A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

11/02/2011 18:31

Novo local de desfile agrada representantes de escolas de samba na Capital

Fabiano Arruda

Presidentes de sete escolas estiveram com o prefeito nesta tarde

Presidente da Cinderela Tradição considera ótimo novo local dos desfiles. Presidente da Cinderela Tradição considera ótimo novo local dos desfiles.

Representantes das escolas de samba ficaram satisfeitos com a escolha do novo local dos desfiles do Carnaval 2011 em Campo Grande. A avenida Alfredo Scaff, atrás da área do Papa, no bairro Santo Amaro, substitui a Via Morena.

Nesta sexta-feira, sete escolas de samba, por meio de seus representantes, estiveram com o prefeito Nelson Trad Filho (PMDB), que vistoriou o local. Ao todo nove escolas participarão do desfile neste ano.

Gilberto Lopes, presidente da Cinderela Tradição, do bairro José Abrão, considerou o lugar ótimo. “Precisamos de um local assim e torcemos para que vire nosso sambódromo”.

José Carlos de Carvalho, presidente da Vila Carvalho, acredita que o local é favorável porque “o barulho não vai incomodar os vizinhos”.

Já Fátima da Luz, presidente da Escola Herdeiros do Samba, também aprovou, exceto o imediatismo com que a transição está sendo feita. “Numa futura instalação, fixa, acho ideal”, comenta.

O presidente da Lienca (Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande), Eduardo de Souza Neto, diz que já pensava num “plano B” como alternativa depois da restrição de shows perto do parque de Exposições Laucídio Coelho.

Ele admite que o Carnaval deste ano pode sofrer baixa de público pela novidade do local, no entanto, espera que pelo menos 10 mil pessoas prestigiem o evento.

Eduardo também destaca os diferenciais da nova área, como ruas mais planas e sem curvas, como à Via Morena. Outro ponto é que a distância do terminal Morenão à Via Morena é praticamente o mesmo percurso do terminal Julio de Castilhos à área do Papa.

O presidente da Fundac (Fundação de Cultura), Roberto Figueiredo, esclarece que o Carnaval de Campo Grande já possui uma estrutura móvel, utilizada todo ano. E que, no ano passado, foram investidos cerca de R$ 120 mil no evento.

Esforço - Quem também compareceu à reunião foi o vereador Athayde Nery (PPS). Aliado do prefeito, ele garantiu que o chefe do Executivo Municipal não vai medir esforços para solucionar o impasse quanto à realização dos shows da Expogrande, programada para abril.

Nesta sexta, a empresa que organiza a grade de shows informou que pode levar as atrações musicais para Cuiabá (MT).

“Acho que o prefeito vai sancionar a lei (que trata a Expogrande e outros eventos como exceções à Lei do Silêncio) e encontrar um bom termo com as partes”, declarou.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions