A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


03/07/2015 14:01

A impotência da nossa bancada federal

Manoel Afonso

BASTIDORES Ganha corpo a tese de que o deputado Dagoberto quer reinar sozinho no PDT pelo compromisso assumido junto a ex-vereadora Tereza Naime com vistas as eleições da capital. Felipe Orro e Beto Pereira tem lá suas razões.

Veja Mais
Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
Pizzas, os políticos não abrem mão delas

BETO PEREIRA Cuidadoso e incisivo citou sua condição de tetraneto do fundador da capital, rebatendo a pecha de aventureiro imputada por Dagoberto. Lembrou que o PDT encolheu no MS: de 17 prefeitos para 5 e de 7 deputados para apenas 3.

CONCLUSÃO Espera-se de tudo neste embate interno do PDT, mas os dois deputados podem se aproveitar da futura ‘janela’ para deixar a sigla. Mas vale registrar: Luppi saiu impressionado com o preparo e postura corajosa do jovem parlamentar.

DESGASTE Até aqui a bancada federal de MS não mostrou peso algum para influir na decisão do Planalto na questão das áreas invadidas pelos índios. Onde está a bancada ruralista? Escafedeu-se após a Kátia Abreu virar ‘gente do Planalto’? Só pode.

IMPRESSIONA Até o deputado Kemp concorda com as duras e sábias declarações do seu colega Zé Teixeira na análise do quadro. A justiça, impotente propositalmente, à serviço de seu ministro lamentavelmente incompetente e partidário.

OPINIÃO A bancada ruralista perdeu agora, quando o governo fez mil negociatas para aprovar as recentes medidas fiscais, a chance de ouro de impor a solução fundiária do MS como condição de ‘moeda de troca’ para acompanhar o Planalto.

SEM ILUSÕES Esse governo só tem bons olhos para o Friboi; se mantém graças ao agronegócio mas nutre ódio pela classe ruralista; coloca a Polícia Federal para impedir que produtores rurais tenha acesso a suas propriedades no MS. Pode?

FERMENTO O PSB é sigla sem desgastes, em condições de atrair gente com bom perfil na capital e interior. O atento deputado Barbozinha, já costura com o secretário geral Sebastião de Almeida, a fundação do partido em Chapadão do Sul.

GENTE BOA Assim o operoso deputado Takimoto é tratado pelos seus colegas. Mas seu estilo introspectivo e polido motiva ironias. Alguém já disse inclusive que - para ouvir a voz do deputado médico só mesmo marcando uma consulta com ele.

ESTÍLO Conta-nos o médico Douglas H. Borges; doente, o deputado Guerreiro – ainda vereador – foi internado e ficou na área do SUS do hospital. Convidado a ocupar um apartamento, argumentou: “vou ficar aqui com os meus eleitores”.

A PROPÓSITO Quanto mais converso com pessoas de Três Lagoas, mais convencido fico de que o deputado , com essa postura, será eleito prefeito. Vários partidos querem indicar o seu vice, mas é bom lembrar: vice não ajuda, mas pode atrapalhar.

CONFIRMADAS minhas expectativas; a ex-senadora Marisa tem uma postura zelosa como conselheira do TCE-MS. Educadora consagrada, tem o olhar focado nas questões que envolvam todos os gastos dos gestores públicos com a criança e escola.

MARISA insiste na necessidade dos gestores públicos controlarem gastos com a saúde, merenda, transporte escolar e saúde em cada cidade. É lá que ocorrem desvios de verbas e má gestão que refletem na vida das crianças e no cidadão de amanha.

A CONSELHEIRA insiste na prevenção até aqui. Além de orientar os auditores que fiscalizam diretamente as cidades, ela vem proferindo palestras no interior com didática objetiva, que não comportam eventuais desculpas por futuros deslizes na área.

CONSELHO: Bem intencionado também na área de segurança, o governador Reinaldo anuncia novas viaturas. Mas o índice de acidentes com viaturas mostra: nossos militares precisam se reciclar no trânsito, pois como motoristas deixam a desejar. Certo?

QUANTO é o custo mensal de uma viatura? Qual seu impacto nos cofres do Estado? Isso é informado para quem está no volante? Reinaldo deveria adotar o mesmo critério de responsabilidade que tem nas relações com os empregados de suas fazendas.

ESPERTAMENTE os ex-governadores ignoraram, mas as condições dos prédios do Parque dos Poderes clamam por reforma. A estrutura é boa, mas o tempo fez estragos. Trata-se de bens públicos, de alto valor, que devem ser conservados.

‘CULTURAL’ Essa é a desculpa de nossos administradores públicos, que preferem construir que conservar. Isso se aplica aos prédios, veículos, aparelhos, móveis etc. Mas na iniciativa privada não é assim; o dono sabe quanto custou seu patrimônio.

EM TEMPO Espera-se que verdadeiramente o governador Reinaldo não esteja focado no pleito de 2016, esquecendo-se do furacão previsto para o 2º semestre. Ele sabe: em agosto terá acabado a grana do bezerro e do milho safrinha. A arrecadação cairá.

A POLÊMICA sobre a questão sexual no ensino é grande. Na capital não foi diferente. Só os vereadores Eduardo Romero e Luiza Ribeiro resistiram a pressão das igrejas. Para muitos, essa postura é cômoda e justificável: ambos não têm filhos. Entendi...

‘OS RADICAIS’ Temos que admitir a criatividade de alguns petistas em alegar que vão formar um novo grupo para corrigir a rota do Governo do PT. Esse pessoal está vivendo em outra galáxia ou não está vendo as notícias da mídia atual.

ARREMATE O PT se mantém também graças a essa oposição incompetente e ao PMDB falastrão e oportunista. Aliás, a Lava Jato está desnudando os chamados santos de todos os partidos. É por isso que o voto continua sendo obrigatório. Que pena!

“Como são admiráveis as pessoas que não conhecemos bem”. ( Millôr Fernandes)

Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
DESAFIO Se o presidente Michel Temer (PMDB) não vetar, caso o Senado aprove o projeto bizarro da Câmara, o país irá culpá-lo e perderá o apoio das ru...
Pizzas, os políticos não abrem mão delas
NÁUFRAGO Culpando a TV Globo e o juiz federal Sergio Moro, o ex-deputado Antonio Carlos Biffi (PT) tentou no saguão da Assembleia Legislativa justifi...
Invasores das escolas, a nova aposta do PT
LUZ AMARELA Os casos do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, com as finanças em colapso, estão sendo considerados pelo governador de Mato Grosso do Su...
Junior Mochi, ponto de equilíbrio na Assembleia
NOSTRADAMUS Não tenho seu dom, mas prevejo: o país de 2018 será outro. As delações premiadas da Odebrecht e Andrade Gutierrez cairão como meteorito n...



O Parque dos Poderes, idealizado e construído pelo ex-governador Pedro Pedrossian pode e deve ser considerado patrimonio cultural de MS, dada sua importância. Dotado de bela arquitetura, com característica de modernidade, abriga desde sua inauguração todas as secretarias e autarquias necessárias ao desenvolvimento da máquina estatal. Deveria a cada quatriênio receber uma manutenção em suas instalações afim de mantê-lo sempre em ótimas condições de habitabilidade e conforto, o que evidentemente não ocorre. É obrigação dos gestores públicos zelar pelos bens do estado, pela conservação patrimonial, atitudes que serviriam de exemplo aos sucessores e as futuras gerações. Seria importante criar uma rubrica no orçamento anual, alocando recursos destinados a essa finalidade. Seria muito útil. Bene
 
benedito rodrigues da costa em 04/07/2015 07:05:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions