A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

24/06/2011 17:11

Ecad faz campanha para incentivar arrecadação sobre músicas juninas

Marta Ferreira

O Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) lançou no início do mês uma campanha para que sejam pagos os direitos autorais sobre a execução de canções juninas.

Intitulada “Nesse Arraiá, Num Se Esqueça das Comidas, da Quadrilha, da Decoração, das Barraquinhas e do Principar: a Música”, a campanha, conforme o Ecad, pretende valorizar compositores e artistas, principalmente de forró e baião, que têm as músicas tocadas nas festas típicas da época.

O Ecad tenta difundir a ideia de que a música é propriedade daquele que a criou e, assim como são pagas as bebidas, comidas e a ornamentação para o sucesso da festa, o pagamento pela uso da música não pode ser esquecido.

Segundo dados do Ecad, os festejos juninos estão entre os que mais distribuem direitos autoriais. No ano passado, os autores com maior rendimentos foram: Gonzagão, Sorocaba (da dupla Fernando e Sorocaba), Tato (Banda Falamansa), Lamartine Babo, Mario Zan e Dorgival Dantas.

Entre as músicas mais tocadas estão Festa na Roça, Pula a Fogueira, Olha pro Céu, O Sanfoneiro Só Tocava Isso, Quadrilha Brasileira, Asa Branca e Chora Me Liga. O ranking dos festejos juninos de 2011 será divulgado em setembro.

De acordo com o Ecad, em 2010, houve um aumento de 18,7% na retribuição autoral comparada ao mesmo período de 2009. No ano passado, mais de 4.600 autores foram beneficiados pelo pagamento dos direitos autorais que somaram R$ 1,8 milhão.

De acordo com a Lei 9.610/98, a retribuição autoral deve ser feita sempre que músicas forem tocadas em locais de frequência coletiva, independentemente de o organizador do evento ser uma entidade pública ou sem fins lucrativos.

Prazo para inscrever atrações no Festival de Inverno de Bonito termina hoje
Termina nesta quinta-feira (3) o prazo para os interessados em inscrever atrações culturais para a 15ª edição do Festival de Inverno de Bonito. O eve...
Projeto "Um Violão Entre Amigos" traz concerto de violonista para Campo Grande
Para encerrar o projeto “Um Violão Entre Amigos”, patrocinado pelo FIC (Fundo de Investimentos Culturais), nesta sexta-feira (20) acontece o recital ...
Último dia de desfile do Grupo Especial no Rio tem homenagem a Zico e a Senna
No segundo dia de desfile das escolas de samba que integram o Grupo Especial, o público terá uma festa que inclui homenagens a dois esportistas consa...



Quem fiscaliza este ECAD? E que certeza teremos que o dinheiro recolhido, como por exemplo de uma valsa do Jhon Straus vai para a família dele na Áustria?Se não existe nem um parente dele vivo? Ou uma Polca de Los Tamys do Paraguay.
ou outra canção antiga, e estes fiscais são funcionários públicos? Por que fiscalização só pode ser feita por funcionário do estado, se não a corrupção vai tomar conta desta entidade que ninguém sabe o que exatamente ela é. E se alguém souber fale!
 
RUBENS DA SILVA SOARES em 24/06/2011 08:30:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions