A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

10/11/2016 22:51

Brasil atropela a Argentina por 3 a 0 e segue líder das Eliminatórias

Nyelder Rodrigues

Um time que soube aproveitar as oportunidades de gol que surgiram durante o jogo e, taticamente, envolveu o adversário, fazendo com que o talento individual dos jogadores se destacasse sobre o dos rivais. Essa foi a Seleção Brasileira no duelo desta noite de quinta-feira (10) contra a Argentina.

Veja Mais
Segunda rodada da Série B do Estadual acontece na terça e quarta-feira
Vôlei feminino da UCDB conquista pela 5ª vez Copa Cidade de Campo Grande

A partida foi realizada no estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG), palco da fatídica derrota do Brasil por 7 a 1 para a Alemanha na semifinal da Copa de 2014, mas também arena da grande vitória sobre a mesma Argentina em 2004, por 3 a 1, pelas Eliminatórias da Copa, com três gols de Ronaldo, que teve atuação de gala.

Já hoje, os destaques principais foram o meia Phillipe Coutinho e o ponta-esquerda Neymar, que marcaram os dois primeiros gols do duelo - o terceiro foi marcado pelo polivalente volante Paulinho, que pouco antes teve uma bola tirada quase em cima da linha pela defesa dos "hermanos".

No início, um jogo duro e com ambos os times levando perigo aos gols adversários, como um típico clássico Brasil e Argentina deve ser. Alisson teve trabalho no gol brasileiro, assim como Romero teve no gol albiceleste.

Porém, a arrancada brasileira veio do talento de Coutinho aos 24 minutos. Inicialmente pela direita, o meia do Liverpool (ING) caiu pela esquerda avançou com a bola, cortando para dentro até chegar na meia-lua da grande área, batendo no ângulo de Romero e abrindo o placar da partida com um golaço.

O Brasil seguiu perigoso, principalmente ao aproveitar os espaços deixados pelos argentinos. Aos 45 minutos, Neymar fez com 50º gol com a camisa canarinho após Gabriel Jesus se livrar da marcação e dar ótimo passe para o camisa 10, que entrou na área pela esquerda e tocou na saída do goleiro.

Com dois a zero no placar, o Brasil voltou do intervalo da partida com o jogo nas mãos para o segundo tempo, pressionando desde o início. Aos nove, Paulinho recebeu de Jesus, driblou o goleiro Romero e bateu para o gol, mas viu o lateral Zabaleta cortar o chute e evitar o terceiro tento do Brasil no duelo.

Porém, quatro minutos depois, o volante não desperdiçou a nova chance. Após cruzamento de Marcelo pela esquerda, a bola passou por Renato Augusto, que tocou para o meio e achou Paulinho para marcar o terceiro do Brasil. Superior no jogo, o Brasil ainda teve boas chances de ampliar com Neymar e Gabriel Jesus.

Agora, o Brasil segue na liderança das Eliminatórias, com 24 pontos conquistados em 11 partidas - Tite assumiu o comando da Seleção na sétima rodada, na 6ª posição, vencendo as cinco partidas disputadas desde então.

Hoje, a sexta posição é ocupada justamente pela Argentina, que tem apenas 16 pontos conquistados e está fora da zona de classificação para a Copa do Mundo de 2018, que vai acontecer na Rússia.

O próximo duelo do Brasil acontece na terça-feira (15) em Lima, contra o Peru, começando às 21h15 (horário de MS). Horas antes, a Argentina encara a Colômbia em casa, em duelo que pode definir o futuro do treinador Edgardo Bauza, ex-São Paulo, no comando da seleção albiceleste.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions