A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 01 de Outubro de 2016

21/01/2016 17:41

Apreensões de mercadorias e veículos da Receita Federal crescem 94% em 2015

Caroline Maldonado
Aumento no volume de mercadorias e veículos se deve as operações nacionais (Foto: Receita Federal)Aumento no volume de mercadorias e veículos se deve as operações nacionais (Foto: Receita Federal)

O número de apreensões de mercadorias e veículos da Receita Federal em Mato Grosso do Sul cresceu 94,6% em 2015, na comparação com o ano anterior. Em 2014, foram apreendidos o equivalente a R$ 135,2 milhões e no ano seguinte foram R$ 263,2 milhões, segundo levantamento divulgado hoje (21).

Veja Mais
Receita Federal abre hoje consulta a lote residual do Imposto de Renda
Bope encontra 481 pacotes de cigarro e suspeita de furto na Receita Federal

Os produtos que mais cai na vigilância é o cigarro. São R$ 196,8 milhões, que significam mais de 56 milhões de maços de cigarros apreendidos. Em seguida estão os veículos, eletrônicos, têxteis, além de brinquedos e artigos de bazar.

Os dados fazem parte de balanço da 1ª Região Fiscal, que abrange os Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e o Distrito Federal.

São quase 2.300 quilômetros de fronteira com a Bolívia e o Paraguai. A região é responsável por 16% de toda a apreensão nacional. Nessa área, as apreensões aumentaram 84%, passando de R$ 157,7 milhões para R$ 290,8 milhões.

O aumento no volume de mercadorias e veículos se deve as operações nacionais da Receita Federal com repercussão na região Centro- Oeste, como a Operação Escudo e a Operação Ágata. Os veículos e suas partes somam 11% do valor total das apreensões, que representam mais de R$ 34 milhões entre caminhões, automóveis, ônibus, barcos, aeronaves, além de pneus e peças automotivas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions