A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


03/06/2011 13:28

Amplavisão

Redação

PENSANDO BEM... Diploma não garante um bom mandato, tanto no Executivo como no Legislativo. A experiência, a intuição e a sensibilidade podem bater a cultura pura e simples. Exemplo: Lúdio como senador e prefeito.

LÚDIO não fazia segredos de sua receita simples de administrar: imitava a dona de casa: gastava só o que tinha. No Senado ouvia muito e procurava se inteirar de assuntos que não dominava. E não fez feio. Lembra?

NA ASSEMBLEIA Zé Teixeira tem esse perfil. De origem rural, traz para a tribuna os frutos de sua vivência. Sua fala é simples, não possui grandes recursos gramaticais, mas com sua convicção passa credibilidade ao eleitor.

NAS QUESTÕES agrárias, por exemplo, são notáveis os embates entre ele e os seus colegas petistas, que o admiram por sinal. Na defesa de suas idéias parece um leão, se impõe, mas sem agredir os outros contendores.

O PARLAMENTO precisa ter essa diversidade para não ficar engessado nas teorias sociais e políticas. Parlamento só de doutores, sociólogos e filósofos não representaria todo o extrato social. Cá entre nós: seria chato demais.

‘PÉROLA-1’ Picharam no muro: “prefeito, onde arrumou os R$300 mil para comprar a casa”. Indignado, ele ofereceu R$10 mil para descobrir o Autor. Nova pichação: “prefeito, onde o senhor arrumou os R$310 mil”?

EMPRESÁRIO Antônio Russo esclarecendo ao colunista de que não está envolvido nas eleições da Acrissul e que as notícias divulgadas visariam apenas criar clima favorável ao candidato Chico Maia.

A PROPÓSITO Quer conhecer o homem, dê-lhe poder! O velho adágio sempre atual. Zelaya, Chaves e Rafael Corrêa (esquerda populista) parecem ter inspirado Chico Maia nas suas manobras que precedem o pleito.

NATURALMENTE que não precisava nada disso. Apesar de simples, o associado da Acrissul é sábio e sabe avaliar qual proposta que mais lhe convém. Isso cheira a ‘golpe branco’ com ingredientes aéticos.

‘PÉROLA-2’ Sócios numa negociata que envolvia ‘milhões’, um deputado indaga ao parceiro: “Quanto será que nos dariam por isso”? O outro arremata: “Num país sério, nos dariam uns 15 anos, no mínimo.”

A NOVELA Tenho acompanhado os capítulos na Al e bastidores. O mesmo script das indicações anteriores ao TCE, onde as bênçãos da Governadoria foram imprescindíveis. E Arroyo tem consciência de seu calibre.

DESGASTES O ‘kit gay’, a fortuna do Palocci, a falta de liderança de Dilma, o entreve iro Temer x Palocci, o atraso das obras da Copa e o Código Florestal na ordem do dia. As explicações petistas não convencem.

PERALÁ! Lula passou 8 anos cobrando do ‘sociólogo’ as tais reformas, mas no poder também nada fez. Agora, anda pedindo a reforma política em benefício próprio. Mas, as reformas fiscal e tributária, não interessam?

O PLANALTO não está nem aí; o ‘glorioso’ Congresso muito menos. Cada qual opera segundo suas conveniências. Os aliados pagos para ficarem quietos e a oposição parece combinada. Que país é esse, Deus meu!

IMAGINO a decepção dos novos deputados federais. Chegam lá animados, às vezes pensando que poderão fazer ‘a diferença’. Mas aí deparam com esse quadro horroroso, do faz de conta, beirando a decepção total.

VEJAM só essa decisão do STF declarando inconstitucionais as leis que incentivam a industrialização de MS”. Tudo por causa da inércia do Planalto que não está ‘nem aí’ para os Estados menos desenvolvidos. Entendeu?

O ALERTA do vice prefeito Edil é precioso: “a repercussão nacional da decisão do STF incentivará outros Estados na tentativa de atrair indústrias em fase de instalação no MS. Portanto, é preciso agir rápido.

FRASES “O Congresso tem muitos homens de bens”-(Robson Tuma); “Naquela época eu era bastante mais pedante do que ainda sou” - (FHC); “Karl Max não disse que comunista deveria ser pobre” (Den Xiaoping)

JANELA ABERTA A recente decisão do TSE viabiliza o PSD ao permitir que os políticos mudem para uma nova sigla, com direito a concorrer nas eleições de 2012. O PSD será a 28ª agremiação partidária.

GELEIA GERAL Quem é quem no Congresso? Todos os partidos com ‘pinta’ de esquerda; cada qual defendendo interesses direcionados ou o Governo. O episódio do PCB no Código Florestal mostrou isso.

FIRME! Vereador Paulo Siuffi insiste: o passado de lutas gloriosas do PMDB é um incentivo para que o partido lance candidato à sucessão de Nelsinho. Enquanto isso ele vai se articulando e ocupando espaços.

MOKA lembra: “A Europa só tem 0,4% de sua vegetação original e nós temos mais de 60%, produzindo alimentos para o mundo. Os críticos do Código Florestal fazem uma interpretação equivocada do seu texto.”

Há uma urna no final do túnel. (Ulysses Guimarães)

Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
DESAFIO Se o presidente Michel Temer (PMDB) não vetar, caso o Senado aprove o projeto bizarro da Câmara, o país irá culpá-lo e perderá o apoio das ru...
Pizzas, os políticos não abrem mão delas
NÁUFRAGO Culpando a TV Globo e o juiz federal Sergio Moro, o ex-deputado Antonio Carlos Biffi (PT) tentou no saguão da Assembleia Legislativa justifi...
Invasores das escolas, a nova aposta do PT
LUZ AMARELA Os casos do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, com as finanças em colapso, estão sendo considerados pelo governador de Mato Grosso do Su...
Junior Mochi, ponto de equilíbrio na Assembleia
NOSTRADAMUS Não tenho seu dom, mas prevejo: o país de 2018 será outro. As delações premiadas da Odebrecht e Andrade Gutierrez cairão como meteorito n...



Atitudes coerentes, iniciativas e participação, além, é claro da vontade de trabalhar em defesa de interesses da sociedade como um todo, são ingredientes que dão credibilidade a qualquer político; o Deputado Estadual Paulo Duarte PT/MS., tem se notabilizado por suas ações na Assembleia Legislativa, abordando com muita frequencia, temas de alta relevância, como a defesa do meio-ambiente, no tocante a construção de usinas hidroeletricas na região pantaneira, cujos reflexos devem merecer atenção e preocupação por parte de nossa sociedade.
 
benedito rodrigues da costa em 10/06/2011 05:07:49
A grande verdade é que as contas administradas como se fosse sua casa, foi verdadeira, basta ver como ele entregou a prefeitura para seus sucessores e olha que o iptu arrecadava miseros 10 milhões ano, e agora vemos os substituos chorarem com fartura de 200 milhões ano e querem e so faltam implorar por mais dinheiro.POR QUE SER´Á!!!AONDE VAI TANTO DINHEIRO DE IMPOSTOS EA CIDADE ESBURACADA ,SUJA E OBRAS INACABADAS, MAS QUEREM MAIS DINHEIRO!!!
 
paulo bisol em 06/06/2011 08:51:50
É verdade Manoel Afonso. Lúdio e Lula foram exemplos de que vontade, atitude, simplicidade e mais alguns ingredientes, são mais valiosos para uma boa administração que inúmeros diplomas juntos.
 
Paulinho Barbosa em 03/06/2011 05:24:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions