A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

10/11/2016 07:41

Com arroz, feijão e ovos mais baratos, preço da cesta básica cai quase 1%

Helio de Freitas, de Dourados
Preço do feijão ficou mais barato, segundo Procon (Foto: Arquivo)Preço do feijão ficou mais barato, segundo Procon (Foto: Arquivo)

O preço da cesta básica teve queda de 0,95% em Dourados, a 233 km de Campo Grande, segundo pesquisa do Procon feita nesta semana. A queda ocorreu principalmente influenciada pela redução nos preços de alguns produtos, como feijão, arroz e ovos.

Veja Mais
Em MS, 2,6 mil têm até o fim do mês para sacar os R$ 880 de abono salarial
Com maior valor desde junho, dólar sobe 1,7% e fecha cotado a R$ 3,47

Em comparação à pesquisa divulgada no início de outubro, o preço do arroz caiu 9%, o preço do feijão teve queda de 19% e os ovos ficaram 20% mais baratos.

Por outro lado, o preço do açúcar subiu 10%, o fubá ficou 15% mais caro e a goiabada teve 10% de alta em relação à pesquisa anterior.

A pesquisa, que levantou o preço de 28 itens em dez supermercados da área central e dos bairros, mais uma vez encontrou alta variação entre os mesmos produtos.

O do alho teve diferença de 111,38% - pode ser encontrado por R$ 3,78 a R$ 7,99 o pacote de 200 gramas. O corte de carne bovina paleta também varia quase 100% nos mercados de Dourados. Custa de R$ 9,49 a R$ 18,90.

A campeã em variação é a goiabada 600 gramas, que pode ser encontrada de R$ 1,59 a R$ 7,49 – diferença de 371%.

Já o preço médio da cesta básica variou 34% entre os supermercados pesquisados. A mais barata custa R$ 106,70 em um estabelecimento do Jardim Flórida e a mais cara R$ 149,27 em uma loja de rede nacional localizada na Avenida Marcelino Pires.

Com maior valor desde junho, dólar sobe 1,7% e fecha cotado a R$ 3,47
Com o maior valor desde junho, o dólar comercial fechou cotado a R$ 3,473 na venda, nesta nesta sexta-feira (2) com leve valorização de 0,12%. Na vés...
Água e esgoto na Capital ficam 8,47% mais caros a partir de janeiro de 2017
O serviço de água e esgoto em Campo Grande ficará 8,47% mais caro a partir do dia 3 de janeiro de 2017. O reajuste foi autorizado nesta sexta-feira (...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions