A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

03/05/2016 06:20

Em residência feita para receber muitos amigos, o verde abraça a alvenaria

Thailla Torres
Na fachada, verde das plantas apresenta a proposta de plantas em todos os lados. (Foto: Fellipe Lima) Na fachada, verde das plantas apresenta a proposta de plantas em todos os lados. (Foto: Fellipe Lima)

A casa é ampla e confortável para um casal que gosta de receber amigos aos fins de semana. Com decoração contemporânea e bem brasileira, o projeto do arquiteto Daniel Moura, no residencial Dahma, chama atenção pela mistura entre o paisagismo e a rusticidade, o novo e o clássico, mas também pelas dimensões. 

Veja Mais
Com filmes não revelados da década de 1950, frei tenta criar museu em mosteiro
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras

A residência tem 700m² e demorou 18 meses para ficar pronta. São 5 suítes, garagem para 5 carros, piscina de fora a fora na parte dedicada ao lazer e um espaço social dividido em quatro ambientes, onde a área gourmet é o coração.

A fachada e toda a área externa são cheias de texturas e volumes, muito disso graças ao paisagismo. "Na fachada, o verde das plantas foi exatamente para dar a ideia de que a paisagem estivesse revestindo a casa com o verde em todos os lados", ressalta o arquiteto.

Ao contrário de propostas simetricamente planejadas, na casa até há cantinhos verdes que parecem serem medidos com régua, mas o charme está em locais onde a vegetação surge com vida própria, sem caminho traçado. Do telhado até a sacada, as espécies plantadas abraçam a alvenaria.

O projeto tem muitos elementos em madeira e outros materiais que criam a sensação de aconchego já de cara. "Os proprietários gostam de receber convidados. Eles já moravam em uma residência ampla e não abriram mão do prazer em receber as pessoas", conta o arquiteto da DL Arquitetura e Construção.

O piso em tom claro, contrasta com o amadeirado que reveste paredes inteiras, cor que também aparece em móveis e segue por molduras dispostas pelas salas com obras de arte. Os tons terra também estáão nos tijolos de demolição e até nas almofadas.

Para integrar todo mundo que chega, independente de idade, a sala de TV, por exemplo, pode ficar aberta ao espaço coletivo, ou completamente isolada com o fechar das portas. 

Apesar do luxo de um imóvel de 700m², com muito gesso no teto e iluminação imponente, há muitas surpresas de simplicidade, como a máquina de costura que virou um aparador na sala de jantar. 

Cada detalhe foi pensado para fazer a diferença. "O piso é uma madeira de demolição e é possível notar que tem ranhuras. Toda a casa tem várias elementos em madeira, pedra e vidro", explica.

Veja alguns ambientes nas imagens produzidos pelo arquiteto Fellipe Lima. 

Piscina margeia o muro de ponta a ponta(Foto: Fellipe Lima) Piscina margeia o muro de ponta a ponta(Foto: Fellipe Lima)
A área gourmet é o espaço que mescla decoração contemporânea e rústica. (Foto: Fellipe Lima) A área gourmet é o espaço que mescla decoração contemporânea e rústica. (Foto: Fellipe Lima)
É como se a paisagem fizesse parte da estrutura. (Foto: Fellipe Lima) É como se a paisagem fizesse parte da estrutura. (Foto: Fellipe Lima)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.