A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

19/10/2014 15:20

Com produtos especializados, empresários faturam com evento de ciclismo

Francisco Júnior e Eduardo Penedo
Óculos vendido por Fábio Gonçalves. (Foto: Marcelo Calazans)Óculos vendido por Fábio Gonçalves. (Foto: Marcelo Calazans)

Empresários que participam do 1° Desafio nas Trilhas de Rochedinho, realizado neste domingo no distrito distante a 25 quilômetros de Campo Grande, estão comemorando as vendas durante o evento de ciclismo. Em pequenos estandes, eles oferecem aos atletas produtos personalizados e específicos para a prática esportiva.

Veja Mais
Greve dos bancários chega ao 19º dia com 144 agências sem atendimento
FCO amplia acesso para empresas que faturam até R$ 16 milhões por ano

Fábio Gonçalves, 45 anos, viu no ciclismo não só apenas como um esporte a se praticar, mas uma maneira de ganhar dinheiro. Há seis meses começou a pedalar e constatou que aqui no Estado não há óticas que vendem óculos para ciclistas. “ A partir do momento que vi que não tem lojas especializadas em venda de óculos para ciclistas, comecei a investir. Agora todas as competições que tem nessa área, eu levo meu estande. Consigo faturar bastante”, disse comemorando a venda de 30 óculos no valor de R$ 120,00 cada só neste domingo.

O gerente da Ansa Duas Rodas, loja especializada em produtos de ciclismo, afirma que com a ascensão do esporte, as vendas de bicicletas dobraram de um ano para cá em Campo Grande. Segundo ele, os maiores compradores são servidores públicos e executivos que usam o esporte como uma maneira de relaxar do estresse do dia a dia.

Na loja dele os preços das bicicletas começam em R$ 1 mil e podem chegar a R$ 34 mil.

Representante da loja Gilmar Bicicletas, o mecânico Fabiano Piratanni montou um estande para vender acessórios indispensáveis para quem prática ciclismo. Além de bicicletas que variam entre R$ 2 mil a R$ 10 mil, os ciclistas ainda encontram mochilas de hidratação, câmara de ar e CO2 (spray usado para inflar os pneus das bicicletas mais rapidamente). Hoje ele afirma que já vendeu pelo menos 150 acessórios.

Quem também está faturando com a competição de ciclismo são os vendedores de comidas de Rochedinho. Maria Antônia de Lourdes montou uma barraquinha de espetinhos e está vendendo bastante. “Com esse eventos já cheguei a vender de 200 a 250 espetinhos”,disse.

Só em um dia ela conseguiu arrecadar o valor para o mês todo. “ Aqui é um distrito muito parado. A gente fica feliz com a vinda desses esportes para cá. É a oportunidade de a gente ganhar mais”.

Evento movimentou a economia do distrito. (Foto: Marcelo Calazans)Evento movimentou a economia do distrito. (Foto: Marcelo Calazans)
FCO amplia acesso para empresas que faturam até R$ 16 milhões por ano
Foi aprovado nesta semana pelo Ceif (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis) do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) ...
Dólar comercial fecha a semana em queda e cotado a R$ 3,24
Após duas altas seguidas do dólar comercial durante a semana, a moeda norte-americana fechou nesta sexta-feira (23) cotado a R$ 3,247 na venda e com ...
Desemprego desacelara, e MS cria mais 1.077 vagas de trabalho em agosto
Mato Grosso do Sul abriu 1.077 empregos formais a mais no mês de agosto -equivalentes ao acréscimo de 0,21% -, em relação ao estoque de assalariados ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions