A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

15/09/2014 17:12

Exportação de industrializados do Estado soma US$ 2,52 bilhões no ano

Priscilla Peres
Complexo Frigorífico e Papel e Celulose foram os destaques da Balança Comercial de agosto. (Foto: Fiems)Complexo Frigorífico e Papel e Celulose foram os destaques da Balança Comercial de agosto. (Foto: Fiems)

A exportação de industrializados de Mato Grosso do Sul representa 66% da Balança Comercial do Estado, de acordo com dados de agosto do Radar Industrial da Fiems (Federação da Indústria de MS). O montante alcançado com a venda desses produtos a outros países somou US$ 2,52 bilhões no mês passado, 6,2% a mais que no mesmo período do ano passado.

Veja Mais
Paralisação dos bancários completa 20 dias sem previsão de término
Entre a novidade e a decadência, quadrilátero é retrato do comércio

De acordo com o coordenador da Unidade de Economia, Estudos e Pesquisas da Fiems, Ezequiel Resende, de janeiro de 2010 até agora foram registradas 47 quebras de recorde nas receitas de exportação. "O que equivale a dizer que o recorde para o mês, ao longo desse período, foi quebrado em 83,9% das vezes", analisou.

Os grupos com evolução mais expressiva em agosto foram o Complexo Frigorífico, Papel e Celulose, Extrativo Mineral, Açúcar e Álcool, Óleos Vegetais, Couros e Peles, Alimentos e Bebidas e Máquinas e Equipamentos, que, somados, representam 98,8% da receita total das vendas sul-mato-grossenses de produtos industriais ao exterior.

Grupos - De janeiro a agosto deste ano, a receita de exportação do Complexo Frigorífico alcançou o equivalente a US$ 819,4 milhões, um crescimento de 18,4% em relação ao mesmo período de 2013, quando as vendas foram de US$ 692,3 milhões.

Quanto aos produtos exportados, destaque para as carnes desossadas e congeladas de bovinos e pedaços e miudezas comestíveis congelados de frango, que, somados, totalizaram US$ 618,5 milhões ou 75,5% da receita do grupo, tendo como principais compradores Rússia, Hong Kong, Arábia Saudita, Japão, Venezuela, Chile e China.

Em relação às exportações do grupo Papel e Celulose, o destaque, naturalmente, ficou por conta da celulose, que, de janeiro a agosto de 2014, registrou receita de exportação equivalente a US$ 718,1 milhões ou 97,1% da receita total do grupo. Quando comparado com igual período de 2013 a receita obtida com o produto apresentou evolução de 6,2%, tendo como principais compradores China, Itália, Holanda, Estados Unidos e Coreia do Sul.

Já no grupo Extrativo Mineral a receita de exportação de janeiro a agosto de 2014 alcançou o equivalente a US$ 388,8 milhões, crescimento de 11% sobre o mesmo período do ano passado, resultante, principalmente, das vendas de minérios de ferro não aglomerados e seus concentrados, que representam 91,7% da receita total do grupo. Os minérios exportados por Mato Grosso do Sul tiveram como principais destinos a Argentina e o Reino Unido.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions