A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

29/07/2015 06:23

Casa construída com 40 paletes faz sucesso no piso superior do Camelódromo

Aline Araújo
A casa foi construída no andar superior do camelódromo.  (Foto Fernando Antunes)A casa foi construída no andar superior do camelódromo. (Foto Fernando Antunes)
Celene e os amigos levaram 11 dias para construir a casa. (Foto: Arquivo pessoal)Celene e os amigos levaram 11 dias para construir a casa. (Foto: Arquivo pessoal)

No piso superior do Centro de Comércio Popular de Campo Grande, mais conhecido como Camelódromo, uma casinha chama atenção. É uma clinica de estética, toda construída em paletes, o material sustentável do momento. O projeto é bem simples, mas é barato e teve algumas delicadezas, como as floreiras na janela e as paredes revestidas com textura na parte interna.

Veja Mais
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras
Casa de madeira mantém as lembranças de 92 anos de dona Nazira na 14 de Julho

A casa tem 13 m² e dois cômodos, uma recepção, que já foi até decorada com quadros na parede, cadeiras de espera e almofadas, e uma sala de atendimento, convencional, com maca e os produtos utilizados nos atendimentos que são armazenados em pratilheiras de madeiras fixadas nas paredes.

Pensando em construir algo diferente para a nova loja no Centro Comercial, a esteticista Celene Musiris, de 40 anos, se inspirou em uma casa de boneca. Como ela já era cliente de Carlos de Oliveira, de 25 anos e Cledemir Bambokiam, de 40, que trabalham com móveis em palete, Celene fez o desafio e os dois aceitaram.

Os três, com a ajuda da filha da esteticista, Kamila Musiris, demoraram 11 dias para terminar a casa. “A principio, a gente achava que ia terminar em seis dias, mas o tempo lá era reduzido, nós poderíamos trabalhar das 18h30 até 0h. Foi uma experiência única, nosso projeto mais audaciosos até agora. Fazer uma casa de palete não é fácil, a gente tinha noção, mas não tinha a experiência”, comenta Cledemir, contente com o resultado.

Floreiras foram colocadas na janela, mas com flores artificiais.  (Foto Fernando Antunes)Floreiras foram colocadas na janela, mas com flores artificiais. (Foto Fernando Antunes)

Celena ficou satisfeita com cada detalhe, inclusive, com o telhado ecológico, feito com fibras vegetais no lugar das telhas.

O ponto de partida foi uma foto de modelo americano, usada como referência. "Como a gente nunca tinha feito nada assim, foi um desafio gratificante desde o primeiro passo, que foi descobrir como fixar os paletes para as paredes ficarem em pé e suportarem o telhado ecológico”, lembra Jean. 

Para a construção foram utilizados cerca de 40 paletes, todos envernizados, desmontados e remontados. A casa é só parafusada no lugar. Se um dia Celena quiser montar sua clínica em outro lugar, vai poder retirar a estrutura e transportar.

“Aqui no Camelódromo já virou até ponto turístico (risos), toda hora sobe alguém para ver como ficou. Muita gente não acreditava que iria dar certo. Eu amei como ficou, ajudei em tudo e não precisei usar divisórias que é o que todo mundo faz”, comenta Celena. 

Dá para conferir os produtos feitos pela dupla de sócios na fan page Moveis de Palet.

A recepção é pequena, mas aconchegante.  (Foto Fernando Antunes)A recepção é pequena, mas aconchegante. (Foto Fernando Antunes)
A clinica montada dentro da casa. (Foto Fernando Antunes)A clinica montada dentro da casa. (Foto Fernando Antunes)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.