A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


18/02/2015 08:39

Sites de cupons: mais uma forma de economizar

Por Emanuel Gutierrez Steffen (*)

Você já ouviu falar dos sites de cupons? Assim como os portais de compras coletivas, eles fazem parcerias com lojas e estão no ar para oferecer descontos em produtos e serviços. A diferença, nesse caso, é que você não paga nada pelo cupom – basta escolher o seu e fazer uma compra com desconto.Apesar de parecer uma proposta irresistível, fique de olho para não gastar mais do que você precisa. A tentação de receber um desconto pode levá-lo a fazer uma compra que não estava nos planos e não era uma necessidade. Além disso, estes sites colocam regras no uso de cada cupom. Então, dependendo das condições estabelecidas, nem sempre a compra será um bom negócio para você.Entenda a seguir como funcionam esses sites e quais cuidados você precisa ter ao utilizá-los.

Veja Mais
Os investimentos e seus custos
Como os atletas perdem milhões

Os sites de cupons são confiáveis?

Para ter certeza disso, você precisa verificar o quanto antes se a empresa tem o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ). Este número comprova que o portal tem registro na Receita Federal. Então, quando abrir qualquer site de cupom, procure o CNPJ em algum lugar da página (geralmente essa informação está no final). Outra medida importante é conversar com alguém que já fez compras usando um cupom oferecido pelo portal. “Você pode localizar os clientes dessas lojas nas redes sociais, por exemplo, e obter informações sobre a reputação da empresa, a qualidade de serviços e a confidencialidade em relação às suas informações pessoais”, explica o especialista em marketing Michel CamporezeTéer.

Os cuidados que você precisa ter

Além de verificar se o site tem CNPJ, existem outras precauções importantes antes de adquirir um cupom. “O consumidor precisa se certificar da reputação desses sites”, afirma Michel. Você pode fazer isso acessando sites específicos para reclamações, como o Reclame Aqui. Basta inserir o nome do portal no campo de busca para o Reclame Aqui mostrar a reputação do site, segundo os consumidores, e as reclamações que já foram feitas sobre a empresa.Outra precaução necessária é ler os termos de uso dos cupons. Geralmente, eles estão escritos logo abaixo de cada oferta, em letras pequenas. Entre as condições para a utilização do desconto estão os nomes das marcas que aceitam o cupom e a data de validade. Por isso, fique atento!

Assim como em qualquer compra, não se deixe levar pelos descontos e evite comprar algo que você não precisa ou que não terá dinheiro para pagar. “Diante de muitas informações e ofertas que parecem vantagens deixamos a razão de lado e é comum agirmos pelo impulso que trarão arrependimentos”, alerta o especialista. Então, você já sabe: resista à vantagem do desconto somente porque você está cara a cara com uma promoção!

Como usar um cupom

Estes sites funcionam da seguinte forma: você acessa a página e clica no cupom que gostaria de usar. Em seguida, verá uma janela com um código referente ao desconto que você escolheu. Então, você clica em “Copiar Código” e depois seleciona a opção de ir para o site da loja. Nesse ponto, o site direciona para uma página com os produtos que aceitam o desconto do cupom. No momento de concluir a compra no site da empresa, aparecerá um espaço para você colar o código do seu cupom. Então, o preço do produto que você escolheu já será calculado com o desconto. Mas antes de fechar o negócio, saiba se proteger nas compras online.
Também existem sites que oferecem cupons que podem ser impressos. Quando você escolher algum desse tipo, verá a opção para imprimi-lo. Depois, basta levá-lo até a loja física para ter o seu desconto.

Conheça alguns portais

Entre os principais sites de cupons no Brasil estão o Cuponomia, o Cupom.come o Poulpe. Mas fique atento a cada promoção e não deixe de ler as regras de utilização para não cair em pegadinhas.

Fonte: konkero.com.br/ Luciana Faria
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.*Deseja mais informações ou ainda ampliar seus conhecimentos em investimentos. Acesse o site: www.opatriarca.com.br, ou ligue no Tel: (67) 3306 - 3613 e solicite á visita de um de nossos consultores certificados pela CVM.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen, criador do portal www.mayel.com.br

 

Os investimentos e seus custos
Taxas. Está aí uma palavra que ninguém gosta, mas que tem que aturar. Elas estão em todo o lugar, e mesmo quando não estão visíveis, pode ter certeza...
Como os atletas perdem milhões
Recentemente, um amigo me enviou um artigo de revista que continha alguns exemplos divertidos dos gastos fora de controle de atletas profissionais. C...
Qual é a melhor hora para comprar?
Quando fui convidado a escrever este artigo para o Dinheirama, pelo Renato De Vuono, encarei isso como um grande desafio. Intuitivamente, e para ser ...
Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Vamos fazer uma viagem ao passado? Anos 70, que tal? Neil Armstrong chegará à Lua.“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”....



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions