, e muito mais.E se você já trabalha há muito tempo e está “estacionado” no seu emprego, saiba que nunca é tarde para mudar esta situação, mas lembre-se: a responsabilidade pela mudança é sua. Um abraço e até a próxima!

Fonte: Conrado Navarro/Dinheirama.com.br
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen é criador do portal www.mayel.com.br

Os investimentos e seus custos
Taxas. Está aí uma palavra que ninguém gosta, mas que tem que aturar. Elas estão em todo o lugar, e mesmo quando não estão visíveis, pode ter certeza...
Como os atletas perdem milhões
Recentemente, um amigo me enviou um artigo de revista que continha alguns exemplos divertidos dos gastos fora de controle de atletas profissionais. C...
Qual é a melhor hora para comprar?
Quando fui convidado a escrever este artigo para o Dinheirama, pelo Renato De Vuono, encarei isso como um grande desafio. Intuitivamente, e para ser ...
Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Vamos fazer uma viagem ao passado? Anos 70, que tal? Neil Armstrong chegará à Lua.“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”....



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions