A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

09/09/2016 16:11

Custo da construção civil no Estado está acima da média nacional, aponta IBGE

Anny Malagolini
Metro quadrado custa em média R$ 1.020,48 (Foto: Fernando Antunes)Metro quadrado custa em média R$ 1.020,48 (Foto: Fernando Antunes)

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em parceria com a CAIXA, apresentou variação de 0,22% em agosto, e colocou Mato Grosso do Sul em 9º lugar no ranking nacional de variação do preço. Com o resultado, o setor tem alta acumulada de 6,56%.

Veja Mais
Bancários entram no 25º dia de greve sem previsão de retorno ao trabalho
Com maior carga tributária do mundo, remédios consomem renda dos idosos

O levantamento apontou ainda que o metro quadrado da construção civil no Estado custa R$ 1.020,48, e é um dos menores preços da região centro-oeste. Em julho, esse custo totalizava R$ 1.018,29. Enquanto a média nacional é de R$ 1.012,16, sendo R$ 527,83 relativos aos materiais e R$ 484,33 à mão de obra.

A variação anual, de janeiro a agosto, chegou ao percentual de 6,56% - já nos últimos dozes meses o levantamento aponta variação de 6,92%, índice maior que a média nacional.

A Região Centro-Oeste, com 2,51%, ficou com a maior variação regional em agosto. As demais regiões apresentaram os seguintes resultados: 0,03% (Norte), 0,10% (Nordeste), -0,09% (Sudeste) e 0,07% (Sul).

Em agosto, a parcela dos materiais apresentou queda (-0,03%) pelo segundo mês consecutivo, após a taxa de -0,11% em julho. Já a parcela da mão de obra, apresentou variação de 0,53% e ficou próxima do percentual registrado no mês anterior (0,54%).

De janeiro a agosto deste ano, os acumulados foram de 2,27% (materiais) e 8,25% (mão de obra). Em 12 meses, os acumulados ficaram em 3,31% (materiais) e 9,01% (mão de obra).

Conforme o IBGE, os resultados apresentados levam em conta a desoneração da folha de pagamento de empresas do setor da construção civil prevista na lei 12.844, sancionada em 19 de julho de 2013.

Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25
Cotado a R$ 3,256 na venda, após dois dias seguidos de baixa, o dólar comercial fechou esta quinta-feira (29) com alta de 1,05%. Com isso, a moeda no...
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas
Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas, sendo que 13% não terão condições de pagar suas contas. O índice medido pelo IPF/MS (Instituto de Pesqu...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions