A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


29/11/2010 14:12

Amplavisão 645

Manoel Afonso

NO SAGUÃO da AL, uma pergunta intrigante: “será que a comissão processante da Câmara de Dourados não cometerá nenhuma falha que possa ensejar a nulidade do feito”? Bem, em se tratando de Dourados, tudo é possível.

O DEPUTADO Youssif lembra os casos do Maranhão e Paraíba, onde Roseana e Zé Maranhão, assumiram na condição de segundos colocados nas eleições. Se cassados Artuzi e o vice antes de 2011, Murilo poderia assumir.

NOS BASTIDORES fala-se nesta ação em andamento para resolver de vez essa novela e ainda acomodar politicamente Murilo, que poderia inclusive disputar a reeleição. Uma equação complicada, mas que poderá vingar.

TAMBÉM no saguão da AL fala-se sobre o destino de Delcídio, que poderia ir para o PSB – que cresceu muito nestas eleições - sem o estigma do PT, mas aliado do Planalto e que deve ser prestigiado por Dilma.

O SENADOR sabe: não chegará ao Governo só por conta de sua imagem que arranca suspiros das eleitoras. Precisará ter base parlamentar na AL e municípios que lhe dê sustentação efetiva, sob pena de ficar sem oxigênio.

DELCÍDIO precisa começar jogar o jogo já neste início de 2011. A primeira questão é como ficará dentro do PT, onde Zeca imita a UDN – tentando transformar a derrota em vitória – para ficar no arreio e negociar em 2012.

SINAIS André já avisou que ele e Nelsinho não têm pressa e que contam com vários nomes de partidos diversos para disputar o pleito da capital. É difícil furar o bloqueio de um time entrosado com know-how em eleições.

MESMICE Jornalistas que cobrem as sessões da Assembléia não nutrem esperanças na mudança de tom nos debates à partir de 2011. Exemplo: Teruel será substituído por Tetila. Ambos são prolixos, portanto se equivalem.

JOGO BRUTO Partido de profissionais, o PMDB articula para barrar o projeto de Paulo Duarte prevendo novos critérios na distribuição de cargos nas comissões técnicas onde tem 60% dos integrantes. Quem viver, verá!

PAULO SIUFI agrada com a iniciativa para regularizar as polêmicas festas raves, críticadas na mídia pelo consumo de álcool e drogas. O vereador tem argumentos interessantes e deve emplacar o ousado projeto.

NELSINHO tem sido alvo de elogios pela administração e capacidade de articulação política. Saiu fortalecido deste pleito com as vitórias dos manos Marcos e Fábio, além do primo Mandetta. Onde põe o dedo faz sucesso.

“NEVER” Perguntei ao um amigo se André mudaria o estilo no 2º mandato. A resposta inteligente: “Mudar como? Ele enterrou Zeca, elegeu Moka e deputados e o Ibope diz que ele é o 5º governador melhor avaliado do país”.

SILÊNCIO Não ouvi uma só palavra dos petistas sobre a irregularidade detectada pelo TCU no Governo Zeca (2001-2002) que não repassou R$10 milhões aos 77 municípios, prejudicando assim investimentos deles na área da saúde.

E MAIS... Irregularidades nas operações de crédito tributário da Petrobras e o Governo Zeca também provocaram abertura de investigações do MPF sobre o uso de dinheiro público naquela rica campanha da reeleição de Zeca.

PORTANTO, o discurso de Zeca exauriu neste contexto e para piorar a situação o PT continuará rachado entre os grupos do ex-governador e de Delcídio. O eleitorado do MS mostrou-se conservador, avesso ao proselitismo petista.

LUIZ AKIRA Lúcido, vai reestruturar o DEM para 2012. Acha que o PV poderá ser a novidade em Três Lagoas devido as indústrias ligadas ao reflorestamento, atraindo assim os eleitores mais jovens e melhor aculturados.

A OBSERVAÇÃO é valida, pois o PT desiludiu os jovens, deixou de ser a novidade agradável e envelheceu com a sua corrupção. A juventude exigente, impaciente e intransigente, não engoliu a versão petista do Mensalão.

REPERCUTE a fundação de ONG em Chapadão do Sul para investigar os gastos da sua Câmara. O Ministério Público vai entrar no caso. A população está indignada com a mudança de hábitos dos seus “bravos vereadores”.

DO LEITOR: Em 2009, a Câmara de Chapadão do Sul devolveu R$ 1.307.145,00 ao prefeito, mas em 2010 devolveu só R$ 7 mil, embora recebesse a média mensal do repasse de R$240 mil. Como explicar a mágica de se gastar mais?

A CÂMARA tem prédio próprio, 12 funcionários efetivos e 5 estagiários. Os 9 edis recebem R$4 mil de salário, R$4.500 de verba indenizatória, diárias de R$450,00 e R$ 900,00 fora do Estado, além de outras mordomias.

NA MORTE de Rui Pimentel, a insensibilidade dos políticos. Dos parlamentares (deputados e vereadores) apenas 9 compareceram ao sepultamento. Esqueceram do espaço generoso e valioso concedido pelo comunicador?

A CIDADE é grande, fria, os compromissos múltiplos; mas nem sempre a ausência convence. O rádio da capital seguirá sem o Rui, mas seu desempenho, com estilo incomparável ficará marcado. “Morre o homem, ficam as pegadas”

Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
DESAFIO Se o presidente Michel Temer (PMDB) não vetar, caso o Senado aprove o projeto bizarro da Câmara, o país irá culpá-lo e perderá o apoio das ru...
Pizzas, os políticos não abrem mão delas
NÁUFRAGO Culpando a TV Globo e o juiz federal Sergio Moro, o ex-deputado Antonio Carlos Biffi (PT) tentou no saguão da Assembleia Legislativa justifi...
Invasores das escolas, a nova aposta do PT
LUZ AMARELA Os casos do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, com as finanças em colapso, estão sendo considerados pelo governador de Mato Grosso do Su...
Junior Mochi, ponto de equilíbrio na Assembleia
NOSTRADAMUS Não tenho seu dom, mas prevejo: o país de 2018 será outro. As delações premiadas da Odebrecht e Andrade Gutierrez cairão como meteorito n...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions