A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

05/06/2014 14:35

Feirão começa hoje em Corumbá com R$ 100 milhões para financiar imóveis

Marta Ferreira
Estrutura de feira foi montada em frente ao prédio da Caixa. (Foto: Clóvis Neto/Prefeitura de Corumbá)Estrutura de feira foi montada em frente ao prédio da Caixa. (Foto: Clóvis Neto/Prefeitura de Corumbá)

Está começando hoje, em Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande, a “Feira de Imóveis e Negócios” promovida pela Caixa Econômica Federal e empresas do setor imobiliário. O banco informou que tem disponíveis R$ 100 milhões em crédito para aquisição de imóveis por meio do programa “Minha Casa, Minha Vida”. 

Veja Mais
Bancários entram no 25º dia de greve sem previsão de retorno ao trabalho
Com maior carga tributária do mundo, remédios consomem renda dos idosos

O feirão da casa própria foi aberto às 14 horas, em uma estrutura montada em frente à Caixa, na esquina das ruas Cuiabá e Sete de Setembro. Serão três dias, das 14 às 22 horas (quinta e sexta) e das 09 às 19 horas (sábado).

O evento tem os mesmos moldes da feira realizada já há onze edições em Campo Grande, e que este ano ocorre também em Dourados, Três Lagoas e Corumbá.

“O formato do feirão que acontece em grandes centros acontecerá em Corumbá guardadas as devidas proporções. A matriz da Caixa vai controlar esse feirão tal qual acontece com Rio de Janeiro e São Paulo”, explicou Paulo Antunes Siqueira, superintendente da Caixa no Estado. Segundo as informações divulgadas, as oportunidades são para quem tenha renda acima de R$1.600. O crédito pode ser usado para a compra de imóveis novos, em construção ou mesmo já existentes.

Na estrutura montada estão reunidas diversas imobiliárias e construtoras, para facilitar a pesquisa de preços, a escolha do imóvel, além da aprovação da carta de crédito.

O cliente interessado em fechar negócio no feirão, deve levar documento de identidade, CPF, comprovante de renda e de residência. Ao chegar ao local, o primeiro passo é a realização de uma simulação para saber quanto financiar. A partir da definição aproximada do valor do crédito disponível, o cliente poderá procurar o imóvel de acordo com a região e o preço que deseja.

“Como todos sabemos do valor elevado dos alugueis em Corumbá, esta será a oportunidade da população sair do aluguel e pagar um valor menor mensalmente por um imóvel que será seu”, avaliou o prefeito Paulo Duarte que ainda observou que ao oportunizar a casa própria para mais pessoas, o ciclo da economia se movimentará de forma mais intensa.

“Pagando uma parcela menor no financiamento de uma casa que é sua, o cidadão pode empenhar aquele valor que pagaria no aluguel em outros setores da economia local”, comentou.

Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25
Cotado a R$ 3,256 na venda, após dois dias seguidos de baixa, o dólar comercial fechou esta quinta-feira (29) com alta de 1,05%. Com isso, a moeda no...
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas
Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas, sendo que 13% não terão condições de pagar suas contas. O índice medido pelo IPF/MS (Instituto de Pesqu...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions