A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

28/10/2015 16:57

Bernal repete Olarte e vai antecipar pagamento do IPTU para janeiro

Priscilla Peres
Secretário garante que percentual de reajuste será definido na próxima semana.(Foto: Marcos Ermínio)Secretário garante que percentual de reajuste será definido na próxima semana.(Foto: Marcos Ermínio)

A crise financeira na prefeitura de Campo Grande continua e para aumentar as receitas e conseguir arcar com o 13° salários dos servidores, o prazo limite do pagamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) será antecipado para 10 de janeiro, assim como foi feito este ano. O percentual de reajuste será definido na próxima semana.

Veja Mais
Termina dia 29 prazo para aposentado e pensionista pedir isenção de IPTU
Aposentados têm até 30 de outubro para realizar cadastro de isenção do IPTU

De acordo com o secretário de Planejamento, Finanças e Orçamento, Disney de Souza Fernandes, o pagamento do IPTU será feito da mesma forma implantada pelo prefeito afastado Gilmar Olarte (PP). Dessa forma, ao invés de poder pagar o imposto até fevereiro, os contribuintes terão que arcar com mais uma despesa em janeiro.

No IPTU pago em janeiro deste ano pelo campo-grandenses, a prefeitura estipulou desconto de 20% para quem pagasse até dia 9 e dedução de 10% para pagamentos efetuados até 10 de fevereiro. Quem preferisse pagar parcelado, poderia dividir em até 10 vezes com apenas 5% de desconto.

Polêmico no ano passado, o reajuste foi de 12% após dias e dias de briga entre a prefeitura e os vereadores. A primeira informação do ano passado foi de que o aumento chegaria a 32%, mas foi bastante reprimido pelos vereadores e população.

Este ano, o secretário Disney garante que definirá o valor de reajuste na próxima semana. Caso o aumento pedido pela prefeitura seja superior a inflação, a proposta terá que ser autorizada pelos vereadores.

Receita - A medida de antecipar o pagamento do IPTU é uma forma de aumentar a arrecadação e garantir o pagamento de contas, como o 13° salário dos servidores municipais. Ontem, em coletiva, o prefeito Alcides Bernal (PP) informou que já conseguiu superávit nas contas de R$ 15 milhões para o pagamento do 13º, porém a folha de pessoal extra chega a R$ 90 milhões.

Até lá a prefeitura terá de arrecadar o montante que falta. Além do IPTU, empréstimos com bancos são cogitados pela administração municipal.

 




Com todo esse cenário político deplorável eu nem vou perder meu tempo indo às urnas ano que vem e a população deveria fazer o mesmo, somos obrigados a escolher as pessoas que só vão prejudicar ainda mais nossas vidas!
 
Junior_Ferreira em 28/10/2015 22:11:30
Que venha 2016 Beto? Tenho medo!!! Que opções nós temos? Teremos um Italiano ditador; um ex-bancário estafermo, um ex-diretor do Detran malogrado e um urologista que mal sabe a câmera que ele deve olhar na hora de uma entrevista e outros situacionistas. Mas o maior problema é que brasileiro tem memória curta, nos jogos da copa das confederações durantes os protestos brigaram e lutaram como leões e um ano após votamos como BURROS!, bastou ouvir que o bolsa família iria continuar e agora estamos na lama que estamos. Infelizmente Campo Grande não terá opção para 2016, teremos que nos contentarmos e abaixamos nossas orelhas para as falsas esperanças que surgirá de alguém que dirá que sabe como fazer; e jogará as migalhas para o povo faminto de esperança por dias melhores que em 4 anos não virá.
 
Geovane Tiburcio de Souza em 28/10/2015 19:34:14
Tudo farinha do mesmo saco e o povo .
Que venha 2016
 
Beto em 28/10/2015 18:08:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions