A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

10/07/2014 12:45

Previdência paga em agosto metade do 13º a 228 mil beneficiários em MS

Bruno Chaves
Aposentado de 78 anos, Marcílio Manetti tem que trabalhar para ter renda maior (Foto: Marcelo Calazans)Aposentado de 78 anos, Marcílio Manetti tem que trabalhar para ter renda maior (Foto: Marcelo Calazans)

O pagamento da primeira parcela do 13º salário de aposentados e pensionistas vai ser feito pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Nacional) em agosto. A informação foi divulgada pelo Ministério da Previdência Social nesta semana. Só em Mato Grosso do Sul, mais de 228 mil pessoas serão beneficiadas.

Veja Mais
Paralisação dos bancários completa 20 dias sem previsão de término
Entre a novidade e a decadência, quadrilátero é retrato do comércio

Para aposentados e pensionistas que ganham até um salário mínimo, R$ 724, os depósitos deverão começar no dia 25 de agosto. Para quem recebe mais de um salário mínimo, o calendário prevê pagamento a partir do dia 1º de setembro até o dia 5. As datas variam de acordo com o cartão de benefício do segurado.

Agora, o ministério aguarda definição do decreto da Casa Civil, que oficializa o pagamento antecipado, para que os salários sejam depositados.

A primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas vem sendo antecipada pelo governo há anos. Em 2013, o documento foi assinado pela presidente Dilma Rousseff no dia 2 de agosto.

Em Mato Grosso do Sul, conforme a Gerência Executiva do INSS em Campo Grande, existem 228.925 segurados aposentados e pensionistas. Juntos, eles recebem benefícios mensais que somam pouco mais de R$ 193 milhões. Os dados foram atualizados em junho deste ano.

Para alguns, o dinheiro adiantado é um auxílio. Para outros, um desperdício. Luiz Inocêncio Araújo, 76 anos, comemorou a informação. Ele, que contribuiu durante 14 anos com a previdência, diz que a antecipação da primeira parcela do 13º é uma “boa ideia”. “Vou adiantar a reforma da minha casa”, comentou.

Luiz Inocêncio vai investir a primeira parcela do 13º na reforma da casa (Foto: Marcelo Calazans)Luiz Inocêncio vai investir a primeira parcela do 13º na reforma da casa (Foto: Marcelo Calazans)

Marcílio Manetti, 78, tem opinião contrária. Para ele, que tem aposentadoria de dois salários mínimos, a primeira parcela seria uma “mixaria”.

“Faz pouca diferença. Se fosse depender desse dinheiro, a gente não viveria. Eu, mesmo tendo contribuído durante 35 anos, ainda tenho que trabalhar com propriedade agrícola”, contou.

Carlota dos Santos, 71, também avalia que antecipar parte do salário não traz benefícios para aposentados. “Não é bom. Você pega pouco e depois sai para comprar coisas do cotidiano, remédios e coisas para a casa. Agora, se eu recebesse tudo de uma vez, eu iria comprar um móvel ou fazer uma viagem”, explicou.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions