A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


18/10/2013 14:11

Bernal ou Lúdio?

Manoel Afonso

ROUBALHEIRA Começou 8 meses antes da Copa da esperteza. Hotéis com preços superfaturados em 500% e passagens de avião em 300%. Os 600 mil estrangeiros vão sentir a nossa ‘hospitalidade’. O dilema: ficar em casa ou encarar essa guerra?

Veja Mais
Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
Pizzas, os políticos não abrem mão delas

VIOLÊNCIA Se não bastassem os riscos nas cidades sedes à mercê da bandidagem, existe a ameaça do PCC chantageando para que seus líderes não sejam mandados para o Regime Disciplinar Diferenciado. Portanto, tudo pode acontecer na Copa.

OBESOS A matéria da Globo, embasada em dados oficiais, incentivou a pecha de que moramos na capital dos gordos. Mas será que isso ajudará na conscientização de que as pessoas precisam rever postura e hábitos? Pelo visto levaram na brincadeira.

A PROPÓSITO Causou indignação entre os deputados da Assembleia a decisão do TJ-MS em derrubar a lei proibindo a venda de salgadinhos e congêneres nas escolas. É aquela história: desde cedo se aprende a comer errado. A fatura virá no futuro.

DESPRESTÍGIO Para Amarildo e Marcos Trad, as interferências do Executivo e Judiciário esvaziam o papel do Legislativo, que é de fiscalizar e criar leis. Como ficam a harmonia e a independência dos poderes preconizada por Montesquieu?

FLORIANÓPOLIS adotou a ‘Lei Saudável’ e a reportagem da Globo mostrou toda resistência inicial que foi superada através da conscientização de pais inclusive. Vamos continuar na contramão da lógica? Depois reclamam do nosso atraso!

BIOGRAFIAS É certo que escrevam sobre sua vida sem sua autorização? O C. Civil (art. 20) preserva a intimidade, mas a Constituição garante a liberdade de expressão. A solução por acaso seria o STF declarar a inconstitucionalidade do artigo?

IRONIA Na Ditadura, Chico, Caetano e outros pregavam abertamente: ‘é proibido proibir’, numa cruzada contra a odiosa censura. Lembra? Agora recorrem à justiça para impedir a divulgação de suas biografias que não autorizaram. Complicado.

DESCRÉDITO Todo dia um fato novo para piorar a imagem dos políticos. A notícia de que dois mil vereadores e prefeitos continuaram recebendo os benefícios do Bolsa Família mostra que a safadeza não discrimina os pobres dos ricos.

‘BONS NEGÓCIOS’ O presidente da OAB-MS insiste em usar a entidade para se defender em novo texto na mídia. Ele ‘conseguiu’ galvanizar a oposição e desagradar companheiros inclusive. O clima está tenso nos altos da Mato Grosso.

LIDERANÇA que se consolida com equilíbrio e humildade. No ‘café amigo’ com o prefeito Luiz Felipe e ouvindo as pessoas de Chapadão do Sul, aferi a sintonia saudável por mais progresso, sem a perda de valores e qualidade de vida. É por aí.

REPETINDO Outra cidade que disparou é Alvorada do Sul. Um eldorado para quem acredita no futuro em qualquer área de atividade. As coisas lá estão acontecendo muito rápido. Aliás, Lúdio Coelho elogiava muito sua localização e potencialidade.

‘INTERESSANTE’ A disposição de PT e PSDB em se unirem em MS revela uma das muitas facetas do curioso sistema político-partidário. Cada qual com seus argumentos e interesses, cabendo ao eleitor o dever e o direito da leitura do quadro.

BERNAL Contará com apoio do PT e PSDB até quando? Se continuar no posto terá como garantir espaços para esse pessoal e ganhar novo fôlego. Se cair pode virar uma companhia desagradável, já que avalizaram sua chegada ao poder.

DÚVIDAS: Continuando no cargo Bernal criaria um conselho político (mas quem?) e renunciaria ao estilo ‘L’État c’est moi’ criado por Luiz XIV? Os políticos tarimbados e com crédito não aceitariam a espinhosa missão por conhecer a realidade.

A APOSTA Bernal imagina que se tornará uma vítima da injustiça e dos adversários, com o povo nas ruas – à exemplo de junho – ou nos comícios das ‘Diretas Já”. Ora! A situação chegou a esse ponto graças a sua inabilidade e prepotência.

CRÍTICAS Têm vindo de todas as lideranças, inclusive de Delcídio, Azambuja, Zeca e agora do próprio vereador Chocolate, tido como seu fiel escudeiro. Mas agora o caso deixou de ser político como se alegava e chegou à Justiça. O jogo é outro.

DELÍRIO Bernal se postou como o ‘enviado’ para salvar a capital do caos. Blefou: sem amigos e grupo, não agrega e não conseguiu montar uma equipe até aqui. Falta-lhe estatura que o cargo exige. O vereador Chocolate tirou-lhe a máscara.

COMPARANDO: A postura de Ludio está presente em nossa memória. Simples no falar e no agir - PHD em sabedoria, perguntava com naturalidade. Sem recalques pessoais, se impunha pela cordialidade, não pelo autoritarismo e ameaças.

BOA NOTÍCIA O Brasil tem 1.277 emissoras de rádio AM e 2.964 FM. No dia 7 de novembro Dilma assinará ato oficializando a migração das AM para a FM, atendendo a um velho apelo da classe prejudicada pelas distorções do sistema. Aleluia.

NOTA 10 “Porque estamos indignados?” No seu recente livro o advogado Luiz Flávio Gomes mostra: o consumismo não melhorou a nossa qualidade de vida. Geladeira cheia, casa repleta de eletrodomésticos, mas falta saúde, segurança e ética.

UM PERIGO Como confiar num diploma de médico originário de alguns países onde tudo é falsificado? Com essa tecnologia disponível a falsificação se aperfeiçoou. Esse programa ‘Mais Médicos’ precisa cuidar para não habilitar picaretas.

“Eu não me aposentei da política, muito pelo contrário.” (José Serra)

Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
DESAFIO Se o presidente Michel Temer (PMDB) não vetar, caso o Senado aprove o projeto bizarro da Câmara, o país irá culpá-lo e perderá o apoio das ru...
Pizzas, os políticos não abrem mão delas
NÁUFRAGO Culpando a TV Globo e o juiz federal Sergio Moro, o ex-deputado Antonio Carlos Biffi (PT) tentou no saguão da Assembleia Legislativa justifi...
Invasores das escolas, a nova aposta do PT
LUZ AMARELA Os casos do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, com as finanças em colapso, estão sendo considerados pelo governador de Mato Grosso do Su...
Junior Mochi, ponto de equilíbrio na Assembleia
NOSTRADAMUS Não tenho seu dom, mas prevejo: o país de 2018 será outro. As delações premiadas da Odebrecht e Andrade Gutierrez cairão como meteorito n...



quando o Nelsinho ganhou a eleição foi visitar o sr. Ludio juntamente com o agora deputado Mandeta e antes de tomar posse foi pedir orientacao ao sr, Ludio de como deveria agir, isso é coisa de gente que tem sabedoria! , quando nao sabe o que fazer pergunta aos mais experientes....aí Nelsinho perguntou Sr. Ludio o que devo fazer e nao fazer na administracao da cidade ? eis que ele respondeu, o que fazer é com vc e o que nao fazer duas coisas vou te orientar Primeira nunca deixe faltar merenda para as criancas e a outra nunca deixe acumular lixo na cidade.......portanto as duas coisas que esse prefeito atual foi a primeira coisa que fez.... nao paga a empresa que recolhe lixo e deixa faltar merenda e ainda merenda estragada...aí que esse ja comecou malito....
 
filomena cortes em 25/10/2013 19:38:35
Benedito Rodrigues da Costa, faço minhas, suas sábias palavras! No tocante ao desenvolvimento sócio-econômico e de infraestrutura, na minha opinião, Campo Grande teve dois grandes visionários Prefeitos: Levy Dias, na década de 1970 e André Puccinelli, na década de 1990.
 
oscar mendes em 25/10/2013 18:24:28
Manoel Afonso,
que boas lembranças você traz do vô Ludio! Quando você fala da falta de recalque, eu o vejo perfeitamente… ele sempre nos dizia para não passar raiva para não virar instrumento dos outros…
Ele era uma figura "grande", não era mesquinho. Não é só a política que sente sua falta, acho que todos nós precisamos de pessoas mais autênticas que falam e praticam o que pensam. Ninguém mais pára pra fazer uma autro-crítica ou "se enxergar", todo mundo só pensa no agora e e em si.
Não sei o que estaria ele pensando de todo o momento pelo qual passa o país e o MS, mas certamente não lhe faltaria sabedoria e bom humor pra compreensão do quadro.
Certamente sua postura fica presente em nossa memória. É um exemplo que, infelizmente, nem sempre conseguimos seguir.
Forte abraço,
Edmar Neto
 
Edmar Neto em 24/10/2013 16:29:33
Acredito no bom trabalho do Dr. Ludio Coelho, mas André não teria feito nada se o Juvêncio, que não foi aqui citado por ninguém, tivesse deixado a cidade e as finanças públicas preparadas para a gestão Puccinelli. Muito do que o André fez, também foi continuidade da gestão Juvêncio!! Cada um ao seu tempo, trabalhando de sua forma, mas contribuindo para uma sucessão de boas administrações, até a chegada do BERNAL
 
Ivan Moraes em 24/10/2013 16:19:55
O melhor político que Campo Grande já teve se chama André Puccinelli e olha q não sou sua fã de carteirinha até porque não me envolvo com política, mas é fácil de ver isso. Imagina CG antes de André e olhe agora a cidade depois de André, é obvio também que para ele já foi mais fácil pois o Brasil cresceu muito, teve muita verba federal mas isso não quer dizer nada, tantas cidades com potenciais para crescer mas tiveram administradores péssimos que só roubaram e não fizeram nada pelas cidades: Dourados é um exemplo disso. Por isso reconheço o trabalho do André por mais q ele seja coronel ou ditador como muitos falam mas administrou a cidade como ninguém. Sempre falarão do André bem ou mal mas ele já está marcado como um grande administrador. Já o Lúdio foi o Pai de todos, o dono da cidade.
 
adriana oliveira em 23/10/2013 09:49:30
Todos aprendemos algo com o senador Lúdio Coelho, ele sem dúvida amava nossa terra, lembro-me de uma frase sua a imprensa, que seria um ensinamento útil a Bernal.
" Queixada que anda fora do bando a onça pega"
 
Joe Nova em 23/10/2013 09:17:11
Cada um na sua época e as condições de se impor. Acontece que o Sr. Lúdio tinha como escudeiro o Hadad para as questões não políticas e na era Lúdio duvido que estes vereadores mesmo sabendo disto, a maioria envolvidos em tramoias e de personalidades duvidosas, teriam a coragem de fazer com ele o que fazem com o Bernal.
 
antonio pereira em 22/10/2013 10:06:01
O enfase dado pelos medicos e ate (agora) pelo autor ignora uma realidade: que nem todos os diplomas estrangeiros são a mesma coisa. Mandar um medico formado em Harvard, Oxford ou Melbourne fazer a Revalida, ou alegar que sem passar por este é um medico de qualidade duvidoso é errado. Do outro lado, pode ser demais confiar em qualquer diploma Paraguaio... E fazer a Revalida, para alguem que merece trabalhar como medico, é complicado, demanda tempo e paciencia demais e mesmo para um bom medico não garante aprovação. Não chegou a hora da MEC ou CAPES simplesmente fazer uma lista de instituições estrangeiros cujos egressos podem ter o titulo reconhecido de forma automatica? Facilitaria muito, e seria muito mais justo Pois porque qualquer diploma Brasileiro valeria mais do que um do Cambridge?
 
Marcos da Silva em 21/10/2013 12:18:47
Olha Luiz, o André tem os méritos dele sim, mas o Ary Rigo fez muito por Campo Grande também. Ele investiu muito em infraestrutura.
 
Afonso Netho em 21/10/2013 00:30:45
"A disposição de PT e PSDB em se unirem em MS revela uma das muitas facetas do curioso sistema político-partidário. Cada qual com seus argumentos e interesses, cabendo ao eleitor o dever e o direito da leitura do quadro". É nessa hora que o eleitor deve ver o quanto oportunista é o político, achando que Delcídio está eleito governador. Vai vendo, pois muita água ainda irá passar por baixo da ponte. Mas, o que esperar de políticos oportunistas? Eu acho que o diretório nacional do PSDB não vai permitir essa união. E quanto ao Mandetta? Lá em Brasília vive arrebentando o PT e aqui posa ao lado do "Senador de Todos"....Olha, se o eleitor quiser fazer um limpa na nossa política, a hora é essa caso a aliança PT/PSDB venha a acontecer. BASTA DE OPORTUNISMO.
 
luiz carlos soares em 20/10/2013 19:14:32
Antonio, também admiro o trabalho feito pelo Lúdio à frente da Administração Municipal, mas quem fez Campo Grande dar um salto para o futuro, com planejamento, investimentos e ampliação de infraestrutura e abertura de avenidas e novos espaços públicos, transformando-a numa verdadeira capital foi, sem dúvida alguma, André Puccinelli. Campo Grande se divide em: Antes e depois de André.
 
luiz inacio de souza em 20/10/2013 08:58:49
Ouvir sempre foi o melhor conselho; essa história de quem manda aqui sou eu, é coisa de um déspota, de pessoa que não entende que foi eleito para administrar um patrimonio de toda comunidade, que deve seguir um ritual de civismo, estabelecendo como norma de conduta o diálogo, o bom senso, demonstrando humildade em suas interlocuções; gestor não tem nada a ver com proprietário. A partir do momento que entender essas pequenas normas de convivência (se houver tempo), e tiver a humildade de pedir desculpas à todos os envolvidos (inclusive e principalmente ao povo), talvez consiga mudar o rumo da situação embaraçosa em que se encontra, visivelmente mais enrolado do que fumo em corda.
 
benedito rodrigues da costa em 20/10/2013 01:26:32
Sem dúvida nenhuma, eu reputo o sudoso Lúdio Coelho como o melhor Prefeito de C.Grande
Abs.
Antonio Marques
 
Antonio Marques em 18/10/2013 17:01:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions