A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

04/03/2015 10:50

Para driblar crise, concessionárias oferecem mais prazo e parcela menor

Liana Feitosa
Promoções são recurso de empresas para aquecer vendas. (Foto: Marcos Ermínio)Promoções são recurso de empresas para aquecer vendas. (Foto: Marcos Ermínio)

As concessionárias de veículos vão prolongar promoções na tentativa de equilibrar as contas em meio ao desaquecimento das vendas. Segundo a Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores), o comércio de veículos em Mato Grosso do Sul sofreu queda de 25,30% em fevereiro deste ano, se comparado ao mesmo mês do ano passado.

Veja Mais
Fevereiro registra queda de 25,30% na venda de veículos no Estado
Governo reduz despesas e tem saldo de R$ 38 milhões em oito meses

Para driblar a estagnação do setor, a concessionária Autobel, localizada na Via Parque, em Campo Grande, lançou hoje campanha que oferece toda a linha de veículos novos com parcelas a partir de R$ 480 mediante a pagamento de entrada de R$ 12 mil.

"O objetivo é manter o fluxo de clientes e oferecer vantagens", explica a gerente de vendas Michele Codrignani.
Ainda de acordo com a Fenabrave, a queda nas vendas de fevereiro deste ano foi de 21,27% em relação ao mês anterior, janeiro. Por isso, segundo a gerente, ações para chamar a atenção do consumidor são promovidas desde o início do ano para tentar minimizar os efeitos da queda nas vendas.

Entre os recursos adotados pela Autobel está conceder ao cliente a opção de pagar a primeira parcela do financiamento somente depois de 90 dias.

"Inclusive na internet nosso fluxo diminuiu bastante. Tivemos queda de cerca de 30% na procura por automóveis no nosso site. Já a venda de novos diminuiu de 10% a 20% em relação ao ano passado", completa a gerente.

Mais uma vez - Em todo o Brasil, a Chevrolet vai anunciar nos próximos dias a volta da promoção que garante carros ao consumidor com os mesmos descontos oferecidos aos funcionários da empresa, segundo o gerente Carlos Villa Maior, da concessionária Perkal, que fica na Avenida Eduardo Elias Zahran.

De acordo com o gerente, a queda nas vendas nessa unidade não foi tão acentuada quanto o índice da Fenabrave. "No mês de fevereiro tivemos uma queda de cerca de 5% nas vendas em relação a janeiro. Tivemos uma queda pequena porque as ações fizeram com que o movimento fosse mantido", explica o gerente.

"Oferecemos vantagens sobre os veículos com redução de IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados), taxa de juros zero e ainda aproveitamos preços praticados no mês de dezembro", pontua.

Diferente das outras - Segundo o diretor comercial da Kampai, da Toyota, Nivaldo Pessoa, ao contrário das outras concessionárias, essa marca tem apresentado números positivos. "Em comparação com o ano passado, tivemos crescimento médio de 7% no bimestre, janeiro e fevereiro", conta.

Para o diretor, entre as explicações para os dados estão as vantagens oferecidas ao cliente e o tipo de produto comercializado. "Toda a linha Hilux, por exemplo, é oferecida com preço de produtor rural (desconto especial), a pronta entrega e taxa zero, além da possibilidade de ser adquirida com entrada de 60% do valor total, sendo que o restante pode ser parcelado em 24 vezes", detalha Nivaldo.

Para outros veículos, o consumidor pode parcelar a compra em até 60 meses com taxa de juros de 0,99%, inclusive com desconto para quem utilizar o CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) para adquirir o bem.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions