A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


14/06/2013 17:16

Conselheiro candidato

Manoel Afonso

O GOLPE - Numa ponta Marina Silva já superou as 500 mil assinaturas para viabilizar o seu novo partido - ‘Rede Sustentabilidade’. Na outra ponta o STF sinaliza o sim ao andamento do projeto de lei no Senado inibindo a criação de partidos.

Veja Mais
Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
Pizzas, os políticos não abrem mão delas

E AGORA? - A matéria é delicada, de alta indagação, envolve aspectos interessantes sobre a independência dos poderes. Marina Silva, com 15% nas pesquisas, está saindo como vítima, podendo levar a sucessão presidencial para o 2º turno.

E MAIS... Todo esse empenho do Governo em barrar o partido de Marina realça sua importância no contexto eleitoral, equiparando-a com o PSDB e outras forças. Marina ainda provocará ‘capítulos ardentes’ entre Judiciário e Legislativo.

MEMÓRIA - No 1º turno de 2010 Dilma obteve 46,91%; Serra 32,61% e Marina (PV) 19,33%. Naquela época o Brasil era outro, sem inflação, PIB em alta e as pesquisas mostravam o brasileiro satisfeito e acreditando ainda em dias melhores.

A PROPÓSITO - A pesquisa recente da CNT revela a insatisfação nas áreas da saúde, educação, segurança, geração de empregos e o câncer da inflação. O Planalto não está distribuindo dinheiro a rodo por acaso. É para garantir aliados em 2014.

A CONFERIR - Se mais de 70% dos entrevistados diz haver desvio de grana nas obras da Copa do Mundo isso pode afetar diretamente a imagem gerencial de Dilma. Sem contar com o provável desempenho pífio da ‘tchurma do Scolari.’

BALELA O PT - usa o futebol como se fosse a ‘paixão nacional’. Ora! ¼ dos brasileiros não se interessa pelo futebol; somos 13º na frequência aos estádios, atrás do Japão, China e USA. Nossos estádios (elefantes brancos) cada vez mais vazios.

O CLIMA - A medida que o brasileiro se conscientizar do montante mal gasto na Copa, e das poucas melhorias registradas nas áreas vitais da população, estará pronto o fermento embrionário para uma postura de repulsa da opinião pública.

UM EXEMPLO -  As contrapartidas do Estado de MT e prefeitura de Cuiabá com as obras vem gerando desgaste ao prefeito e ao senador Blairo Maggi. A saúde e segurança por exemplo, dão dó. E será que nas outras capitais o fato não se repete?

ENFIM... - Se a oposição for realmente competente e conseguir se unir (o problema maior) adotando um discurso forte, sem metáforas e mais indignação, levará a sucessão ao 2º turno. Portanto, o êxito da oposição dependerá mais dela própria.

O PODER É - sedutor mas provoca desgastes. Churchill perdeu a eleição após salvar a Inglaterra dos nazistas. Agora Haddad sente na pele o protesto dos paulistanos que pode virar bola de neve com reflexos negativos na mídia e em 2014. Anote aí.

A PROPÓSITO O PT - cooptou as lideranças estudantis com cargos e verbas para a UNE. Não se viu mais jovens na rua protestando contra a qualidade de ensino, falta de vagas e transporte. Portanto, esse movimento em São Paulo é interessante.

NA OFENSIVA - Os produtores rurais se despem do estigma de culpados que lhes foi imputado pela esquerda, botam a cara de fora, saem da postura defensiva injustificável. Aqui as lideranças políticas, Famasul e Acrissul estão virando o jogo.

EVIDENTE - a classe política (com exceção de Vander) percebeu o perigo da situação sair fora de controle causando estragos devastadores. Mas o que agrada é a postura ativa do produtor rural, até então tímido, acuado como se fosse o vilão.

SACANAGEM - No exterior, o pessoal do campo é respeitado. Quando é preciso – por exemplo – os franceses levam até suas ovelhas para protestar em Paris. Mas a política econômica equivocada do Planalto hoje é salva pelo agronegócio. Não é?

PERGUNTA-SE - Copa do Mundo é prioridade? Levantará nossa autoestima, mesmo sem leitos hospitalares, estradas e segurança nas cidades? A imprensa já questiona entre os gastos da Copa e a solução da demarcatória indígena. Até que enfim.

PORTANTO, - tal qual ocorre na capital paulista, a iniciativa de protestar não é mais exclusividade de partidos de esquerda e sindicatos de empregados. Patrões, empresários, grupos apartidários e produtores rurais estão em defesa de seus direitos.

SCHIMIDT - Quer José Ancelmo no PDT para disputar uma vaga na AL. Argumenta que além dos predicados pessoais do atual conselheiro do TC – ele teria bom espaço e pouca concorrência nas cidades que integram a região do Bolsão.

JOSÉ ANCELMO - é assediado por várias siglas e incentivado por lideranças como Londres. Tem trânsito entre os políticos, estilo discreto, é visto como aqueles políticos mineiros que vencem pela arte de saber escutar e falar menos.

A CANDIDATURA - do conselheiro vai se encaminhando por razões diversas e André tem interesse na sua vaga. Em setembro próximo precisará deixar o TCE para viabilizar sua filiação. A questão ficaria apenas quanto ao partido a ser escolhido.

FELICIDADE ARTIFICIAL - “As redes sociais estão cheias de imagens de plenitude, onde só há espaço para a diversão” – como diz a jornalista Fabiana Moraes. Mas aí vem a pergunta que não se faz: mas somos nós mesmos naquelas fotos?

AS PESSOAS - insistem cada vez mais em se mostrar felizes (ou querem ser felizes?) nas redes sociais. Mas como elas são vistas de verdade? Quem é seguidor pode (eu disse pode) estar confessando que não tem luz própria. Pense nisso.

PESQUISAS - Já estão rolando sob ‘motivações diversas’. Uma delas foi publicada no semanário “Jornal de Domingo” e de alguma forma aceita com naturalidade na classe política. Difícil mesmo é decifrar esse tal clima de ‘naturalidade’.
“As razões de poder transformam crimes em heroísmo.” (Ruben Alves)

Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
DESAFIO Se o presidente Michel Temer (PMDB) não vetar, caso o Senado aprove o projeto bizarro da Câmara, o país irá culpá-lo e perderá o apoio das ru...
Pizzas, os políticos não abrem mão delas
NÁUFRAGO Culpando a TV Globo e o juiz federal Sergio Moro, o ex-deputado Antonio Carlos Biffi (PT) tentou no saguão da Assembleia Legislativa justifi...
Invasores das escolas, a nova aposta do PT
LUZ AMARELA Os casos do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, com as finanças em colapso, estão sendo considerados pelo governador de Mato Grosso do Su...
Junior Mochi, ponto de equilíbrio na Assembleia
NOSTRADAMUS Não tenho seu dom, mas prevejo: o país de 2018 será outro. As delações premiadas da Odebrecht e Andrade Gutierrez cairão como meteorito n...



Manoel Afonso - Se liga. Anselmo, Schimit, Londres e outros mais, ja cumpriram sua meta. Se foram bem ou mal, nao sei. O povo brasileiro pede renovaçao, portanto, sem qualquer chance para poliiticos que ja tiveram sua vez.
 
Jose Carlos Viana em 21/06/2013 12:58:18
Manoel Afonso - Se liga. Anselmo, Schimit, Londres e outros mais, ja cumpriram sua meta. Se foram bem ou mal, nao sei. O povo brasileiro pede renovaçao, portanto, sem qualquer chance para poliiticos que ja tiveram sua vez.
 
Jose Carlos em 21/06/2013 12:57:46
Manoel Afonso - Se liga. Anselmo, Schimit, Londres e outros mais, ja cumpriram sua meta. Se foram bem ou mal, nao sei. O povo brasileiro pede renovaçao, portanto, sem qualquer chance para poliiticos que ja tiveram sua vez.
 
Jose Carlos em 21/06/2013 12:57:35
O problema não é a copa em si e sim os nossos corruptos "políticos ou não" que aproveitam da impunidade em nosso país para deitar e rolar, aliás, impunidade mantida e preservada por eles mesmos que com o poder de uma canetada ou uma cueca cheia de dinheiro resolvem tudo.,
 
walter oliveira em 16/06/2013 22:33:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions