A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


14/08/2013 08:37

O que são índices financeiros?

Emanuel Gutierrez Steffen (*)

Neste artigo vamos continuar a conhecer um pouco mais sobre o funcionamento da economia em um aspecto mais geral para tentarmos clarear quais suas principais “engrenagens” e como elas nos influenciam. Todos os dias quando assistimos telejornais é quase uma regra ouvirmos sobre á inflação, sobre o crescimento (ou a falta dele) da economia, a reunião do “Copom”, a expectativa em relação á “taxa de juros”. Todas essas informações começam a interessar cada vez mais brasileiros, á medida que também cresce cada vez mais, o conhecimento sobre como essas informações afetam a nosso dia-a-dia.

Como nos exemplos acima podemos verificar que algumas informações chave são as que recebem maior destaque. Esse tipo de informação “chave” é conhecido em economia com o nome de “indicadores de desempenho”. Como o próprio nome indica, esses índices revelam o desempenho do objeto analisado, e nada mais são que espelhos que nos permitem enxergar como um mercado esta se comportando em um determinado momento. Concluindo, é através destes indicadores que obtemos um “resumo” sobre o funcionamento da economia como um todo, de um mercado, ou sobre a interação de determinados agentes. Vamos conhecer agora quais são, e o que são os principais indicadores econômico-financeiros que mais influenciam nossas vidas.

PIB – Produto Interno Bruto: É através deste índice que medimos o total da riqueza gerada pelo país em um determinado período de tempo. O PIB mede o conjunto da produção de bens e serviços realizada em território nacional.

Os índices de inflação são médias ponderadas dos preços do que uma comunidade consome, e que revelam o comportamento de centenas de preços de produtos ou serviços.

IPCA – Índice de Preços ao Consumidor Amplo: Calculado pelo IBGE com periodicidade mensal entre os dias 1 a 30 do mês de referencia.

IGP-M – Índice Geral de Preços no Mercado: Calculado pela FGV, é um média ponderada de outros índices de setores específicos --> IPA – Índice de preços no Atacado, IPC – Índice de preços ao consumidor e o INCC – Índice Nacional de Custo da Construção.

Podemos definir os índices de taxa de juros como o “preço/custo do dinheiro”, e são fundamentais, pois são estes que determinam os comportamentos relacionados ao consumo e ao investimento. Para entender isso basta lembrar-se do seu limite de cheque especial, ou de seu cartão de crédito, e a influencia deles no seu bolso. Ou também no momento da escolha dos produtos de investimentos onde a rentabilidade (o produto que paga mais juros) é fator decisivo.

SELIC - Meta – É a taxa básica da economia divulgada pelo COPOM – Comitê de política monetária, e serve de base para o acompanhamento das metas de inflação.

SELIC - Over – Taxa calculada de acordo com a média da remuneração dos títulos públicos federais.

CDI – Certificado de Depósito Interfinanceiro: O CDI é um título privado que é negociado diariamente somente entre as instituições financeiras, e a “Taxa CDI” ou “DI” como também é conhecida é resultado da média diária das taxas de juros destas operações. A “Taxa DI” é a principal referencial para a rentabilidade de fundos de investimentos.

TR – Taxa Referencial: A “Taxa TR” é criada á partir das taxas praticadas pelos bancos nas captações de CDB/RBD. É utilizada para rendimento de alguns títulos públicos e da (queridinha dos brasileiros) Caderneta de Poupança.

Então o que achou? Agora você já pode assistir ao jornal e realmente entender (ou começar a entender) o que o noticiário econômico informa, e principalmente, compreender o que tudo isso tem a ver com a sua vida pessoal, e seus investimentos. Não deixe de enviar comentários, duvidas, e/ou sugestões para as próximas publicações. Muito obrigado pela sua atenção amigo leitor, até a próxima.

Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen – Criador do portal www.manualinvest.com

 

Quanto devo poupar ou gastar? Essa é a questão
Uma das grandes perguntas que temos na vida é essa. Ser um perdulário e gastar desenfreadamente vivendo só o agora ou ser um avarento e economizar o ...
Tenha mais qualidade de vida hoje e sempre
Estamos vivendo 30 anos ou mais do que nossos avós e bisavós, mas seguimos aposentando com mais ou menos 60 anos. Devemos mudar o papel dos 50 ou 60 ...
Filhos ricos? Pratique a educação financeira agora
Algumas histórias são tão simbólicas que passam despercebidas diante dos olhos de muita gente. Suas lições, no entanto, são razão para profundas refl...
5 orientações para utilizar seu saldo do FGTS
Recentemente, o Governo Federal anunciou que irá autorizar o saque de contas inativas do FGTS, aquelas que não recebem mais depósitos desde dezembro ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions