A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 01 de Outubro de 2016

01/08/2014 10:35

Câmara usará duodécimo para manter gratuidades em ônibus

Caroline Maldonado e Kleber Clajus
Presidente da Câmara explicou como será mantida a gratuidade (Foto: Marcelo Calazans)Presidente da Câmara explicou como será mantida a gratuidade (Foto: Marcelo Calazans)

Para garantir as gratuidades e manutenção das tarifas de ônibus em Campo Grande, a Câmara Municipal utilizará recursos do duodécimo, que irão para o fundo criado no ano passado. Ao todo serão enviados para o fundo R$ 825 mil, durante três meses.

Veja Mais
Prefeitura ainda não sabe como operacionalizar fundo que congela tarifa
Para manter tarifa congelada, Prefeitura busca recursos para compor fundo

A garantia foi dada, nesta manhã, pelo Prefeito Gilmar Olarte (PP) e o presidente da Câmara, o vereador Mário César (PMDB), durante o lançamento do calendário das comemorações do aniversário dos 115 anos de Campo Grande, na Estação Ferroviária. Olarte disse que, neste ano, a tarifa do transporte coletivo será mantida no patamar em que está e que em 2015 vai ser planejado um aumento, condizente com o período.

Segundo Mário César, a utilização dos recursos do duodécimo farão com que “no orçamento de 2015, o prefeito destine recursos suficientes para o fundo municipal destinado a manutenção das gratuidades”. A ideia é conseguir subsidiar em 25% a gratuidade; concedida a estudantes, idosos e deficientes.

O prefeito disse ainda que tem planos de subsidiar em 100% as gratuidades. O projeto levará quatro anos pra ser incorporado e tem como objetivo retirar o custo que, atualmente, faz parte da planilha de cálculo da tarifa. “O objetivo é que o campo-grandense possa ter o carro e deixar em casa para usar o transporte coletivo porque e mais seguro e confortável”, disse Olarte.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions