A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

24/11/2016 06:32

Governo estuda criar fundo com contrapartida de empresas em MS

Elci Holsback
Monteiro destaca que assunto está em estudo entre secretarias (Foto: Elci Holsback)Monteiro destaca que assunto está em estudo entre secretarias (Foto: Elci Holsback)

O governo de Mato Grosso do Sul estuda criar um Fundo de Participação de Incentivos, alterando a contrapartida das indústrias que são beneficiadas com incentivos fiscais. Ao invés da contrapartida em obras ou empregos, poderá ser fixada uma porcentagem de cobrança sobre o que for recebido pelas empresas.

Veja Mais
Termina 30 de dezembro prazo para sacar abono de R$ 880
Dólar alto e passagens caras reduzem em 50% procura por pacote de viagem

A declaração foi feita nesta tarde pelo secretário de Estado de Fazenda, Marcio Monteiro (PSDB) durante entrevista coletiva sobre a cobrança do IPVA (Imposto sobre a propriedade de Veículos Automotores) no próximo ano. "O Fundo de Incentivo Fiscal tem o objetivo de recuperar aqueles incentivos que ao longo do tempo, o Estado concede a algumas indústria e empresas", disse.

O secretário ainda citou exemplos de outros estados, como  Goiás e Minas Gerais, onde a contribuição é de 10% do valor recebido pela empresa naquele mês. "Por exemplo, se o benefício foi de R$ 1.000 ela contribui com R$ 100", essa é a lógica do projeto", explica o secretário.

Contudo, Monteiro não confirma quando a proposta entraria em vigor no Estado, alegando a necessidade de estudo técnico entre secretarias. "Ainda não sabemos ao certo se Mato Grosso do Sul irá adotar a medida, ainda não posso adiantar nada sem avaliar com o governo e secretarias de Desenvolvimento e Meio Ambiente e Fazenda para definir a proposta em uma conversa ampla", finaliza o secretário.

Termina 30 de dezembro prazo para sacar abono de R$ 880
Encerra no dia 30 de dezembro o prazo para o saque do abono salarial referente a 2014. Em Mato Grosso do Sul 2.634 trabalhadores ainda não sacaram o ...
Com quinta queda seguida, dólar comercial fecha cotado a R$ 3,37
Com uma queda de 0,3% nesta sexta-feira (9), o dólar comercial fechou cotado a R$ 3,373 na venda. Essa foi a quinta queda seguida e com o menor valor...
Sindicato articula debate sobre reforma na Previdência no Congresso
Todas as coordenadorias estaduais do Sindicato Nacional dos Aposentados estão articulando junto aos representantes de seus estados no Congresso Nacio...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions