A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

09/08/2011 10:25

Peça teatral vai elucidar dúvidas ortográficas nas escolas de MS

Edmir Conceição

Projeto, que prevê também a distribuição de cartilhas, foi lançado pela Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul, com meta de chegar a 40 mil estudantes de 40 municípios

As novas regras ortográficas serão fixadas na memória por meio de atividades teatrais. (foto: Divulgação/Fiems)As novas regras ortográficas serão fixadas na memória por meio de atividades teatrais. (foto: Divulgação/Fiems)

A Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul) lançou o projeto Na Ponta da Língua, iniciativa que vai contribuir para sanar as dúvidas que sugiram com as novas regras da reforma ortográfica brasileira. O projeto consiste na apresentação de uma peça teatral e distribuição de cartilhas nas escolas públicas. “A nossa revisão ortográfica foi concluída e nenhuma ação foi construída para elucidar as dúvidas que surgiram. Nesse sentido, a Fiems, por meio do Sesi, pretende contribuir para amenizar essa lacuna, levando o Projeto a 40 mil alunos de 40 municípios nos próximos três meses”, disse Sérgio Longe, presidente da Federação.

O projeto começa a ser desenvolvido nesta terça-feira por Campo Grande, onde atenderá, nessa primeira leva, o Colégio Paulo Freire, Colégio Nossa Senhora Auxiliadora (10/08), Colégio Militar (11 e 12/08) e Colégio Mace (16 e 17/08). Por meio de uma linguagem moderna e dinâmica de fácil aceitação por parte dos jovens, o grupo de teatro Origami dará uma divertida aula de gramática para ensinar as novas regras da reforma ortográfica brasileira. Sabemos que se trata de um projeto ousado, mas, nessa área, temos de ser ousados.

Além das apresentações artísticas, serão distribuídas 300 mil cartilhas e exibidos 10 filmetes com informações muito animadas que explicam e exemplificam o jeito certo de usar tremas, acentos e hífens.

Na avaliação do deputado federal Edson Giroto (PR), que participou da cerimônia de lançamento, a competência do presidente Sérgio Longen está na ponta da língua do setor produtivo sul-mato-grossense. “Essa capacidade de arregimentar as lideranças políticas e empresariais do Estado é louvável. Sei bem o esforço da Fiems e do Governo do Estado pela industrialização de Mato Grosso do Sul, pois, hoje, o que o nosso País mais precisa é de mão de obra qualificada. O bom momento que passa atualmente o nosso Estado é com certeza graças a iniciativas como essa adotada pelo Sistema Fiems, visando à educação da nossa população”, declarou.

O deputado estadual Paulo Corrêa, 1º secretário da Assembleia Legislativa, destacou o esforço da Fiems de trazer melhorias para o desenvolvimento econômico e cultural do Estado. “Essa visão voltada para a educação merece o apoio do Assembleia Legislativa no sentido de construir melhorias para a educação de Mato Grosso do Sul”, disse, lembrando também das 30 bibliotecas da Indústria do Conhecimento do Sesi que foram construídas em 26 cidades do Estado. “É o maior projeto de educação comunitária de Mato Grosso do Sul”, afirmou.

Encenação do projeto Na Ponta da Lingua durante lançamento do projeto. (Foto: Divulgação/Fiems)Encenação do projeto Na Ponta da Lingua durante lançamento do projeto. (Foto: Divulgação/Fiems)

O Projeto - O diretor do Grupo Origami, Osvaldo Gabrieli, explica que a peça do projeto Na Ponta da Lingua possui cinco personagens, entre eles o casal de bonecos “João” e “Maria”, além do “Senhor A”, que conta boa parte de toda a história embalada por canções animadas e fáceis de gravar. “A peça é uma forma lúdica e simples que encontramos para explicar as regras de ortografia a crianças, pré-adolescentes e adolescentes”, disse, destacando que a sala de aula traz o lado mais formal dentro de uma cartilha já estabelecida, enquanto o teatro é mais libertador, envolvendo o aluno no estado afetivo.

Ele acrescenta que a magia do teatro é fácil de ser notada quando um espectador se sente preso pela história e consegue ali em diante disseminar aquele aprendizado. “Notamos que a peça consegue ser um complemento do que já é repassado na sala de aula, mas que de forma simples e engraçada pode ser fixada com mais facilidade. É uma memória emocional que se adquire e se leva para a vida toda”, avaliou, elogiando a boa receptividade da platéia presente no lançamento do projeto em Campo Grande composta por prefeitos, secretários municipais de Educação, empresários e alunos do Sesi e Senai.

Osvaldo Gabrielli informa ainda que no Estado o grupo fará apresentações para alunos das quatro escolas do Sesi no Estado (Campo Grande, Corumbá, Dourados e Três Lagoas) e das nove unidades do Senai que oferecem cursos na modalidade de aprendizagem industrial (Campo Grande, Corumbá, Deodápolis, Dourados, Nova Andradina, Nova Alvorada do Sul, Naviraí, Três Lagoas e Sidrolândia), bem como das outras 152 escolas municipais e estaduais distribuídas pelas 40 cidades que serão contempladas pelo projeto.

O Na Ponta da Língua será levado às escolas públicas e privadas de Campo Grande, Terenos, Aquidauana, Corumbá, Ladário, Sidrolândia, Maracaju, Nioaque, Bonito, Jardim, Porto Murtinho, Bela Vista, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Amambai, Iguatemi, Mundo Novo, Eldorado, Naviraí, Rio Brilhante, Dourados, Caarapó, Ivinhema, Nova Andradina, Anaurilândia, Bataguassu, Santa Rita do Pardo, Três Lagoas, Água Clara, Ribas do Rio Pardo, Inocência, Paranaíba, Aparecida do Taboado, Chapadão do Sul, Costa Rica, Sonora, Coxim, Rio Verde, São Gabriel do Oeste e Bandeirantes. Nesta segunda-feira, os prefeito e representantes das 40 localidades assinaram o termo de adesão para que os trabalhos tenham início.

Prefeitos que prestigiaram lançamento posam para foto com deputados e diretores da Fiems. (Foto: Divulgação Fiems)Prefeitos que prestigiaram lançamento posam para foto com deputados e diretores da Fiems. (Foto: Divulgação Fiems)
Prazo para inscrever atrações no Festival de Inverno de Bonito termina hoje
Termina nesta quinta-feira (3) o prazo para os interessados em inscrever atrações culturais para a 15ª edição do Festival de Inverno de Bonito. O eve...
Projeto "Um Violão Entre Amigos" traz concerto de violonista para Campo Grande
Para encerrar o projeto “Um Violão Entre Amigos”, patrocinado pelo FIC (Fundo de Investimentos Culturais), nesta sexta-feira (20) acontece o recital ...
Último dia de desfile do Grupo Especial no Rio tem homenagem a Zico e a Senna
No segundo dia de desfile das escolas de samba que integram o Grupo Especial, o público terá uma festa que inclui homenagens a dois esportistas consa...



Ha Água Clara está dentro legal é muito importante aguardo vcs.
 
Iranir Gato em 09/08/2011 03:18:14
Ótimo,mas deveria ser apresentado nos munícipios menores assim como Água Clara.
 
Iranir Gato em 09/08/2011 03:14:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions