A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

03/10/2014 09:06

Com greve de bancários no 4º dia, região de Dourados tem 36 agências fechadas

Helio de Freitas, de Dourados
Em Dourados sindicato afirma que todas as agências estão fechadas desde terça-feira (Foto: Divulgação)Em Dourados sindicato afirma que todas as agências estão fechadas desde terça-feira (Foto: Divulgação)

A greve dos bancários, iniciada na terça-feira, dia 30, entra hoje no quarto dia e na região de Dourados o movimento só cresce, segundo o sindicato da categoria. São 36 agências fechadas em Dourados e em outras seis cidades da região.

Veja Mais
Após segunda queda consecutiva, dólar fecha cotado a R$ 3,22
Dia das Crianças vai movimentar R$ 146 milhões com R$ 119 por presente

“Entre agências, postos de atendimento bancário e Representação de Desenvolvimento Urbano e Rural [Redur], da Caixa Econômica Federal, são 42 locais de trabalho paralisados. Com a adesão de Itaporã, nesta quinta, agora já são sete dos 13 municípios da nossa base com 100% das agências sem atendimento”, afirma nota divulgada pela assessoria do Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Dourados e Região.

Além de Dourados e Itaporã, as outras cidades onde os bancários entraram em greve são Fátima do Sul, Deodápolis, Nova Alvorada do Sul, Vicentina e Glória de Dourados. “A greve transcorre com muita tranquilidade e a população não só tem contribuído com o movimento, como tem apoiado, inclusive, na maioria dos casos fazendo questão de verbalizar esse apoio quando se depara com os comitês de esclarecimento”, afirmou o presidente do sindicato, Jane Estigarribia.

Os bancários entraram em greve após um mês de negociação com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos). As principais reivindicações são reajuste salarial de 12,5% e piso salarial de R$ 2.979,25. Os bancos ofereceram 7,35% de reajuste. “Se os bancos insistirem no desrespeito e não retomarem as negociações, o movimento tende a crescer ainda mais. Disposição não falta aos trabalhadores”, afirma o diretor de imprensa do sindicato de Dourados, Joacir Rodrigues.

Após segunda queda consecutiva, dólar fecha cotado a R$ 3,22
O dólar comercial inverteu o movimento no final da tarde, após operar em alta durante quase toda a sessão. A moeda norte-americana fechou esta quarta...
Endividamento das famílias cresce e atinge 58,2%, mostra pesquisa
O endividamento das famílias brasileiras aumentou 0,2 ponto percentual de agosto para setembro deste ano, atingindo 58,2%. Apesar do ligeiro crescime...
Taxa de juros do cheque especial bate novo recorde: 321,1% ao ano
A taxa de juros do cheque especial subiu em agosto. De acordo com informações do Banco Central (BC), divulgados hoje (28), em Brasília, a taxa do che...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions