A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


06/09/2013 15:06

Previdência municipal: a saída

Manoel Afonso

‘VOCÊ ENTENDE?’ Focado só na fatura de suas propagandas valorizadas pela Copa, sua ‘Majestade’ o Rei Pelé pede ao povo que deixe para protestar nas ruas após o evento da Fifa de 2014. Safadeza ou imbecilidade? Sem dúvida: ambas!

Veja Mais
Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
Pizzas, os políticos não abrem mão delas

MAIS UMA! Quando a gente imagina que o estoque de sacanagens se esgotou, o Zé Genoino pede a sua aposentadoria. Desmascarado no Mensalão, o ex-paladino da moralidade petista nunca mais foi o mesmo. Claro que será atendido.

‘PORCA MIA’ A mídia mostrará a agilidade da Câmara na concessão deste benefício e aí o leitor poderá compará-la com a postura do INSS na apreciação de pedidos idênticos. Isso sem contar a diferença dos valores finais das aposentadorias.

VERGONHA! Foi preciso que o STF atendesse ao clamor público para que o deputado ladrão perdesse o mandato na Câmara. E o Pelé querendo o brasileiro acovardado em casa! O Romário tem razão: Quando fica calado, o Rei é um sábio.

MAIS UMA! A recente decisão judicial em Dourados sobre a ‘Operação Uragano’ frustrou a opinião pública que é prática, faz a leitura do mérito do caso independente de eventuais questões pontuais técnicas verificados ao longo do processo.

COMPARANDO: Nas cidades do interior – em crimes de homicídio – os jurados que participam do júri popular, conhecem fatos importantes relativos ao caso, mas que às vezes não constam dos autos. E isso acaba pesando na decisão deles.

‘PÉROLAS’ Genoíno, Rede Globo, Freixes, Bernal, Pelé, Donadon, Adalberto Siufi, Lewandowski,Toffoli, Marco A. Mello, Teori Zavascki no olho do furacão, arrancando-nos olhares incrédulos e indignação. Colocá-los no liquidificador resolve?

‘A TAÇA’ da semana vai para a Globo no editorial justificando o apoio a ‘Revolução de 64’. Exercício de cinismo & malabarismo, mero ‘erro imprescindível’ como chamou. Só não falou dos benefícios recebidos pela empresa junto ao Governo.

A FAVORITA Nas composições possíveis para o pleito de 2014, Simone sobressai contra qualquer adversário, independentemente do nome de seu candidato a governador. As pesquisas de consumo tem mostrado sua musculatura e chances.

VETO Na Festa do Peão em Barretos, Zé Anibal e Serra estranharam e vetaram a tese de que Azambuja faria aliança branca com o PT em MS. O primeiro lembrou: os filiados precisam respeitar as diretrizes e decisões do diretório nacional.

A QUESTÃO Com o veto Azambuja deixaria o PSDB ou se lançaria candidato ao governo em chapa própria? Isso exigiria suporte financeiro e estrutura que o partido não tem na capital e interior. Claro, cenário político é como nuvens: mudam.

APARÊNCIA Ajuda os políticos e partidos para mostrar força e fazer acertos. Mas há muito blefe! Delcídio lembra por exemplo: na última eleição da capital - apesar da garganta de Dagoberto - o PDT mais atrapalhou que ajudou Giroto.

CALMA Se você levar em conta que nesse país tudo é possível, que novos escândalos vão acontecer envolvendo gente poderosa, não se pode descartar uma nova situação no quadro eleitoral. Mas as desgraças nacionais vão respingar até aqui?

PERALÁ! O Planalto já esqueceu da questão das invasões das terras pelos indígenas? Não se fala mais nisso? Era só balão de ensaio para acalmar a mídia internacional, que não conhece a nossa realidade? Mas isso pesará na sucessão estadual?

ONDA POSITIVA Os municípios e seus servidores estão se afastando da velha, ineficiente e cara máquina do sistema tradicional criando seus próprios institutos previdenciários, como aliás permite o artigo 40 da Constituição Federal.

REFLEXOS Quase a metade dos municípios de MS já implantaram o sistema próprio e os dividendos são visíveis: contribuição menor, maior transparência na contabilidade, maior proximidade e mais comodidade em geral para o segurado.

CUIDADOS Entusiasta do sistema, o deputado Tetila cita os casos de sucesso em Dourados, Naviraí, Caarapó e Maracajú. “Nem tudo são flores” – lembra. “Não se pode politizar o instituto e a orientação de especialistas na área é indispensável ”

DETALHES O percentual de contribuição mensal, da prefeitura e funcionários, varia de acordo com cada município. O dinheiro arrecadado é sagrado, não pode ser usado pelo Poder Executivo e nem desviado para destinações não previstas.

RESPONSABILIDADE É grande por parte dos diretores e membros dos Conselhos Previdenciário e Fiscal. Arrecadar, administrar e investir certo o ‘bolo’ que irá garantir aposentadoria, pensão e auxílio doença exige seriedade e profissionalismo.

PREOCUPA O prefeito Eney (Jardim) por exemplo, não esconde: “os gestores dos institutos não podem se entusiasmarem a ponto de não preverem os encargos futuros e investirem o dinheiro em aplicações equivocadas ou duvidosas.”

EXEMPLOS Alguns fundos de pensão de corporações gigantes nos Estados Unidos ficaram descapitalizados; seus gestores investiram o dinheiro em ações de empresas que quebraram na Bolsa. E agora deixaram seus segurados desamparados.

RESUMINDO: O sistema previdenciário municipal é bom, mas requer cuidados. Mal gerido levará associados à desgraça, sem recursos para bancar a futura aposentadoria. O que é sonho pode ser transformar em pesadelo. Juizo faz bem e recomendo!

“Vamos deixar os protestos para depois da Copa” - (Pelé)

Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
DESAFIO Se o presidente Michel Temer (PMDB) não vetar, caso o Senado aprove o projeto bizarro da Câmara, o país irá culpá-lo e perderá o apoio das ru...
Pizzas, os políticos não abrem mão delas
NÁUFRAGO Culpando a TV Globo e o juiz federal Sergio Moro, o ex-deputado Antonio Carlos Biffi (PT) tentou no saguão da Assembleia Legislativa justifi...
Invasores das escolas, a nova aposta do PT
LUZ AMARELA Os casos do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, com as finanças em colapso, estão sendo considerados pelo governador de Mato Grosso do Su...
Junior Mochi, ponto de equilíbrio na Assembleia
NOSTRADAMUS Não tenho seu dom, mas prevejo: o país de 2018 será outro. As delações premiadas da Odebrecht e Andrade Gutierrez cairão como meteorito n...



A municipalização da Previdência deveria ser implantada em todo o país. Antes da unificação da previdência social no país, haviam institutos bem estruturados, que além de proporcionar boa assistência aos segurados, os benefícios da aposentadoria proporcionavam maiores rendimentos; apenas para relembrar, dois institutos se destacavam: o IAPB (bancários) e o IAPM(marítimos). A arrecadação previdenciária deve ser administrada com rigor, pois, dela dependerá o pagamento dos benefícios futuros, a aplicação dos recursos não deve ser desviados para construções habitacionais, nem mesmo de sédes suntuosas. Ademais, os associados devem fiscalizar sistemàticamente as entradas e saídas dos recursos, evitando desvios de finalidades; pode dar certo.
 
benedito rodrigues da costa em 08/09/2013 07:05:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions