A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


21/10/2015 08:36

Quer prosperar? Planeje e execute!

Por Emanuel Gutierrez Steffen (*)

Em artigos anteriores, já falei exaustivamente a respeito do planejamento e sua importância para a vida financeira das pessoas. Mostrei, através de exemplos práticos, de que forma o bom planejamento pode auxiliar a construção de um futuro mais próspero.Hoje, porém, vou deixar esse tema de lado e falar de algo tão relevante quanto o planejamento: a execução. Planejar é importante, planejar ajuda, mas planejamento sem execução é perda de tempo.

Veja Mais
Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?

Por isso, senti-me na obrigação de, após tantos artigos dissertando sobre o planejamento, escrever um que abordasse o passo seguinte. Em se tratando de finanças, as pessoas costumam cometer dois erros básicos:O primeiro é não planejar sua vida financeira, seu orçamento, suas decisões de consumo, suas metas e etc.;E o segundo erro é não executar o planejamento quando esse é feito.

Agora me responda: qual a diferença entre não elaborar um plano e elaborar um plano e não executá-lo? Isso mesmo: nenhuma! Quem não coloca em prática aquilo que planejou está fadado a ter os mesmos problemas que aquele que nem sequer se deu a esse trabalho.

Evidentemente, entre o ato de planejar e o de executar esse planejamento existe uma série de variáveis. Muitas vezes, pode ser que as coisas não saiam exatamente como você gostaria.
É bem possível que alguns aspectos fujam do seu controle e que você precise reformular aquilo que já havia planejado, afinal de contas imprevistos surgem em todas as áreas da vida, com as finanças não seria diferente.

Independentemente de qualquer variável, o importante é que você possa efetivamente executar o seu planejamento. Por mais que ele tenha sofrido modificações, por mais que você não possa fazer tudo que deveria, nem da maneira que deveria, o importante é fazer alguma coisa.

Como diria o ditado: “O feito é melhor do que o perfeito”. E já que a perfeição é uma utopia, cabe a nós executar da melhor maneira possível, com os recursos que temos disponíveis, o nosso planejamento. Mas nunca, jamais, em hipótese alguma, abra mão dessa execução.É possível alcançar o sucesso financeiro sem se planejar, mas impossível alcançá-lo sem pôr a mão na massa. Tentar, errar, aprender, aperfeiçoar e, dessa forma, ir melhorando a gestão da sua vida financeira é fundamental.

Se as suas finanças estão uma bagunça, chegou a hora de mudar isso de uma vez por todas. Tire um tempo para colocar a casa em ordem e planejar seu futuro financeiro. Mas não se esqueça: o mais importante é o que virá depois disso, quando você começar, enfim, a realizar aquilo que planejou.

Fonte: Samuel Magalhães/ dinheirama.com.br
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen, criador do portal www.mayel.com.br

 

Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Vamos fazer uma viagem ao passado? Anos 70, que tal? Neil Armstrong chegará à Lua.“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”....
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?
Semana começando! E essa, em especial, após a “black friday”! E aí? Rolando uma “black ressaca” financeira, ou você conseguiu controlar esses instint...
Não supervalorize coisas
Um experimento social muito famoso, executado em diversos países e no Brasil, relaciona dois grupos de indivíduos: o primeiro grupo ganha um objeto e...
O brasileiro nasce, cresce, põe o nome no Serasa e morre?
A pergunta do título é, na verdade, uma piada (de mau gosto) antiga que circula no Brasil. Com as taxas de juros que praticamos aqui, é muito fácil s...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions