A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Setembro de 2016

09/01/2015 16:22

Produção de etanol aumenta 17% e Petrobras comercializa 1,23 bilhão de litros

Liana Feitosa

A seca causou quebra na safra 2014/2015 para o setor sucroenergético. Apesar disso, a Petrobras Biocombustível registrou aumento de 17% na produção de etanol em relação à safra anterior. O número é resultado das três empresas Petrobras investidas no setor do biocombustível que, juntas, produziram 1,23 bilhão de litros.

Veja Mais
Paralisação dos bancários completa 20 dias sem previsão de término
Entre a novidade e a decadência, quadrilátero é retrato do comércio

Portanto, esse volume de etanol foi obtido nas nove usinas das três empresas em que a companhia tem participação: Guarani, que fica em São Paulo, a Nova Fronteira Bioenergia, em Goiás, e Bambuí Bioenergia, em Minas Gerais, cuja capacidade total de produção é de 1,5 bilhão de litros ao ano.

Campeã - A empresa que respondeu pelo maior aumento percentual, 26% se comparado ao ano anterior, é a Guarani, que opera sete unidades produtoras de etanol, açúcar e energia em São Paulo.

Ao todo, foram produzidos 756 milhões de litros, sendo 599 milhões do etanol hidratado, ou seja, exatamente o produto oferecido nas bombas dos postos de combustíveis. Outros 157 milhões de litros produzidos foram de etanol anidro, utilizado para mistura à gasolina.

Em relação a esses números, o crescimento foi possível devido à ampliação da área de colheita e da mudança no mix de produtos que destinou maior volume de caldo para produção do biocombustível.

Segunda colocada - O segundo melhor resultado foi registrado pela Nova Fronteira Bioenergia, com aumento de 9% na produção total de sua única unidade, a Usina Boa Vista. Nela, o total foi de 384 milhões de litros, sendo 108 milhões de etanol anidro e 276 milhões de etanol hidratado.

A unidade, localizada em Quirinópolis, sul do estado de Goiás, tem aumentado gradativamente, desde sua inauguração em 2008, sua produção de etanol e energia; Atualmente está entre as maiores destilarias do Brasil.

A Bambuí Bioenergia, que fica na região centro-oeste de Minas Gerais, foi a única a registrar queda da produção devido à seca severa que provocou quebra de safra de 28% em relação ao planejado. Foi registrada redução de 9% na produção em relação à safra anterior, resultando em 93 milhões de litros de etanol hidratado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions