A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

07/11/2013 07:03

O que a Morar Mais ensina do “faça você mesmo” e “coloque o antigo em boa forma"

Ângela Kempfer
Garrafões de vinho viram fonte, com aros de bicicleta. (Fotos: Marcos Ermínio)Garrafões de vinho viram fonte, com aros de bicicleta. (Fotos: Marcos Ermínio)

O luxo é algo descabido na Morar Mais por Menos. Arquiteto que ostenta demais, frustra quem procura a mostra para ser chique sem gastar muito. Aberto nesta quinta-feira no Rádio Clube de Campo Grande, pelos 54 ambientes do eventro há muita coisa cara, mas também boas ideias para copiar na levada “faça você mesmo” ou para encomendar a algum prestador de serviços de confiança.

Veja Mais
Traços da nossa arquitetura, desde o “Gabinete Téchnico de Desenho" na Calógeras
Casa de madeira mantém as lembranças de 92 anos de dona Nazira na 14 de Julho

Também é um lugar para tomar coragem e reaproveitar peças abandonadas até no quintal de casa. No banheiro masculino, por exemplo, latões servem de bancada para cubas externas. O espaço tem um clima garage, incluindo grandes painéis com imagens de “pin-ups”, para “sensualizar” ao estilo pop art anos 40.

Quarto do Artista, com caixas na parede e cama projetada em MDF.Quarto do Artista, com caixas na parede e cama projetada em MDF.
Arquiteto mostra que caixas podem ser fechadas para virar painel.Arquiteto mostra que caixas podem ser fechadas para virar painel.

Na bilheteria do clube, sob lustres de acrílico que imitam cristal (por isso são mais baratos) surgem novamente as latas, desta vez menores, de tinta, sofisticadas pela pintura dourada. 

A cor é o ponto de glamour em vários ambientes, como nos tubos de PVC que revestem algumas das paredes do salão de festas. O material também está na Sala de Jantar, em outra parede revestida com recortes bem finos desses canos.

A mostra reforça a possibilidade de decoração com objetos pessoais ou aqueles antigos, comuns em lojas de móveis usados, como o baú velho ou a penteadeira de décadas.

O reaproveitamento começa pela própria estrutura dos espaços. Como quem entra com respeito em uma casa velha, abandonada, alguns profissionais optaram por preservar a história e recuperar o piso original de madeira do clube, usando apenas a lixa e algum produto impermeabilizante fosco. O efeito é formidável e barato.

O nome pode ser “retrofit”, ou o ato de colocar o antigo em boa forma, conceito antes aplicado à máquinas de engenharia.

Na bancada do banheiro, pedra mais barata foi usada sem polimento, mas parece cimento queimado.Na bancada do banheiro, pedra mais barata foi usada sem polimento, mas parece cimento queimado.
Latões são bancada para cuba do banheiro masculino.Latões são bancada para cuba do banheiro masculino.

No Jardim Spa, uma engenhoca garante água corrente ao recorte da piscina. As estrelas são 30 garrafões de vinho, dispostos lado a lado, 4 com perfurações no fundo para que mangueiras sejam introduzidas.

O resultado é uma fonte derramando água sobre dois aros de bicicleta que acabam em movimento constante. Ao fundo, a moldura é feita por engradados de diferentes marcas de cerveja como grandes cachepôs, em amarelo vibrante que contrasta com o verde das plantas.

No Café, as torneiras são econômicas. A Brinquedoteca tem bancos de caixas de madeira de feira. O lustre da sala do Presidente é feito com antenas de TV.

O banheiro feminino exibe as molduras imponentes com matéria prima de garrafas pet. A pia é feita com pedra Cinza Corumbá, uma das mais baratas do mercado. O efeito moderno surge porque as arquitetas decidiram não polir o material e o rústico ficou chique, assim como a moldura do espelho principal, que usa o material do recheio do MDF.

Sala e lounge com tubos de PVC revestindo a parede principal.Sala e lounge com tubos de PVC revestindo a parede principal.
Detalhe da parede com tubos de PVC.Detalhe da parede com tubos de PVC.
Latas de tinta pintadas de dourados na Bilheteria.Latas de tinta pintadas de dourados na Bilheteria.

Os arquitetos mostram que é possível deixar o ambiente aconchegante com tijolos rejeitados em olarias, com lajotas simples de espaço externo dentro da sala, com cimento queimado rústico por R$ 26,00 o metro quadrado, com eletrocalhas aparentes para a iluminação no teto, por R$ 10,00 o metro.

O Quarto do Artista tem estante de caixas de plástico, que podem ser fechadas, virando um painel. A guitarra foi confeccionada com sobras de madeira nobres, como vários outros painéis espalhados pela mostra.

No Vestiário Masculino, há baldes como porta toalhas de banho e rosto e cortinas de box em plástico bolha.

Mas em alguns casos, a criatividade demanda muito mais tempo de execução. Na Sala de Almoço, o lustre tem flores douradas, feitas uma a uma pela própria arquiteta Julieta Sahib, que assina o ambiente. As maiores também são de garrafas de plástico e as menores feitas, cada uma, com 17 colheres descartáveis, com o dourados finalizando o projeto.

A dica para quem visitar a Morar Mais por Menos e relevar o que é ostentação e adequar o olhar ao que realmente cabe no bolso. 

Veja outros ambiente com sugestões de reaproveitamento:

Molduras de garrafa pet, à venda em Campo Grande.Molduras de garrafa pet, à venda em Campo Grande.
Lustre com antenas de TV.Lustre com antenas de TV.
Bancos de caixote de feita na Brinquedoteca.Bancos de caixote de feita na Brinquedoteca.
Engradados de cerveja como cachepôs.Engradados de cerveja como cachepôs.



Parabéns quanto a criatividade; Mas em nenhum momento tal "mostra" foi direcionada a pessoas com baixo poder aquisitivo.
 
Ulisses Maia em 11/11/2013 10:40:52
A moldura da Figura 9 foi realmente feita com garrafas pet??? Inacreditável!!!!!
 
Mirna Nogueira em 08/11/2013 10:36:36
CARA! NA MORAL ISTO TD EH LINDO, SO Q N TEM NADA HA VER SE ISSO FOR COLOCADO, NUMA CASA DE PESSOA PODRE, N VAI FICAR LEGAL!!! GOSTARIA Q FOSSE FEITO UM MORAR POR MENOS NUMA CASA SIMPLES, NORMAL OK!!!
 
maria helena ferreira em 07/11/2013 12:49:59
Maravilha de criatividade!
 
Renata Christóforo em 07/11/2013 11:09:38
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.