A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


19/09/2016 08:29

Seguros e aposentadoria: pense no amanhã!

Por Emanuel Gutierrez Steffen (*)

Hoje o assunto é o futuro, mas com um viés um pouco mais pesado e necessário de ser tratado. Falaremos do futuro contextualizado com a velhice, imprevistos de saúde, acidentes e morte. Credo! Não dá para falar de coisas boas?! Sim, e é exatamente este o objetivo. Quero que você reflita no seu futuro (e também em sua família) justamente para que as coisas continuem sendo boas, mesmo em meio às questões inevitáveis e fatais da vida.

Veja Mais
Os investimentos e seus custos
Como os atletas perdem milhões

Proteger é mais importante do que conquistar - Vivemos numa era onde queremos tudo e queremos rápido. Neste contexto tem sido difícil ensinar as pessoas sobre a importância de se ter paciência e planejar suas vidas financeiras. É fundamental refletirmos sobre nossos objetivos de vida e traçarmos planos para alcançá-los, dividindo-os em curto, médio e longo prazo.

De igual forma, precisamos, de uma vez por todas, pensar nos imprevistos que podem acontecer ao longo desse caminho. E acredite: eles virão. Não porque eu esteja sendo o profeta do caos, mas porque não conseguimos controlar todas as variáveis e complexidades da vida. Aliás, proteger nossas conquistas é até mais importante do que seguir conquistando.

De uma hora para outra, dependendo dos fatos, toda uma fortuna pode desaparecer. Estou falando, por exemplo, da perda de um emprego, de um acidente que imobiliza membros do nosso corpo ou de uma doença grave que requer tratamento em tempo integral. Se não estamos preparados para lidar com isso, tudo o que foi conquistado poderá ser gasto rapidamente para cobrir esses eventos.

Quando tudo vai bem, lá no fim pode terminar mal - Outro problema não menos grave é o fato de que tudo pode caminhar bem ao longo de sua vida, sem imprevistos. Você poderá viver bastante, até mais do que esperava, mas isso também pode ser ruim se você não deu atenção ao planejamento. A expectativa de vida das pessoas está aumentando. Ao mesmo tempo, vemos que essas pessoas com comportamentos imediatistas não dão atenção para o fato de que poderão viver muito, mas que quando forem idosos, não terão a mesma disposição da juventude.

Se não nos prepararmos para alcançarmos a velhice com recursos suficientes para termos uma vida digna, estaremos fadados ao sofrimento e à dependência de terceiros. A coisa fica ainda pior quando vemos que o governo já está ajustando a “máquina da previdência social” para retardar ou até diminuir os pagamentos da aposentadoria.

Planejando e se protegendo com previdência privada e seguros - Essas são as duas importantes ferramentas que não podem ficar de fora do seu planejamento financeiro. Enquanto a previdência privada ajuda você a chegar na velhice com a tranquilidade da manutenção de um bom padrão de vida, os seguros ajudam você a preservar o patrimônio que você adquire ao longo da vida.

Quando falo de previdência privada, não estou falando necessariamente daqueles planos que você contrata com seu gerente de banco. Estou falando de você organizar sua vida financeira investindo regularmente para ter recursos mais adiante.

Você mesmo pode montar seu plano de previdência pessoal utilizando, por exemplo, a compra de títulos públicos de longo prazo, ou ações na bolsa de valores que pagam bons dividendos. Pode também adquirir produtos “prontos” de instituições financeiras, desde que observe bem as taxas envolvidas para que elas não “roubem” a sua rentabilidade. E em relação aos seguros, é importante organizar a contratação deles de tal forma que protejam você em vida e também a sua família no caso de sua morte. Lembre-se: o seu futuro depende de suas ações de hoje! Um grande abraço e até a próxima!

Fonte: Giovanni Coutinho/Dinheirama.com
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen é criador do portal www.mayel.com.br

Os investimentos e seus custos
Taxas. Está aí uma palavra que ninguém gosta, mas que tem que aturar. Elas estão em todo o lugar, e mesmo quando não estão visíveis, pode ter certeza...
Como os atletas perdem milhões
Recentemente, um amigo me enviou um artigo de revista que continha alguns exemplos divertidos dos gastos fora de controle de atletas profissionais. C...
Qual é a melhor hora para comprar?
Quando fui convidado a escrever este artigo para o Dinheirama, pelo Renato De Vuono, encarei isso como um grande desafio. Intuitivamente, e para ser ...
Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Vamos fazer uma viagem ao passado? Anos 70, que tal? Neil Armstrong chegará à Lua.“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”....



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions