A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

11/07/2014 12:30

Em MS, projeto piloto libera linha de crédito para financiamento na agropecuária

Bruno Chaves

Projeto piloto entre a cooperativa Sicredi e o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) vai liberar uma linha de crédito especial para o financiamento da produção agropecuária em Mato Grosso do Sul, estado escolhido pelas instituições para execução da ideia.

Veja Mais
Bancos repetem proposta de reajuste de 7% e negociação prossegue
Após segunda queda consecutiva, dólar fecha cotado a R$ 3,22

Batizada de Inovagro (Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária), a linha de financiamento vai ganhar seu primeiro contrato na próxima segunda-feira (14), às 9h, com a Associação Sul-Mato-Grossense de Produtores de Novilho Precoce. O evento vai contar com a presença do presidente do Sicredi, Celso Regis, e do presidente da associação, Alexandre Scaff.

A nova modalidade de financiamento vai ampliar o leque de serviços oferecido nas unidades da cooperativa, afirmou o presidente do Sicredi. “É um iniciativa importante. Queremos apoiar investimentos necessários à incorporação de inovação tecnológica nas propriedades rurais, visando ao aumento da produtividade, à adoção de boas práticas agropecuárias e de gestão da propriedade rural”, disse.

Outro objeto do Inovagro, ainda conforme Carlos Regis, é estimular à inserção competitiva dos produtores rurais nos diferentes mercados consumidores.

Com isso, produtores rurais, pessoas físicas ou jurídicas, e cooperativas rurais de produção, associados a uma das unidades de atendimento Sicredi em Mato Grosso do Sul, podem aderir ao Inovagro.

Condições – Conforme a assessoria de imprensa do Sicredi, a taxa de juros da linha de crédito é uma das mais atrativas: 3,5% ao ano, sendo que o limite de financiamento é de até R$ 1 milhão por associado e de até R$ 3 milhões para empreendimento coletivo, desde que respeitado o limite individual por participante.

“O limite para empreendimento individual pode ser elevado em até 100%, desde que os recursos adicionais sejam destinados exclusivamente para cultivos protegidos do segmento da olericultura, fruticultura, floricultura e cafeicultura”, explicou Celso Regis.

A concessão de mais de um financiamento para o mesmo cliente por ano/safra é permitida quando a atividade atendida requerer e o somatório dos valores concedidos não ultrapassar os limites de créditos.

As condições também são vantajosas para o setor pecuário, uma vez que o somatório dos recursos disponibilizados para custeio associado ao projeto de investimento e aquisição de matrizes e reprodutores é de até 30% do valor financiado.

O prazo da linha de crédito é de até 10 anos, com carência de até três anos para início do pagamento. O BNDES pode financiar até 100% do projeto.

Financiamento – Abaixo, estão relacionados os itens que podem ser financiáveis pelo Inovagro:

- aquisição, implantação e recuperação de equipamentos e instalações para proteção de cultivos inerentes ao segmento da olericultura, fruticultura, floricultura e cafeicultura;

- serviços de agricultura de precisão, desde o planejamento inicial da amostragem do solo à geração dos mapas de aplicação de fertilizantes e corretivos; máquinas e equipamentos para automação e adequação de instalações nos segmentos de avicultura, suinocultura e pecuária de leite;

- programas de computadores para gestão, monitoramento ou automação;

- consultorias para a formação e capacitação técnica e gerencial das atividades produtivas implementadas na propriedade rural; aquisição de material genético (sêmen, embriões e oócitos), provenientes de doadores com certificado de registro e avaliação de desempenho ou, alternativamente para pecuária de corte, o certificado especial de identificação de produção-CEIP;

- itens que estejam em conformidade com os Sistemas de Produção Integrada Agropecuária PI-Brasil e Bem-Estar Animal, e aos Programas Alimento Seguro das diversas cadeias produtivas, e Boas Práticas Agropecuárias da Bovinocultura de Corte e Leite;

- itens ou produtos desenvolvidos no âmbito do Programa de Inovação Tecnológica (Inova-Empresa);

- assistência técnica necessária para a elaboração, implantação, acompanhamento e execução do projeto, limitada a 4% do valor total do financiamento;

- custeio associado ao projeto de investimento e aquisição de matrizes e reprodutores, com certificado de registro genealógico, emitido por associações de criadores autorizados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), e avaliação de desempenho.

Bancos repetem proposta de reajuste de 7% e negociação prossegue
A Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e o Comando Nacional dos Bancários retomaram a 9ª rodada de negociações nesta quarta-feira (28) em São Paul...
Após segunda queda consecutiva, dólar fecha cotado a R$ 3,22
O dólar comercial inverteu o movimento no final da tarde, após operar em alta durante quase toda a sessão. A moeda norte-americana fechou esta quarta...
Endividamento das famílias cresce e atinge 58,2%, mostra pesquisa
O endividamento das famílias brasileiras aumentou 0,2 ponto percentual de agosto para setembro deste ano, atingindo 58,2%. Apesar do ligeiro crescime...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions