A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016


  • Luca Maribondo
  • Luca Maribondo

    Coluna


08/10/2011 11:19

Proh! Pudor

Redação

Faz tempo —anos, na verdade— que escrevi sobre esse assunto em outro veículo. Notícias das agências internacionais davam conta que um ex-diretor da agência que supervisiona questões sanitárias na China, Zheng Xiaoyu, foi executado na manhã de uma terça-feira ensolarada, segundo informações da agência de notícias estatal Xinhua.

Veja Mais
Como herói
Autismo politiqueiro

Zheng, um distinto e provecto cavalheiro de 62 anos que comandava a Administração Estatal de Alimentos e Medicamentos (AEAM) daquele país, havia sido condenado à morte por corrupção —ele abocanhou 6,5 milhões de yuans, algo em torno de 1,6 milhão de reais em propinas em troca da aprovação de licenças a novos medicamentos.

Zheng chegou a apelar da sentença, alegando que era "muito severa"; afinal, argumentava ele, havia confessado seus bárbaros crimes e cooperado com a polícia chinesa. Porém o recurso foi rejeitado pela Justiça chinesa. O alto funcionário do governo chinês foi exonerado em 2005 depois de sete anos no cargo. Logo após sua demissão, o governo chinês anunciou uma revisão das licenças de cerca de 170 mil medicamentos concedidas durante sua gestão. Grande parte desses remédios fazia mais mal do que bem e provocou estragos a nível planetário.

Saber que um alto funcionário público de um país tão longínquo foi condenado à morte e executado dá o que pensar, não dá não? Veja você, leitor, que por estas plagas a corrupção come solta. Acredita-se que o sistema político brasileiro leva a práticas corruptas —corrupção: quantas leis se fazem em seu nome!

A política é uma atividade nobre —acredito piamente nisso—, o que atrapalha são os atores políticos. Entretanto, para combater esses os ilícitos dos governantes no Brasil, tem que haver uma reforma política. Por exemplo, os bancos e as empresas, principalmente as que fornecem ao Governo, elegem seus representantes parlamentares, que têm grande influência no Congresso. Um dos pressupostos para acabar com a corrupção é mudar o sistema.

A captura do Estado para interesses privados prejudica o crescimento do Brasil que, como se sabe, é completamente desigual. Parte da elite, principalmente a elite econômica, é beneficiada —mas os pobres não. Os casos de corrupção na administração pública só estão sendo em parte desvendados —mas falta muito ainda—, até porque tecnologia da informação hoje é bem mais desenvolvida que antigamente. Mesmo assim, ainda estamos patinando na questão institucional.

É tanta a corrupção, que hoje o brasileiro está tão acostumado a ver a bandidagem que acredita que a prática ilegal faz parte do cotidiano. Há no Brasil um problema para diferenciar o que é público e o que é privado. Muitas das chamadas autoridades parecem enxergar que os cargos assumidos em órgãos públicos lhes dão o direito de ser donos. A corrupção e o patrimonialismo são hoje um problema cultural.

E o Poder Judiciário do país tem parte de culpa nisso tudo: como a sociedade não vê justiça, os cidadãos demonstram considerar normais essas situações. Surge o seguinte raciocínio: as coisas são assim e vão continuar dessa forma. O crime só vai acabar, ou pelo menos diminuir, quando a formação do cidadão mudar desde o berço.

Depois que li a notícia sobre a execução do senhor Zheng Xiaoyu fiquei aqui lucubrando: mesmo sendo contrário à pena de morte, o que aconteceria se os corruptos tupiniquins, perdessem a vida, com a efetiva participação e colaboração da Justiça, é claro!, sempre que fossem flagrados afanando nosso suado dinheirinho? Será que haveria cemitério suficiente pra tanto gatuno? Certamente não conseguiríamos acabar com tanta bandalheira, mas com certeza ia diminuir muito, lá isso ia!

Fico também me perguntando por que o Governo não acaba com a corrupção? Não sei se há uma resposta simples pra isso, mas a gente sente que enquanto há corrupção as pessoas só perguntam "por que o Governo não acaba com a corrupção"? Se acabar a corrupção, o pessoal vai querer que o Governo melhore a educação, ajeite o sistema de saúde pública, de um fim na violência, elimine a canalhice e, sobretudo, extirpe a própria, dele, Governo, incompetência. E aí como é que fica? E que o senhor Zheng Xiaoyu descanse em paz.

Luca Maribondo

luca.maribondo@uol.com.br

Como herói
Cheguei em Campo Grande em 25 de setembro de 1972, vindo do interior de São Paulo —há exatos quarenta anos, portanto. Havia completado 25 anos três d...
Autismo politiqueiro
Autismo politiqueiroNesta época em que as eleições estão nas ruas e as campanhas eleitorais pegando fogo, mais quentes do que bolso de cabo eleitoral...
O refúgio dos patifes
Patriotismisthslastrefugeof a scoundrel (o patriotismo é o último refúgio de um patife). Pelo menos uma vez a cada quatro anos pensona frase célebre ...
Que tal chamar o ladrão?
Faz uns dias, emissora de TV local veiculou breve reportagem (na televisão, quando o assunto é sério é breve) sobre o roubo de energia elétrica. E co...



Os políticos são frutos da sociedade e esta sociedade é corrupta. A corrupção não está somente entre os políticos, isto é engano. Basta observarmos em todos os atos que praticamos no cotidiano que estamos cheio de corrupção e contaminando cada vez mais as gerações futuras. A epna para quem trafica 1kg de cocaína é a mesma para trafica uma tonelada. Por outro lado ninguém julga que a consciência de quem apropria de algumas folhas de sulfite ou canetas do trabalho seja a mesma dqueles que ocupam cargos superiores. A situação é que favorece o ladrão.
 
Ezio Jose em 24/10/2011 02:46:45
Concordo c/ o luca, e está chegando a hora de começar essa purificação, estamos a menos de 1 ano das eleições, vamos votar em pessoas do nosso meio em quem conhecemos, não importa se tém curso superior ou não, tem que ser pessoa correta. E para isso o eleitor terá que fazer sua parte que é não vender seu voto, para depos ter direito de cobrar trabalho com seriedade.
 
porfirio vilela em 14/10/2011 02:57:57
Se houvesse pena de morte aqui...
Quem morreria?
Adivinhe!
Os mesmos que estão na prisão hoje. Sou professora em um presídio, e acabei lendo um livro sobre censo criminológico, que traça o perfil daqueles que vão preso no Brasil. Olha, a turminha "bacana" não vai presa.
A corrupção é mais uma página terrível da nossa história. Dizem que Brasília deveria ter formato de camburão e não de avião.
 
Jacqueline Wolkmann Paranhos em 13/10/2011 06:08:45
Ninguém deixaria um engenheiro sem estudo superior trabalhar, ninguém deixaria um médico trabalhar sem muito, muito estudo, todos ficariam estarrecidos se um advogado não tivesse estudo. Porém, para ser político e até presidente da república pode ser quase analfabeto. Isto é só um exemplo, o Brasil precisa urgente de EDUCAÇÃO, um povo mais culto, saberá escolher seus representantes...Deus abençoe.
 
José Luis em 13/10/2011 03:53:29
Ao meu ver, jamais conseguiremos acabar com a corrupção no governo, pois teríamos que acabar com o governo, está tudo infestado de corruptos.
Precisamos repensar a educação. Depois da desvalorização dos mestres, não foram mais formados líderes, eis o que falta em nosso país. Lideres de verdade, jamais são corrompidos.
 
Neuci Augusta Fonseca em 11/10/2011 12:59:00
continuando:

Com relação aos políticos corruptos, se faz necessário que a sociedade seja preparada para agir como verdadeiro inseticida à esta praga que infesta a administração pública. Somente uma sociedade pensante, crítica e desafiadora será capaz de exterminar as baratas existentes nas câmaras e nos órgãos públicos do país.
 
Euclides Vargas em 10/10/2011 05:46:40
Políticos e servidores públicos adeptos à corrupção são como as baratas, não adianta simplesmente esmagá-los com a ponta de um jornal. É necessário, e acredito piamente que o nobre interlocutor o saiba, ir ao seu nascedouro, exterminar seu reprodutório ou se tratará apenas e tão somente de ações paliativas que nada assegurarão a sociedade contra uma nova infestação destes insetos (baratas).
 
Euclides Vargas em 10/10/2011 05:40:59
amigo .Luca maribondo como sempre digo sou sua fã, mas quanto a falta de cemitérios ,agora há a cremação, não vai ter mais lugar é para colocar as cinzas.Bom (s)Feriado(s).Feliz dia das crianças, E tambem para todos do Campo Grande NEWS.
 
Teresa Moura em 10/10/2011 04:13:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions