A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


01/11/2013 07:51

Quanto custa seu Pet!?

Emanuel Gutierrez Steffen*

Os animais de estimação estão cada vez mais presentes nos lares brasileiros. Em 2007, a população de cães era estimada em 29,7 milhões e a de gatos em 14 milhões, segundo dados da Anfal Pet (Associação Nacional dos Fabricantes de Alimentos para Animais de Estimação). No mesmo ano, cerca de 43% dos domicílios tinham cachorros ou gatos, de acordo com pesquisa do Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística). Assim como cresce o número de famílias que resolvem adotar um bichinho, aumentam também os gastos dos donos com seus pets. Se antigamente um animal era tratado com restos de comida, hoje muitos consomem ração de boa qualidade.

Veja Mais
Como os atletas perdem milhões
Qual é a melhor hora para comprar?

Ter um animal de estimação pode custar caro, mas qual é o real peso deles no seu orçamento? Um estudo feito pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) mostrou que o gasto médio mensal com cães de grande porte varia entre 314 reais (3.768 reais por ano) e 859 reais (10.308 reais por ano), e para donos de raças pequenas o gasto médio vai de 133 reais (1.596 reais por ano) a 372 reais (4.464 reais por ano). Segundo a pesquisa, os gatos são mais econômicos que os cachorros: suas despesas mensais médias vão de 84,19 reais - ou 1.010,28 reais por ano - a 278,12 reais mensais, o equivalente a um gasto anual de 3.337,44 reais.

As aves, os roedores e os peixes são os animais que menos pesam no bolso dos donos. Roedores custam cerca de 25 reais mensais (300 reais por ano), os peixes, 18 reais (216 reais por ano) e as aves não geram mais de 15 reais de gastos por mês (180 reais por ano). Os valores consideram os gastos com ração, vacinas, banho, tosa, controle de pulgas e outros cuidados. Estes preços usados como referência são aqueles praticados na cidade de São Paulo, onde foi realizada a pesquisa. Com todos estes gastos crescentes, segue agora algumas dicas sobre como economizar nos cuidados com os pets, sem deixá-los desprevenidos.

Adoção de Bichos: Para quem ainda nem adquiriu um bicho fica a dica que ao adotarmos não só economizamos o dinheiro, como também oferecemos um lar definitivo para o peludo. Normalmente esses bichos já vêem castrados, vacinados e vermifugados.

Saúde Animal: Prefira sempre a medicina preventiva: vacinação em dia, vermifugação, anti-pulgas e carrapaticidas. Procure sempre seguir todas as orientações veterinárias. Caso o animal venha precisar de cuidados médicos, lembre-se que existem muitos hospitais-escolas que atendem por preços mais em conta.

Acessórios: Os bichos realmente não se importam com marca de brinquedos. Seja criativo, pegue brinquedos que crianças não usam mais, tire as peças pequenas ou que podem ser engolidas e dê ao bicho.

Alimentação: A melhor forma de economizar a alimentação é exatamente pagando mais caro em uma ração de qualidade superior. Isso faz com que o animal sinta menos fome durante o dia e precise de uma quantidade menor, além do que não acarretará em problemas futuros. Sacos grandes de ração são os mais indicados.

Banhos: Se o dia estiver quente e você puder banhar o animal em casa é a melhor coisa. O animal não ficará estressado e estará em um local muito mais agradável, mas lembre-se, secar bem é fundamental.

E então gostou? Compartilha também algumas dicas sobre como economizar com seu pet aqui nos comentários. Até a próxima!

(*) Com informações de Exame & Bichos Brasil.

Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas conseqüências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen – Criador do portal www.manualinvest.com - Cursou Gestão Financeira na Universidade Católica Dom Bosco, Administração na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. É habilitado pela ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais) com as Certificações Profissionais Série - 20 e Série - 10.

Como os atletas perdem milhões
Recentemente, um amigo me enviou um artigo de revista que continha alguns exemplos divertidos dos gastos fora de controle de atletas profissionais. C...
Qual é a melhor hora para comprar?
Quando fui convidado a escrever este artigo para o Dinheirama, pelo Renato De Vuono, encarei isso como um grande desafio. Intuitivamente, e para ser ...
Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Vamos fazer uma viagem ao passado? Anos 70, que tal? Neil Armstrong chegará à Lua.“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”....
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?
Semana começando! E essa, em especial, após a “black friday”! E aí? Rolando uma “black ressaca” financeira, ou você conseguiu controlar esses instint...



Keila Josefa qual é o produto que você utiliza para os cuidados dos ouvidos de seus cachorros? Manda o nome do produto por gentileza ou pelo meu e-mail diego_sebastian21@hotmail.com ou pelo facebook Diego Sebastian
Desde já muito obrigado!
 
Diego Sebastian em 02/11/2013 21:59:33
OLOCO A PESQUISA DA ABINPET TÁ COMPLETAMENTE EQUIVOCADA, TENHO UMA CADELA ROTWEILLER E GASTO MAIS OU MENOS R$ 200,00 POR MES COM ELA, MEU VIZINHO TEM DOIS CACHORROS TOMBA LATA E GASTA NO MÁXIMO R$ 100,00 COM OS DOIS POR MES, SÓ RAÇÃO E AINDA TEM DIAS QUE DÁ COMIDA MESMO, A ABINPET TEM OS DADOS DOS USUARIOS ASSÍDUOS DE PET SHOP, CREIO EU QUE 50% DOS ANIMAIS FREQUENTAM PET SHOP MENSALMENTE, ISSO CHUTANDO ALTO, POIS ACHO QUE A MAIORIA NUNCA ENTROU EM PET SHOP.
 
maximiliano nahas em 01/11/2013 15:04:29
Nossa.. Tudo bem que os valores foram apresentados como uma "média", mas eu gasto menos da metade disso com meus cachorros, rsrsrs... O poodle gasta um pouco mais, pois precisa de tosa periódica. Mas ainda assim preferimos dar banho em casa, devido ao conforto (cuidamos para não entrar água nos ouvidos, e depois fazemos a limpeza de ouvido com um algodão e o produto específico, de uma marca muito boa - sendo bem guardado, dura uma eternidade). Já a vira-latas então gasta menos ainda! É extremamente resistente a doenças, está sempre saudável e não precisa ser tosada... Ambos comem ração de boa qualidade e tomam todas as vacinas em dia. Além disso, fazemos um bom controle de mosquitos para proteger não só aos animais, mas também a nós. Ter cachorro é tudo de bom! Cuidar deles é uma terapia.
 
Keila Josefa em 01/11/2013 14:26:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions