A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

08/03/2011 09:20

No segundo dia de desfiles, quatro escolas devem passar pela Alfredo Scaff

Ricardo Campos Jr.

Na Fernando Corrêa se apresentam Michele e Banda e Thim Maia

Cerca de 8 mil pessoas assistiram aos desfiles de ontem. (Foto: João Garrigó)Cerca de 8 mil pessoas assistiram aos desfiles de ontem. (Foto: João Garrigó)

Quatro escolas de samba de Campo Grande devem passar pela avenida Alfredo Scaff na noite de hoje (8), marcando o segundo e último dia de desfiles carnavalescos. O evento está marcado para começar às 19 horas.

A Unidos do São Francisco, escola do grupo de acesso, abrirá o desfile. A escola vem com o tema “Mulheres”.

Em seguida a Cinderela Tradição do José Abrão passa pela avenida e será a primeira do grupo especial a desfilar hoje. O tema deste ano da escola será “Meu sapato já furô, meu dinheiro já cabô e eu ainda vô sambá... Como é que pode”.

“Corumbá Passado, Presente e Futuro. No Palco da folia traz a sua história” será a homenagem a ser feita pela terceira escola da noite, a Catedráticos do Samba, à cidade localizada a 419 da Capital no coração do Pantanal.

Para fechar com chave de ouro a Vila Carvalho, campeã do ano passado, entra na avenida com o tema “O amor está no ar”.

Ontem (7) desfilaram a escola mirim Herdeiros do Samba com o tema “Da Mitologia à Sabedoria, Herança de Todo o dia”; Unidos do Aero Rancho com “Rastros de um Boêmio” e União do Buriti – “BURITI - Terra das Quatro Estações”, todas essas do grupo de acesso.

Pelo grupo especial foram a Unidos do Cruzeiro com a temática “Panteão dos Orixás – Os Deuses Africanos e suas forças” e Igrejinha - “Monções: homens e remos em busca do ouro e esplendor. O Brasil cresceu por aqui” (Grupo Especial).

Carnaval de rua - Hoje à noite na avenida Fernando Corrêa da Costa, no Centro da Capital, haverá show com a banda Thim Maia. Durante a tarde desta terça, das 17h30 às 19h, tem matinê com Michele e Banda.




Qual o motivo de se fantasiarem e sair na rua dançando? Fora o dinheiro público usado para essa barbaridade!
 
Flávio Silva em 09/03/2011 06:29:59
esta tradição não leva a nada, so tem gasto pro municipio.
 
AGRIOINO CRUZ em 08/03/2011 10:15:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions